Início Bitcoin Bitcoin dispara, se aproxima de R$ 300 mil, mas trader veterano pede...

Bitcoin dispara, se aproxima de R$ 300 mil, mas trader veterano pede cautela

Bitcoin deixa altcoins no chão com nova alta.

O preço do Bitcoin disparou nesta quarta-feira (6), tendo rompido a marca de US$ 55 mil e se aproximado no Brasil de R$ 300 mil. A nova alta da criptomoeda chamou a atenção de muitos traders.

Certamente a alta do Bitcoin no mercado coloca muitas pessoas em atenção, visto que no Brasil, por exemplo, a moeda digital foi a única proteção contra a inflação nos últimos meses.

Dessa forma, o novo movimento no mercado, iniciado ainda no dia 30 de setembro, volta a chamar atenção, visto que desde maio o Bitcoin não alcançava essa cotação.

Apesar do movimento ser importante para os fãs da tecnologia, que podem buscar a explicação do porque o Bitcoin subiu novamente, um trader veterano no mercado acabou compartilhando sua visão um pouco mais conservadora.

Criador do indicador técnico Bandas de Bollinger, o veterano John Bollinger anunciou que irá passar algumas semanas longe das negociações de Bitcoin, visto que está saindo de viagem. Mas antes de seu passeio, ele pediu que os traders da criptomoeda devem permanecer com cautela em suas negociações, visto que uma das metas de seu indicador já havia sido alcançada.

Apesar do tom de cautela, ele disse que “tudo está limpo por enquanto”, desejando boas negociações aos traders de Bitcoin.

“Segunda meta alcançada, $BTCUSD. UpperBB expandindo com a alta. Mantenha uma parada móvel, como o BBstop ou um Chandelier. Tudo limpo por enquanto, mas começando a procurar sinais de um topo / saída. Vou viajar algumas semanas. Boa negociação! #Bitcoin”

O tom otimista de Bollinger chama a atenção também porque no final de agosto de 2021 ele previu que o mercado poderia cair, mas não parece agora que ele fará uma viagem preocupado com a cotação da principal criptomoeda.

Bitcoin no Brasil segue ajudado por disparada também do Dólar

Muito se fala no mercado de investimentos tradicionais em dolarizar o patrimônio, prática que muitos fazem até com abertura de offshores e compras de ações no exterior.

Contudo, o principal par de negociação do Bitcoin no mundo é em relação ao Dólar, que acaba afetando a cotação da moeda digital em países como o Brasil, por exemplo.

Como o Dólar sobe para R$ 5,51 por unidade nesta quarta, o movimento do Bitcoin ganhou ainda mais força no país sul-americano, se aproximando de R$ 300 mil, cotado em 296 mil reais no momento da redação desta.

Em plataformas descentralizadas, como a Bisq, o Bitcoin superou os R$ 320 mil. Já na LocalBitcoins o preço chegou a R$ 305 mil por unidade.