Análise do Bitcoin: Não estamos em bear market, ainda é um mercado de touros

A corrida de touros atual é muito parecida com 2013.

Siga no

O preço do Bitcoin sofre impacto por conta do Halving, evento que ocorre em média a cada 4 anos (210 mil blocos), sua inflação é ajustada e menos moedas são emitidas a cada 10 minutos em média, provocando um choque de oferta no mercado.

O índice MVRV (valor de mercado para valor realizado) é definido como a capitalização de mercado de um ativo dividido pela capitalização realizada. Assim podemos mapear os ciclos anteriores e rever comportamento de topos e fundos principais.

Gráfico ao vivo CryptoQuant MVRV
Gráfico ao vivo CryptoQuant MVRV

A caixa amarela é o melhor momento de venda e a caixa em verde sinaliza o melhor momento para compra, já abaixo na caixa em azul é um momento peculiar que acontece somente em bear market, após bater um topo nos preços próximo ao Halving, começando entre 900 a 800 dias restantes.

  1. REGIÃO CAIXA AZUL: 0.50 – 0.70
  2. REGIÃO CAIXA VERDE: 1.00 – 1.50
  3. REGIÃO CAIXA AMARELA: 3.00 – 3.70
  4. REGIÃO CAIXA VERMELHA: 5.00 – 6.50

Para ajudar á mapear os momentos cíclicos em que ocorre o mercado de baixa e o mercado de alta, utilizamos o modelo Stock-to-Flow do PlanB.

Modelo Stock-to-Flow
Modelo Stock-to-Flow

Durante o mercado de touros ocorre correção até a faixa na caixa verde (1.00 – 1.50), mas não até a caixa azul (0.50 – 0.70), portanto durante um mercado de alta a faixa em verde é o melhor momento de compra.

Durante os ciclos anteriores, incluindo 2017, os topos fim de ciclo ocorre somente abaixo de 900 a 800 dias restantes para o próximo Halving. Ainda faltam cerca de 1.000 dias para o próximo Halving.

Em 2017 houve um toque na caixa em amarelo e logo após um toque na caixa em verde (marcado no círculo roxo), e só depois busca a parte superior da faixa de venda e chega tocar em 5.00, sendo uma zona de perigo marcado na caixa em vermelho (5.00 – 6.50) no qual sinalizou TODOS os topos fim de ciclo do Bitcoin, incluindo 2017.

Após este movimento, alguns meses depois chegou o topo fim de ciclo, já que estava mais próximo do Halving. Só depois de tocar fora da caixa em amarelo, deixando uma máxima perto da faixa vermelha, o preço vem novamente para a caixa em verde e busca literalmente o ‘Fundo do Poço’, que ocorre somente em BEAR MARKET.

Gráfico ao vivo CryptoQuant MVRV
Gráfico ao vivo CryptoQuant MVRV

Em 2013 o primeiro topo ocorreu após o Halving e o MVRV buscou a faixa vermelha, isso não ocorreu no ciclo atual, e logo após os preços corrigem cerca de 80% levando o indicador até a caixa verde (melhor momento de compra) e então o preço busca seu novo nível histórico para aquele ciclo levando o indicador mais uma vez até a zona de perigo que MARCOU TODOS OS TOPOS DE CICLO DO BITCOIN, incluindo 2017.

Só após bater o topo no final daquele mesmo ano, o MVRV busca novamente a faixa verde e á perde em seguida pois neste momento o mercado virou para corrida de ursos e potencialmente o preço busca o fundo do poço na faixa em azul como marca a seta amarelo.

Historicamente somente no período em que estamos próximos ao Halving, abaixo de 900 a 800 dias restantes, a tendência de baixa formada no curto prazo leva-se ao bear market.

Marcado na caixa em azul nitidamente vemos o período em que MVRV alcança o fundo do poço, já bem perto do próximo Halving. O ‘Fundo do Poço’ literalmente acontece um pouco antes do evento e historicamente o Halving dá a largada para o ciclo de valorização.

Gráfico ao vivo CryptoQuant Preço Bitcoin
Gráfico ao vivo CryptoQuant Preço Bitcoin

Além de 2013 e 2017, o primeiro movimento antes do primeiro Halving, marcado do primeiro topo histórico em meados de 2011, também no meio da corrida de touros antes de alcançar a máxima do ciclo, o MVRV buscou a zona verde sinalizando o melhor momento de compra.

Igual ocorreu em 2013? Igual ocorreu em 2017? Igual está ocorrendo neste ciclo atual?

Gráfico ao vivo CryptoQuant Preço Bitcoin
Gráfico ao vivo CryptoQuant Preço Bitcoin

O primeiro movimento antes do primeiro Halving foi seguido de 4 topos, 4 ATH, sendo o último topo marcando o fim do primeiro ciclo em $30,00. Como mostra no MVRV em círculo branco, após bater a primeira ATH em $0,09 o indicador busca a melhor zona de compra na caixa verde.

Como a volatilidade era muito maior na época por conta do baixo volume e marketcap, o indicador foi muito além da zona marcada, e ficou um tempo lateral entre a zona de perigo e a zona de venda, justamente porque o preço neste primeiro ciclo fez 4 topos, tendo então 3 correções no meio da corrida.

Gráfico ao vivo CryptoQuant Preço Bitcoin
Gráfico ao vivo CryptoQuant Preço Bitcoin

Após o topo em $30,00 daquele ciclo chegando próximo do Halving, a corrida de ursos aparece e o evento ocorre durante ela em 2012 com Bitcoin corrigindo mais de 93% desde seu último topo histórico.

Gráfico ao vivo CryptoQuant Preço Bitcoin
Gráfico ao vivo CryptoQuant Preço Bitcoin

Os preços em 2013 nos mostram exatamente o mesmo comportamento, onde o MVRV vai até a zona verde enquanto os preços corrigem cerca de 80% (o gráfico mostra 73% pois as linhas marcam fechamento), e logo após uma tendência de baixa corretiva, que historicamente acontece em todos os ciclos, a ATH chega em $1,160 e começa um novo mercado de ursos, já que estamos próximos do Halving que acontece em meados de 2016.

Gráfico ao vivo CryptoQuant Preço Bitcoin
Gráfico ao vivo CryptoQuant Preço Bitcoin

Portanto o momento atual que vivenciamos é justamente o toque na zona em verde no qual demonstra o melhor momento de compra, porque ainda estamos em mercado de touros.

A faixa que estamos acumulando já fez o indicador MVRV tocar na faixa entre 1.50 – 1.00 sinalizando O MELHOR MOMENTO DE COMPRA! No curto prazo até poderíamos buscar a faixa de $25,000 – $24,000 caso haja mais uma busca por liquidez, porém foram feitas duas armadilhas abaixo do suporte principal indicando que os touros esperavam pelos ursos para o contra-ataque.

Modelo Stock-to-Flow
Modelo Stock-to-Flow

Os momentos marcados no MVRV conseguimos observar também com clareza no modelo S2F do @PlanB, a seta preta indica os momentos iguais o que estamos vivenciando e em vermelho o topo fim de ciclo, no qual tenho um primeiro alvo marcado para $ 80,000 – $100,000 e segundo alvo entre $180,000 – $200,000.

A corrida de touros atual é muito parecida com 2013, repare como os dois topos na seta preto foi maior que a média 365 do S2F, já em 2017 não.

Índice medo/ganância
Índice medo/ganância

Para concluir trago o índice do medo/ganância mostrando hoje o mesmo nível desde o COVID DAY em março de 2020, justamente indicando sentimento do mercado para de fato $ 30,000 ser o fundo. Fundos são marcados por extremo medo e topos por extrema ganância.

  • Não tenho maiores históricos do índice medo/ganância, o máximo que tenho disponível vai até o começo de 2018.
  • Para mais detalhes sobre o Índice MVRV acesse diretamente o site da CryptoQuant para ver em detalhes tudo sobre o dado utilizado.
Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gabriel Cordeirohttps://www.investemais.net/
Sou Gabriel, Gestor Fundo Privado na InvesteMais. Analista dados on-chain/Técnico. Investidor e Trader criptoativos. Atuava no Mercado Tradicional, agora é 24/7 Bitcoin!
PayPal e Bitcoin

PayPal anuncia novo aplicativo para criptomoedas

O PayPal continua apostando nas criptomoedas, após ingressar no criptomercado há cerca de um ano, a empresa revelou seu novo app que traz recursos...
Ethereum. (Imagem: Adobe Stock)

Investidor veterano alerta: “Ethereum está entrando em momento de queda prolongada”

Peter Brandt é um veterano do mercado de investimentos e um nome bem respeitado entre quem acompanha criptomoedas. Peter não é um estranho para o...

“Corretoras de criptomoedas estão em risco”, diz Bloomberg

As corretoras de criptomoedas dos EUA podem estar prestes a enfrentar um grande risco de existência conforme as questões sobre a regulamentação do setor...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias