Bitcoin está na quarta onda de adoção: “aceitação e compreensão”, entenda

Bitcoin vive a quarta onda de adoção, definida pelo executivo como "aceitação e compreensão". As primeiras três ondas foram exuberância, especulação e utilidade.

Siga no
Moeda Bitcoin cercado por bandeira de países adoção
Moeda Bitcoin cercado por bandeira de países

Marshall Hayner, o CEO da Metal Pay disse acreditar que o Bitcoin está na sua quarta onda de adoção por novos usuários. A crença acontece em meio a um apoio institucional à moeda digital sem precedentes.

O Bitcoin tem o potencial de ser a primeira moeda em larga escala da internet. Desse modo, seu uso poderia até alcançar toda a população mundial, sendo a primeira moeda global.

Com o crescimento da adoção por empresas no mundo todo, o movimento atual do Bitcoin reflete seu potencial. Nas últimas três ondas de adoção, a descoberta do Bitcoin foi feita principalmente por pessoas comuns.

Bitcoin certamente está na sua quarta onda de adoção, novos usuários estão vindo

A comunidade Bitcoin carrega uma esperança há alguns anos: adoção em massa. Essa esperança ficou mais forte em 2021, com um bom momento de mercado.

Muito além da alta no preço do Bitcoin, empresas e figuras públicas começaram a falar de criptomoedas. A Microstrategy, por exemplo, adicionou mais de 70 mil bitcoins a sua reserva de emergência.

Entre receios de uma alta na inflação, ou pura especulação, o movimento atraiu investidores de todas as classes. De acordo com Marshall Hayner, CEO da Metal Pay, o Bitcoin vive uma fase que reflete a quarta onda de adoção.

Em conversa com a Forbes, o executivo apontou que a adoção institucional é o marco dos últimos meses.

O CEO do Twitter, inclusive, comprou Bitcoin para compor a reserva da Square, outra de suas empresas. O PayPal, que já teve CEOs críticos ao Bitcoin, agora comercializa a moeda nos Estados Unidos.

Ou seja, com alta liquidez, o Bitcoin vive a quarta onda, definida pelo executivo como de “aceitação e compreensão”. As primeiras três ondas foram exuberância, especulação e utilidade, na visão do CEO da Metal Pay.

Altcoins e DeFi também deverão ter destaque no futuro breve

Marshall Hayner não é um executivo maximalista do Bitcoin. Por maximalista, entendem-se aquelas pessoas que gostam apenas do Bitcoin.

Hayner acredita que altcoins, moedas além do Bitcoin, poderão ter destaque em breve. Ele afirmou que o movimento poderá surpreender muitas pessoas ainda em 2021.

Entre projetos promissores, ele acredita que stablecoins ganhem relevância no mercado. Além disso, NFTs, como exemplo aqueles tokens criados pelo idealizador do desenho Rick And Morty recentemente, ganharão tração no mercado.

Por fim, Marshall acredita que o ano de 2021 tem espaço para o crescimento de DeFi e moedas oráculos. O ano de 2020 viu um grande movimento neste setor, principalmente com a Chainlink, Band e Uniswap.

O executivo afirmou também que o “Bitcoin é um jogo de paciência“. Dessa forma, a comunidade deve esquecer um pouco o preço nas alturas e focar em adoção, desenvolvimento da tecnologia e educação.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Gráfico de preço da Cardano em alta

Cardano líder em número de desenvolvedores? Não caia nessa!

Um estudo de atividades no GitHub, principal repositório do código-fonte das criptomoedas, mostrou a Cardano na liderança nos últimos 12 meses. Os dados foram...

DeFi: três setores de grande potencial

De acordo com dados da Messari, o volume trimestral das Corretoras Descentralizadas (DEXs) no final do segundo trimestre de 2021 foi de R$ 2...
Criptomoeda Tether com sinais vermelhos

Michael Burry faz alerta sobre criptomoeda Tether

O lendário trader Michael Burry compartilhou em seu Twitter que a criptomoeda Tether pode estar no meio da confusão da Evergrande na China. Vale notar...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias