Início Bitcoin Comunidade Bitcoin de olho na Receita que poderá adiar IRPF

Comunidade Bitcoin de olho na Receita que poderá adiar IRPF

Decisão está sob avaliação!

192
Receita Federal do Brasil
Receita Federal do Brasil

O prazo para entrega do IRPF poderá adiar, de acordo com um supervisor da Receita, dando uma boa notícia aos investidores de Bitcoin no Brasil. Apesar disso, a Instrução Normativa 1888 de 2019 continua valendo.

Um tempo poderá ser ganho aqueles que ainda não fizeram sua declaração de renda à receita federal. Isso porque, com os impactos econômicos com o coronavírus, há estudos na mesa analisando o possível adiamento da cobrança de impostos.

Um dos motivos que embasam a medida é a preocupação com a população idosa, que não possui fácil acesso à tecnologia. Com isso, precisam sair de casa para buscar ajuda, sendo uma conduta desencorajada no atual momento de pandemia.

Comunidade Bitcoin de olho na Receita Federal do Brasil, que poderá adiar entrega do IRPF

A preocupação com o prazo da entrega do Imposto de Renda Pessoa Física entrou na mira do coronavírus. Isso porque, algumas pessoas possuem a necessidade de se locomover para buscar ajuda no preenchimento do IRPF.

Uma população que se encaixa nesta realidade é a de idosos, que possuem dificuldades ao manusear computadores e celulares. Muitos procuram universidades e sindicatos na hora do preenchimento. Contudo, com universidades fechadas e, além disso, a importância de evitar que os idosos saiam de casa, a Receita está considerando alternativas.

De acordo com a UOL, o supervisor do IR, Joaquim Adir deixou claro que há uma análise da autarquia em andamento. Por hora, o prazo final de 30 de abril está mantido.

Até o último dia 12, a Receita havia recebido apenas 11% das declarações esperadas. Contudo, ainda faltam um mês e meio para o fim das entregas, que poderiam ser aceleradas e descartaria a necessidade de adiamento.

A UOL destacou que perder o fim do prazo acarreta multa de R$ 164 ao contribuinte. Dependendo do caso, pode chegar até em 20% do valor devido. Ou seja, caso o coronavírus atrapalhe o recolhimento de informações pela Receita, o governo deverá optar por adiar a entrega do IRPF.

Receita Federal e criptomoedas
Receita Federal e criptomoedas

Bitcoin deve ser declarado não apenas no IRPF

Apesar de uma possível decisão da Receita de adiar o IRPF, a comunidade Bitcoin não fica tão aliviada. Desde 2019, com a Instrução Normativa 1888, a Receita tem monitorado atividades em corretoras brasileiras.

Com isso, aqueles traders que operam nos ambientes devem declarar seus ganhos de capital com Bitcoin. Aqueles que ganham mais que R$ 30 mil por mês com negociações de Bitcoin devem declarar mensalmente.

Na declaração do IRPF, ficam obrigados a declarar aqueles que obtém mais que R$ 35 mil de ganhos. A declaração de criptomoedas é feita na aba “Bens e Direitos” no programa oficial da Receita.

Além disso, tem que declarar quem fez compras com criptomoedas, doações, transferências de qualquer tipo. Ou seja, apesar de um possível fôlego para declarar os ganhos com Bitcoin, a Receita deverá cobrar conforme a legislação vigente.

Para aqueles que não possuem dúvidas sobre como declarar o Bitcoin em seu imposto de renda, um manual com as regras foi divulgado no Livecoins.

Aplicativo da Receita Federal do Brasil
Aplicativo da Receita Federal do Brasil – Marcello Casal Jr/Agência Brasil
---------------------------------------------- BitcoinTrade: 95% dos depósitos aprovados em até 30 minutos! Cadastre-se agora! Eleita a melhor corretora do Brasil. Segurança, Liquidez e Agilidade. Não perca mais tempo, complete seu cadastro em 5 minutos! www.bitcointrade.com.br