Bitcoin cai e queda pode ser ainda maior

Promoção de fim de ano?

Siga no
Gráfico de Preço do Bitcoin
Gráfico de Preço do Bitcoin

O Bitcoin despenca seus preços nesta terça, porém, a queda pode ser ainda maior. Cotado em cerca de U$ 6,800, os olhares estão no suporte de U$ 6,500.

Após fechar no dia 16 abaixo de U$ 7 mil, os traders de Bitcoin tem visto um cenário perigoso no fim de ano. Isso porque, a última vez que o Bitcoin fechou abaixo da marca foi em maio de 2019, ou seja, passou quase sete meses acima de U$ 7 mil.

Com a retração, alguns traders tem buscado entender onde o preço do Bitcoin pode parar. A marca de U$ 6,500, para alguns, poderá definir o futuro da moeda nos próximos meses.

Bitcoin despenca e traders acompanham preços de olho em mais queda

De acordo com análise postada por Vildana Hajric na Bloomberg, o Bitcoin está em uma zona de risco para os preços. A proximidade com o suporte em U$ 6,500 é o que mais chama atenção.

A análise feita por Vildana acredita que, se caso o Bitcoin perca o suporte, a queda pode levar os preços até U$ 4 mil dólares. O cenário certamente é desesperador neste sentido, de forma que o Bitcoin viu essa região de preços pela última vez em março de 2019.

Para o analista Matt Maley, as altas e baixas do Bitcoin nos últimos meses não tem sido boas. Além disso, o analista afirmou que a tecnologia da moeda digital poderá demorar até uma possível adoção.

No lado fundamental das coisas, acho que o Bitcoin é viável, mas vai demorar muito mais do que a maioria das pessoas pensa para ganhar tração.

Para Vildana, um grande problema da atual queda de preços é relacionado às pirâmides financeiras de Bitcoin. De acordo com a analista, uma pirâmide estaria por trás da queda, ao vender os BTCs angariados com um golpe.

Pirâmide PlusToken está vendendo Bitcoin em massa

De acordo com um relatório da Chainalysis, a pirâmide PlusToken estaria vendendo Bitcoin no mercado. A fraudulenta operação conseguiu 180 mil bitcoins em um golpe, que estariam sendo despejados nas corretoras. A pressão das vendas estaria fazendo com que os preços do Bitcoin despenquem.

Além disso, a pirâmide estaria utilizando mixers de Bitcoin e mercado OTC para fazer os despejos. Ou seja, será difícil para o movimento de baleia, que está vendendo em massa as moedas digitais.

Na última segunda, o Bitcoin chegou a registrar uma desvalorização superior a 5% em menos de 24 horas. Em resumo, o fim de ano poderá ser de vendas, caso as pirâmides continuem a despejar os frutos de seus golpes no mercado.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Youtuber Felipe Neto

Criptomoeda com “potencial imenso” que Felipe Neto investiu derrete 53%

Uma criptomoeda que o youtuber Felipe Neto investiu derreteu 53% e chamou a atenção de um analista da bolsa de valores brasileira. O projeto em...
Alibaba Bitcoin

Alibaba proíbe venda de equipamentos de mineração de bitcoin

A proibição do Bitcoin na China começa a afetar outros setores da indústria. Desta vez a gigante Alibaba, 9ª maior empresa do mundo por...
Fachada de agência do Banco do Brasil

Tokecardume ou Bitemoeda? – Vejas as questões sobre criptomoedas do concurso do Banco do...

No último domingo (26), o concurso do Banco do Brasil foi aplicado em diversas cidades do Brasil, com várias questões sendo vistas sobre Bitcoin...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias