Bitcoin cai após China proibir transações com criptomoedas

O movimento começou a causar pânico entre alguns investidores, derrubando o preço do bitcoin e de várias outras moedas. O Bitcoin caiu 5,5% no momento da publicação.

Siga no
China bane Bitcoin. Imagem: Adobe Stock
China bane Bitcoin. Imagem: Adobe Stock

O preço do bitcoin caiu para menos de US $ 45.000 depois que o banco central da China anunciou que proibirá todas as transações com criptomoedas.

Nesta sexta-feira (24), o banco central da China anunciou que todos os serviços que permitem que moedas fiduciárias sejam trocadas por criptomoedas serão agora tratados como atividades ilegais.

O PBoC divulgou o memorando em 15 de setembro, mas o postou online hoje.

Em um comunicado, o Banco Popular da China disse que a medida é para evitar os riscos em torno do comércio de criptomoedas e para manter a segurança nacional e a estabilidade social.

Banco central da China anunciou que proibirá todas as transações com criptomoedas.
Banco central da China anunciou que proibirá todas as transações com criptomoedas.

Chineses não podem mais negociar criptomoedas

Este tratamento visa serviços de balcão ainda disponíveis na Huobi, OKEx e Binance que permitem que os usuários chineses troquem yuan por ativos digitais.

O aviso também afirma que a oferta de serviços de comércio de cripto-derivados na China também é um negócio ilegal, mesmo para corretoras estrangeiras que prestam o serviço a cidadãos chineses. No entanto, não está claro se Huobi, OKEx e Binance interromperão seus serviços OTC.

O banco central da China disse que as criptomoedas, incluindo Bitcoin e Tether, não podem circular no mercado por não serem moeda fiduciária.

O PBoC disse que intensificou sua infraestrutura para identificar transações relacionadas à criptomoedas e eliminar qualquer tipo de atividade especulativa de comércio. “As instituições financeiras e não bancárias de pagamento não podem oferecer serviços para atividades e operações relacionadas a moedas virtuais”, disse o banco.

Pânico

O governo chinês “reprimirá resolutamente a especulação com moeda virtual e atividades financeiras relacionadas e mau comportamento, a fim de salvaguardar as propriedades das pessoas e manter a ordem econômica, financeira e social”, disse o Banco Popular da China em um comunicado.

O movimento começou a causar pânico entre alguns investidores, derrubando o preço do bitcoin e de várias outras moedas. O Bitcoin caiu 5,5% no momento da publicação.

A Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma disse que estava lançando uma limpeza nacional da mineração de criptomoedas – uma tarefa que ela disse ser “imperativa”.

Esta não é a primeira vez que a China declara repressão às atividades relacionadas à criptomoedas, mas até agora muitas agências governamentais não haviam colaborado com esses esforços.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Livecoins
Livecoins é um portal de blockchain e criptoeconomia focado em notícias, artigos, análises, dicas e tutoriais.
Jack Dorsey, CEO do Twitter e fã do Bitcoin

Empresa de CEO do Twitter quer minerar Bitcoin

A Square, empresa de Jack Dorsey listada na NYSE, quer minerar Bitcoin como estratégia de negócio. A informação foi compartilhada por Dorsey em seu Twitter,...
Pedro-Bial-Hashdex

Pedro Bial testemunha o poder transformador das criptomoedas em campanha da Hashdex

A Hashdex surgiu para democratizar os investimentos em criptomoedas, oferecendo produtos seguros e regulados para todos os investidores. Atuando como ponte entre o mercado...
Símbolo da Binance em meio aos prédios sede endereço

Binance lançará o maior programa já anunciado na criptosfera

Para expandir os recursos do ecossistema Binance Smart Chain e implementá-lo em todo o setor de tecnologia financeira no futuro, a corretora de criptomoedas...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias