Binance promove treinamento sobre Bitcoin para Polícia Federal

Primeira corretora no Brasil a promover capacitação para agentes da PF.

Divulgação/Polícia Federal PF
Divulgação/Polícia Federal

A Binance promove em Brasília um treinamento para agentes da Polícia Federal (PF), que será o primeiro feito por uma plataforma do tipo. Esse é um setor que agentes de segurança pública no Brasil tem buscado aprimorar seus conhecimentos.

No caso da PF, por exemplo, nos últimos meses a polícia federal com vários órgãos federais de outros países em parcerias internacionais de combate a criminalidade.

Um desses treinamentos ocorreu em maio de 2022, quando o FBI e CIA treinaram agentes da Polícia Federal do Brasil sobre bitcoin.

Antes disso, em janeiro desse mesmo ano, alguns agentes foram até El Salvador buscar conhecimentos sobre o assunto, país que foi o primeiro a legalizar o bitcoin no mundo.

Binance promove treinamento sobre bitcoin para Polícia Federal

Na próxima semana, em Brasília, o departamento de investigações da maior corretora do mundo apresentará um workshop sobre blockchain e criptomoedas.

Os convidados são investigadores da Polícia Federal e outros órgãos convidados, que se reúnem com a Binance para aprender mais sobre bitcoin e o setor em que este está inserido.

Ao todo, o treinamento será de três dias, quando serão abordados temas de conceituais de blockchain e criptomoedas e políticas de AML (anti-lavagem de dinheiro) da corretora Binance.

Além disso, os processos e ferramentas desenvolvidos pela empresa em colaboração com autoridades serão apresentados, todos esses com foco no combate a crimes cibernéticos e financeiros.

Em uma fala recente com o Livecoins, o delegado da Polícia Civil de Goiás, Vytautas Zumas, lembrou ser fundamental ter ferramentas para que agentes públicos melhores suas investigações neste setor.

Palestrantes da Binance com experiência em órgãos públicos

Nas apresentações de bitcoin que serão realizadas pela Binance, um dos responsáveis será Matt Price, ex-agente especial de investigação criminal do IRS (Receita Federal dos EUA, na unidade de crimes cibernéticos.

Outro que comparece ao Brasil é Jarek Jakubcek, Chege de Inteligência e Investigações da empresa na Ásia-Pacífico. Outro que participa do treinamento é Renato Barreto, Especialista em Investigações da Binance na América Latina.

Todos esses profissionais são considerados especialistas globais em crimes cibernéticos e estarão a disposição da PF para retirar dúvidas e ensinar o que sabem.

Ministério da Justiça e Segurança Pública quer foco em treinamentos em criptomoedas

Na última quarta-feira (22), o Coordenador do Centro de Excelência para redução da oferta de drogas ilícitas (CdE/MJSP), Gabriel Andreuccetti, participou em Brasília da 24.ª Semana Nacional de Políticas sobre Drogas.

Na ocasião, o membro do Ministério da Justiça e Segurança Pública lembrou que o foco dos investimentos é na capacitação de agentes para que eles aprendam mais sobre criptomoedas e meios de se combater crimes do narcotráfico.

“O Ministério tem investido na capacitação dos agentes de segurança para essa nova realidade e na estrutura de inteligência. A gente percebe que as tendências internacionais acabam migrando e que o tráfico de drogas é bastante dinâmico.”

Isso mostra que as criptomoedas ocupam uma agenda importante no cenário de segurança pública brasileira, mesmo com estudo recente mostrando que as criminalidades com essas moedas digitais é baixa.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias