Binance está sendo investigada por manipulação de mercado, diz Bloomberg

De acordo com o artigo da Bloomberg, a Binance não foi acusada de irregularidade e as investigações podem não levar a uma ação oficial.

Siga no
Dedo encostando em aplicativo da Binance
Dedo encostando em aplicativo da Binance

A maior corretora de criptomoedas do mundo, Binance, está sendo investigada nos Estados Unidos por suposta manipulação de mercado e inside trading, de acordo com a Bloomberg.

As autoridades estariam investigando se a Binance ou sua equipe lucraram tirando proveito de seus clientes, disse a agência de notícias, citando fontes anônimas com conhecimento do assunto.

De acordo com a Bloomberg, as autoridades americanas, incluindo a Comissão de Negociação de Futuros de Commodities (CFTC), agência do governo que regula os mercados de futuros e opções, estão investigando a Binance por possível negociação com informações privilegiadas e manipulação de mercado.

De acordo com o artigo, a Binance não foi acusada de irregularidades e as investigações podem não levar a uma ação oficial.

CFTC

A CFTC está entrando em contato com possíveis testemunhas enquanto inicia uma investigação sobre as alegações. A agência não se manifestou a respeito das denúncias.

Em maio, vários rumores surgiram sobre as autoridades dos EUA expandindo investigações contra a Binance, mas todos foram negados pelo CEO como um FUD. 

A empresa está passando por uma fase extremamente turbulenta, com autoridades regulatórias de todo o mundo intensificando esforços para regular a maior corretora de criptomoedas do mundo.

As autoridades dos EUA são as últimas a aderir à lista crescente, com a CFTC lançando uma investigação sobre a Binance Holdings e alegadas práticas de negociação com informações privilegiadas e manipulação de mercado.

Um ponto significativo a observar é que a CFTC estaria investigando a plataforma global da Binance e não sua subsidiária nos Estados Unidos. 

A empresa já foi denunciada por não conformidade com leis regulatórias e operações não licenciadas em vários países, como, Hong Kong, Reino Unido, Japão, Malásia, Cingapura e Tailândia.

Devido à forte pressão das agências reguladoras nos países acima mencionados, a Binance implementou uma série de reformas e novas iniciativas para promover a conformidade regulatória e práticas comerciais responsáveis.

Muitos acreditam que as autoridades regulatórias dos EUA serão o maior teste enfrentado pela Binance, com sérias alegações de insider trading e manipulação de mercado, o que significa que as alegações terão graves consequências para a corretora se provadas como verdadeiras.

Os reguladores americanos estão investigando os principais executivos da Binance que poderiam ter lucrado com informações privilegiadas.

Binance nega

A Binance emitiu um comunicado negando as acusações, com um porta-voz da empresa afirmando que a corretora tem tolerância zero com informações privilegiadas. A exchange disse também que, se alguém associado à Binance praticasse inside trading e manipulação de mercado, enfrentaria a rescisão e as consequências totais da lei. 

“A Binance implementou uma política de tolerância zero para inside trading e que a equipe de segurança da Binance estabeleceu procedimentos para investigar e processar pessoas envolvidas em comportamentos semelhantes.”

A empresa também afirmou que suas equipes de segurança estabeleceram diretrizes de longa data que investigam e lidam com qualquer tipo de irregularidade e responsabilizam os funcionários.

O CEO da Binance, Changpeng Zhao (CZ), ainda não falou nada sobre o assunto e mantém um silêncio estratégico. No entanto, no passado, CZ afirmou frequentemente que Binance está disposta a trabalhar com reguladores em todo o mundo, sugerindo até que ele poderia renunciar ao cargo de CEO.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Livecoins
Livecoins é um portal de blockchain e criptoeconomia focado em notícias, artigos, análises, dicas e tutoriais.
Bitcoin em alta. Imagem: ShutterStock

Bitcoin rompe alta histórica e é negociado acima dos 65 mil dólares

Com um mercado otimista em relação a questões regulatórias, o preço do Bitcoin rompeu a sua máxima histórica de 64.895 dólares registrada em abril...

Criptomoeda “promissora e fora do radar” desaparece com R$3 milhões dos investidores

Golpes envolvendo arrecadação de dinheiro e então um abandono do projeto são bem comuns, mas a CryptoEats foi além. A falsa empresa usou influenciadores...

FCA faz alerta para “jovens” que investem em criptomoedas

Segundo relatório publicado pela Autoridade de Conduta Financeira (FCA) do Reino Unido, a maior parte dos jovens faz investimentos arriscados por conta da competição...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias