Preço do bitcoin chegará em mais de US $ 500 mil após cruzamento de médias móveis

Última vez que duas médias móveis se cruzaram fez o preço do bitcoin subir 4.900%.

-

Siga no
Bitcoin pode se valorizar com a golden croos de médias móveis

O preço do bitcoin poderá viver uma enorme onda de valorização. Uma análise gráfica de três dias mostra que duas médias móveis do preço da criptomoeda se cruzaram. Quando este mesmo movimento aconteceu em 2016, o preço do bitcoin subiu 4.900% nos próximos dois anos.

O mercado de criptomoedas aposta em uma supervalorização para o bitcoin. Comparações com períodos anteriores revelam que o ativo digital vive um decisivo momento. Conhecida como “cruzamento dourado”, a intercessão entre as médias móveis de 50 e 200 semanas do preço do bitcoin podem resultar em um crescimento inesperado.

Média móvel mostra que bitcoin vai subir

Em fevereiro de 2016 as médias móveis de 50 e 200 semanas se encontraram. O preço do bitcoin acumulou uma valorização de 4.900% em cerca de dois anos após este encontro das médias móveis. Essa foi a única vez, até então, que as médias se cruzaram no gráfico de preços da criptomoeda.

A análise aponta que o cruzamento entre as médias revelará uma onda de valorização que está prestes a começar no mercado. Na última sexta-feira (2) novamente as médias se encontraram pela segunda vez. O momento não deveria ser mais otimista para o mercado.

Entusiastas e especialistas devem apostar que o preço do bitcoin poderá subir 4.900% assim como aconteceu em 2016. Após o cruzamento das duas médias móveis, a cotação da criptomoeda poderia vivenciar o mesmo desempenho de três anos atrás.

Criptomoeda saltou de US$ 400 para US$ 20 mil

A análise otimista sobre o que acontecerá com o preço do bitcoin foi publicada nas redes sociais. A informação foi divulgada pelo perfil da Bitstamp, uma corretora de criptomoedas localizada na Europa. 

Em uma imagem em que os anos de 2016 e 2019 são comparados, a exchange relembra o que aconteceu com o bitcoin. Naquela ocasião a criptomoeda saltou de cerca de US$ 400 para chegar em quase US$ 20 mil.

O estrondoso crescimento do bitcoin após o cruzamento das médias móveis em 2016 revela quase 5.000% de valorização acumulada. Esse aumento aconteceu em cerca de apenas dois anos, em um dos melhores momentos vividos pelo bitcoin no mercado.

Atualmente o preço do bitcoin está sendo cotado por volta de US$ 10.800 no mercado. Levando em consideração o cruzamento de médias móveis que aconteceu nesta sexta (2), o preço do bitcoin poderá crescer cerca de 5.000%.

Essa valorização deve fazer com que o bitcoin quebre a sua máxima histórica facilmente. Levando em consideração o que aconteceu em 2016, o preço do bitcoin chegará em um patamar jamais visto. Segundo a análise, em 2021 o preço do bitcoin poderá chegar em US$ 540 mil de acordo com a cotação atual da criptomoeda.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Anúncio

Bitcointrade - 95% dos depósitos aprovados em até 30 minutos!

Eleita a melhor corretora do Brasil. Segurança, Liquidez e Agilidade. Não perca mais tempo, complete seu cadastro em 5 minutos!

Complete seu cadastro em 5 minutos!
Paulo Carvalho
Paulo Carvalho
Jornalista em trânsito, escritor por acidente e apaixonado por criptomoedas. Entusiasta do mercado, ouviu falar em Bitcoin em 2013, mas era que nem caviar, "nunca vi, nem comi, só ouço falar".
Atlético Mineiro

Criptomoeda do Atlético Mineiro foi pausada

Após dois anos do anúncio de sua criptomoeda, o Clube Atlético Mineiro afirma que o projeto foi pausado. Chamada de GaloCoin, a criptomoeda ainda...
Mapa da América do Sul no Globo

Bitcoin explode na América do Sul, na contramão do mundo

O Bitcoin é uma moeda digital que não tem nenhuma relação com nenhum governo, sendo totalmente descentralizada. Em meio à pandemia, o interesse no...

Justiça aceita pedido de recuperação judicial da BWA Brasil, suspeita de golpe com bitcoin

A 2ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais do Foro Central Cível de São Paulo aceitou o pedido de recuperação judicial da BWA Brasil....