Preço do bitcoin chegará em mais de US $ 500 mil após cruzamento de médias móveis

Última vez que duas médias móveis se cruzaram fez o preço do bitcoin subir 4.900%.

Siga no
Bitcoin pode se valorizar com a golden croos de médias móveis

O preço do bitcoin poderá viver uma enorme onda de valorização. Uma análise gráfica de três dias mostra que duas médias móveis do preço da criptomoeda se cruzaram. Quando este mesmo movimento aconteceu em 2016, o preço do bitcoin subiu 4.900% nos próximos dois anos.

O mercado de criptomoedas aposta em uma supervalorização para o bitcoin. Comparações com períodos anteriores revelam que o ativo digital vive um decisivo momento. Conhecida como “cruzamento dourado”, a intercessão entre as médias móveis de 50 e 200 semanas do preço do bitcoin podem resultar em um crescimento inesperado.

Média móvel mostra que bitcoin vai subir

Em fevereiro de 2016 as médias móveis de 50 e 200 semanas se encontraram. O preço do bitcoin acumulou uma valorização de 4.900% em cerca de dois anos após este encontro das médias móveis. Essa foi a única vez, até então, que as médias se cruzaram no gráfico de preços da criptomoeda.

A análise aponta que o cruzamento entre as médias revelará uma onda de valorização que está prestes a começar no mercado. Na última sexta-feira (2) novamente as médias se encontraram pela segunda vez. O momento não deveria ser mais otimista para o mercado.

Entusiastas e especialistas devem apostar que o preço do bitcoin poderá subir 4.900% assim como aconteceu em 2016. Após o cruzamento das duas médias móveis, a cotação da criptomoeda poderia vivenciar o mesmo desempenho de três anos atrás.

Criptomoeda saltou de US$ 400 para US$ 20 mil

A análise otimista sobre o que acontecerá com o preço do bitcoin foi publicada nas redes sociais. A informação foi divulgada pelo perfil da Bitstamp, uma corretora de criptomoedas localizada na Europa. 

Em uma imagem em que os anos de 2016 e 2019 são comparados, a exchange relembra o que aconteceu com o bitcoin. Naquela ocasião a criptomoeda saltou de cerca de US$ 400 para chegar em quase US$ 20 mil.

O estrondoso crescimento do bitcoin após o cruzamento das médias móveis em 2016 revela quase 5.000% de valorização acumulada. Esse aumento aconteceu em cerca de apenas dois anos, em um dos melhores momentos vividos pelo bitcoin no mercado.

Atualmente o preço do bitcoin está sendo cotado por volta de US$ 10.800 no mercado. Levando em consideração o cruzamento de médias móveis que aconteceu nesta sexta (2), o preço do bitcoin poderá crescer cerca de 5.000%.

Essa valorização deve fazer com que o bitcoin quebre a sua máxima histórica facilmente. Levando em consideração o que aconteceu em 2016, o preço do bitcoin chegará em um patamar jamais visto. Segundo a análise, em 2021 o preço do bitcoin poderá chegar em US$ 540 mil de acordo com a cotação atual da criptomoeda.

Paulo Carvalho
Paulo Carvalho
Jornalista em trânsito, escritor por acidente e apaixonado por criptomoedas. Entusiasta do mercado, ouviu falar em Bitcoin em 2013, mas era que nem caviar, "nunca vi, nem comi, só ouço falar".
Polícia faz operação contra fraude de criptomoedas

Polícia Civil prende pai que expôs filha no FaceCast

Um morador de uma cidade do interior de Minas Gerais teria utilizado o aplicativo FaceCast para cometer um crime contra sua própria filha. Denunciado...

Bilionário em Bitcoin vai concorrer ao governo da Califórnia

Um dos primeiros investidores em Bitcoin e CEO da empresa de capital de risco Social Capital, Chamath Palihapitiya, está concorrendo à governador da Califórnia....

Coluna do TradingView: Sentimento do mercado continua altista

Mesmo com Ethereum rompendo novos topos, as outras moedas não tem acompanhado o movimento e tem caído junto com o Bitcoin. Confira o olhar...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias

Bilionário em Bitcoin vai concorrer ao governo da Califórnia

Um dos primeiros investidores em Bitcoin e CEO da empresa de capital de risco Social Capital, Chamath Palihapitiya, está concorrendo à governador da Califórnia....

Coluna do TradingView: Sentimento do mercado continua altista

Mesmo com Ethereum rompendo novos topos, as outras moedas não tem acompanhado o movimento e tem caído junto com o Bitcoin. Confira o olhar...

Artigo da revista Time: “não demonizem o Bitcoin”

Conforme as criptomoedas vão ficando cada vez mais famosas, os críticos passam a apontar qualidades como defeitos. Assim, tem aumentado a propagação de uma...

Como as escolhas de Biden vão impactar as criptomoedas

O indicado para assumir a presidência da SEC, o órgão regulamentador e de controle dos mercados financeiros dos Estados Unidos, foi aprovado ontem pelo...

Gamestop (GME) sobe 145% em 2 horas, por quê?

Uma empresa com prejuízo acumulado de US$ 1,6 bilhão nos últimos 3 anos. Para piorar, atua principalmente em lojas físicas de videogames, um mercado...