Bitcoin perdeu espaço para altcoins, afirma Peter Schiff

Peter Schiff é conhecido por odiar o Bitcoin e amar o Ouro.

Peter-Schiff
Peter Schiff

Peter Schiff, economista chefe da Euro Pacific Capital, voltou a criticar o Bitcoin na terça-feira (28), ao afirmar que a maior criptomoeda do mundo está perdendo espaço para as altcoins.

O domínio do Bitcoin que já foi de 100%, obviamente por ser a primeira moeda digital criada, agora está em cerca de 38,2% segundo dados do CoinGecko. Apesar disso, o BTC já viu números menores em 2018 ficando com apenas 32% do mercado.

De qualquer forma, o Bitcoin viveu um ótimo ano em 2021 ao criar máximas de preço, aproximando-se dos 70 mil dólares em novembro. Além disso, há outros contrapontos para a observação pontual de Schiff.

Peter Schiff critica o Bitcoin e compara moeda com altcoins

Peter Schiff é conhecido por odiar o Bitcoin e amar o Ouro, este último um ativo posto de lado durante 2021 devido à popularização do BTC, fazendo pessoas e empresas trocarem o metal pela moeda digital.

Em seu mais recente ataque, Schiff afirma que o Bitcoin está perdendo a vantagem de ter sido a primeira criptomoeda, pela quantidade de criptomoedas que existem no mercado hoje.

“Com mais de 16.000 criptomoedas alternativas para escolher, o domínio do mercado do Bitcoin agora está abaixo de 40% pela primeira vez desde junho de 2018. Com um oferta ilimitada de criptomoedas facilmente criadas com propriedades virtualmente idênticas, o Bitcoin está perdendo sua vantagem competitiva de ter sido a pioneira.”

Um ponto interessante dessa observação de Schiff é que o Bitcoin foi a primeira criptomoeda a ser criada. Valendo zero por muito tempo, sem negociações, nem mesmo transações, o nascimento do Bitcoin é semelhante a uma flor em uma pedra.

Já as altcoins, aproveitaram-se das manchetes do BTC e deixaram muitos desenvolvedores ricos com pré-mineração e outros artifícios fraudulentos, além da pseudo-descentralização. Com isso, já seria possível separar o Bitcoin das altcoins, visão que Shiff não parece concordar.

Setores diferentes

Como relatado pelo Livecoins, o Bitcoin mantém uma liderança absoluta no mercado, com seus principais ex-concorrentes sendo a Litecoin (LTC), em 19.º no market cap hoje, e o Bitcoin Cash (BCH) em 25.º. Ou seja, o BTC está mais soberano do que nunca.

Agora olhando para outros projetos mais próximos do market cap, como Ethereum (ETH) e Binance Coin (BNB), estas criptomoedas tem propósitos totalmente diferentes, como o próprio filho de Peter Schiff, Spencer, explica em resposta ao seu pai.

“Bitcoin não compete com essas moedas; está em uma categoria completamente separada. Muitos altcoiners até admitem isso.”

Spencer Schiff, filho de Peter, explicou os fundamentos ao pai
Spencer Schiff, filho de Peter, explicou os fundamentos ao pai -Twitter

Ou seja, Ethereum, Binance, Solana, Cardano, Polkadot estão focadas em contratos inteligentes, em tornarem-se supercomputadores globais para rodar aplicativos descentralizados, armazenando NFTs, por exemplo.

Já o propósito do Bitcoin é tornar-se um ouro digital, uma moeda escassa que soluciona os problemas, como a inflação, causados pelas moedas controladas pelos Estados. Além disso, funcionar como uma moeda pela internet, ou seja, são campos bem diferentes.

Outro ponto importante é que embora existam milhares de moedas, bem mais do que as 16.000 citadas por Schiff, seu baixo volume e liquidez podem inflar seu valor de mercado para números irreais, assim como criar uma ilusão da falsa concorrência. Portanto, para quem constrói essa tecnologia descentralizada, é inútil olhar para tão longe.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias