Bitcoin pode chegar a 100 mil dólares e substituir o ouro como reserva de valor, diz Goldman Sachs

Goldman sachs
Goldman sachs

Embora o Bitcoin não tenha alcançado a marca dos 100 mil dólares em 2021, muitos acreditam que este preço foi apenas postergado e logo veremos o BTC como um ativo de seis dígitos. Um destes touros é o Goldman Sachs, um dos maiores bancos de investimentos do mundo.

Conforme relatado pela Bloomberg, Zach Pandl, estrategista de mercados emergentes e chefe de câmbio estrangeiro do Goldman Sachs, afirmou que o bitcoin pode alcançar estes números nos próximos anos, podendo inclusive ultrapassar o ouro.

Já alguns investidores de ouro, como Peter Schiff, saíram em defesa de seu ativo. Seu ponto de vista é que esta publicação do Goldman Sachs é um indício de que ele deseja vender BTC e comprar ouro.

Retornos que cobrem a inflação

Na nota compartilhada pelo Bloomberg, o Goldman Sachs acredita que o Bitcoin possa gerar 17% ao ano caso seu uso como reserva de valor cresça 50% nos próximos cinco anos. Superando a inflação do dólar americano que é a mais alta das últimas quatro décadas.

“Se a participação do Bitcoin no mercado de reserva de valor “hipoteticamente” aumentasse para 50% nos próximos cinco anos, seu preço aumentaria para pouco mais de 100.000 dólares, gerando um retorno anualizado composto de 17% ou 18%”

Hoje negociado na faixa dos 46.000 dólares, muitos acreditaram que o Bitcoin alcançasse os U$ 100.000 ainda em 2021. Apesar do entusiasmo, o BTC parou nos 69.000 dólares e então recuou. De qualquer forma, o BTC foi considerado como a maior proteção contra a inflação no ano passado.

Embora ainda não tenha batido a casa dos 6 dígitos, muitos concordam com o Goldman Sachs. Afinal, devido a perda de valor do dólar, parece ser apenas questão de tempo para que o bitcoin atinja tal valor.

Touros do ouro ficaram mordidos

Peter Schiff, conhecido por passar o dia no Twitter reclamando do Bitcoin enquanto seus investimentos em ouro permanecem perdendo dinheiro, comentou sobre a opinião do Goldman Sachs.

“Parece que @GoldmanSachs quer vender #Bitcoin, e é por isso que eles estão afirmando que chegará a 100.000 dólares. O banco de investimento é famoso por negociar contra suas projeções públicas. Como eles também estão falando mal do #ouro, provavelmente eles pretendem comprar ouro com o lucro da venda de Bitcoin!”

Alguns usuários rapidamente saíram em um contra-ataque, afirmando que Schiff consegue mudar qualquer narrativa para que se encaixe no que é melhor para ele.

Nos últimos cinco anos, entre janeiro de 2017 e janeiro de 2021, o Bitcoin valorizou cerca de 4.694%. Já o ouro, no mesmo período, apresentou uma alta de apenas 50%. Talvez por inveja, Schiff passa o dia reclamando do Bitcoin.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias