O bitcoin contribuindo para a conscientização do Autismo

Temos outras passagens marcantes das criptomoedas no mundo do autismo que valem a pena serem destacadas para, quem sabe, incentivar mais e mais as pessoas do mercado a olharem com carinho para essa causa.

O dia 2 de abril nos reporta ao Dia Mundial da Conscientização do Autismo, o que acaba fazendo de abril o mês da conscientização autista.

Por que vamos falar disso aqui?

Em primeiro lugar, eu falo disso sempre com muita fé na luta, na esperança de um mundo melhor e com o coração apertado de mãe. Sim, eu tenho um anjinho azul. Minha filha, Rafaella, é uma linda menina de 10 anos, diagnosticada com TEA (Transtorno do Espectro Autista) perto dos dois anos de idade.

Dito isso, falemos então de como bitcoin, criptomoedas e tecnologia blockchain, em geral, têm contribuído para a causa das pessoas com autismo.

Eu mesma, no ano passado, neste mesmo período, estava participando de uma campanha na comunidade de criptomoedas que buscava fundos para o tratamento de uma menina com autismo. Foi lindo ver a comunidade toda envolvida no tema.

Tínhamos o objetivo de acumular fundos para o tratamento da Jojo, filha de nosso querido Cassio Gusson, jornalista do Cointelegraph, pois a menina necessitava de um tratamento na Rússia.

Mobilizamos o mercado todo e a participação foi maciça: saímos em todos os jornais, reunimos uma gama gigante de investidores, artistas, mídias e até exchanges – pasmem! De nacionais e estrangeiras!

Foi lindo demais! Nessa ação para a Jojo, por exemplo, tivemos a participação do artista plástico Fernando Quevedo (@quevedoart) – não desmerecendo os demais, porque todos contribuíram muito – que criou, especialmente para a ocasião, um NFT para a Jojo (você pode vê-lo no opensea) em doação para a campanha.

A obra foi arrematada por 1 ETH em um leilão, por ninguém menos que Don Tapscott, escritor e pesquisador, que é conhecido por abordar temas relacionados à cultura digital, Web 2.0 e Geração Internet.

Arte Quevedo

(@quevedoart)JOANA CIDADÃ DO MUNDO

Propriedade de Don Tapscott

Veja a arte no OpenSea

 

Temos outras passagens marcantes das criptomoedas no mundo do autismo que valem a pena serem destacadas para, quem sabe, incentivar mais e mais as pessoas do mercado a olharem com carinho para essa causa.

Greta Thunberg, que é autista, tornou-se ícone da causa ambiental desde sua primeira greve escolar, em agosto de 2018, e também foi nomeada Pessoa do Ano 2019 da revista Time.

Coincidentemente, em que pese sua arrecadação não seja focado no espectro, Greta abocanhou uma doação de Justin Sun, CEO da criptomoeda Tron e da BitTorrent, no valor de US$ 1 milhão.

Detalhe: por mais que Greta seja uma figura pública, não se poupam críticas a ela pela ausência de reações e emojions, aos quais ela muito provavelmente não tenha condições de exibir por sua condição de autista.

E ela respondeu lindamente certa vez defendendo o que chamou “super poder”.

Realidade virtual ajuda crianças com autismo a viver mundo real: segundo matéria publicada aqui a clínica britânica Prior’s Court , especializada em assistência e educação para pessoas com autismo, está usando dispositivos de realidade virtual e mineração de dados para ajudar crianças no espectro a se acostumarem com situações que provavelmente encontrarão fora da escola.

Os cenários de realidade virtual introduzem as crianças a situações como visitar um shopping ou entrar em uma aeronave, sem deixar o conforto e a segurança da sala de aula. O metaverso que já chegou por lá para o desenvolvimento dos nossos anjos azuis.

Lúcio Fonseca, autista, trabalha com cripto e NFT – Ele é considerado inspiração na comunidade cripto, pois acreditou nas moedas digitais em 2014, quando pouco se falava ou investia em criptoativos no Brasil.

Lúcio Fonseca se provou um visionário, como muitos de nós que já caminham há algum tempo na estrada da economia intangível. Lúcio tem 23 anos e os diagnósticos de Autistmo e TDAH (Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade), mesmo que minha filha Rafaella, mas isso nunca foi problema para ele.

Muito pelo contrário. Mesmo vivenciando o preconceito, nunca aceitou a narrativa de vítima.“Eu me considero excelente, apesar do autismo e acredito que ele não me impede de fazer as coisas que gosto, e é essa exata mensagem que gosto de espalhar!

Que apesar das suas condições você é sim, capaz de perseguir seus sonhos e fazer o que gosta”, disse nesta entrevista ao Jornal de Brasília.

Elon Musk – CEO da Tesla e fundador da SpaceX, ele revelou ser diagnosticado com autismo nesta edição do Saturday Night Live.

Um dos homens mais ricos do mundo, Musk disse ser o primeiro autista a apresentar o programa, uma das atrações de maior audiência da televisão estadunidense. “Ou pelo menos o primeiro a admitir isso”, brincou ele. “Às vezes, após dizer algo, tenho que dizer o que significa. Olha, eu sei que às vezes digo ou posto coisas estranhas, mas é assim que meu cérebro funciona”, completou.

Fundação de Estudos do Autismo aceita criptoativos como doações nos EUA: a solidariedade e inclusão fazem parte da comunidade cripto e já vimos isso aqui no Brasil com a campanha que lideramos pela Jojo (mencionada nesse artigo), e ao redor do mundo também.

A Autism Science Foundation (ASF), nos EUA, passou a aceitar doações em criptoativos desde o ano passado para o financiamento de suas pesquisas. A iniciativa surgiu após um apoio massivo da comunidade cripto em evento da instituição em Nova Iorque.

Vou deixar aqui também um perfil que achei muito bacana, de um jovem americano diagnosticado como Asperger, que investe em criptomoedas e quer se conectar a comunidade.

Segundo ele, a ideia de investir em cripto é para reverter fundos para o autismo: @AutismCrypto1.

Por mais ações como essas!

Vem comigo! E com a Rafa!

* Ana Paula Rabello é mãe da Rafaella, Contadora de Criptoativos e autora do Blog Declarando Bitcoin.

Baixe o NOVO ebook – ‘Como Declarar Bitcoin e Outros Criptoativos no Imposto de Renda –

https://abrir.link/CUm1d

CURSO: ‘Tributação de Criptoativos – Abordagem prática para contadores’

https://go.hotmart.com/O64035009L

Siga no Twitter

https://twitter.com/declarandobtc

Curte a página no Facebook

https://www.facebook.com/declarandobitcoin/

Acompanha também no Instagram

https://www.instagram.com/declarandobitcoin/

Telegram

https://t.me/declarandobitcoin

Tik Tok

https://vm.tiktok.com/ZMdo9X2W8/

Te inscreve no canal do Youtube para notificação de vídeos semanais

https://www.youtube.com/c/DeclarandoBitcoin

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Ana Paula Rabellohttps://www.declarandobitcoin.com.br/
Contadora, Perita Judicial e Especialista em Imposto de Renda

Últimas notícias