Bitcoin pode ser tratado como commodity de acordo com Juíza Americana

Em teoria, sob uma perspectiva regulatória, o bitcoin poderia ser tratado como ouro ou petróleo, e ter ETFs construídos em torno dele muito parecido com commodities de produtos físicos

Siga no

O longo debate sobre o que o bitcoin realmente é de uma perspectiva regulatória – moeda ou commodity – finalmente pode chegar ao fim. A Commodity Futures Trading Commission (CFTC) definiu oficialmente o bitcoin como commodity.

No mês passado, a SEC rejeitou nove propostas diferentes de ETF do Bitcoin alegando preocupações para evitar “práticas fraudulentas e manipuladoras”. A SEC até agora só rejeitou os planos de ETF em bitcoin.

“As commodities – ou commodity, no singular – é uma expressão do inglês que se difundiu no linguajar econômico para fazer referência a um determinado bem ou produto de origem primária comercializado nas bolsas de mercadorias e valores de todo o mundo e que possui um grande valor comercial e estratégico. Geralmente, trata-se de recursos minerais, vegetais ou agrícolas, tais como o petróleo, o carvão mineral, a soja, a cana-de-açúcar e outros.” [1]

Em outras palavras, “Commodities são todas as matérias-primas essenciais que possuem baixo nível de industrialização. Elas são produzidas em grande quantidade sem diferenças entre marcas e podem ser estocadas sem perda de qualidade como o petróleo, o trigo e etc. As commodities servem de base para a indústria no mundo inteiro e são comercializadas globalmente em grande volume.” [2]

Em teoria, sob uma perspectiva regulatória, o bitcoin poderia ser tratado como ouro ou petróleo, e ter ETFs construídos em torno dele muito parecido com commodities de produtos físicos

Uma juíza federal afirmou que as moedas digitais devem ser vistas como commodities. Isso continuará a dar à CFTC o direito de policiar acusações de fraude na indústria das criptomoedas. A decisão foi tomada na quarta-feira em um caso de fraude na empresa My Big Coin Pay Inc.

A Commodity Futures Trading Commission (CFTC) processou o empresário Randall Crater por seu envolvimento em uma suposta fraude de US $ 6 milhões contra um grupo de investidores da criptomoeda pouco conhecida, My Big Coin.

Crater foi acusado de apropriação indébita de fundos de 28 clientes diferentes que venderam o ativo digital utilizando um “marketing” dizendo que o ativo era Bitcoin, além de afirmar que cada unidade era apoiada por ouro real.

O advogado de defesa do caso tentou negar, alegando que a CFTC não tinha o direito de julgar casos envolvendo moedas digitais. O argumento deles afirmava que criptomoedas como a My Big Coin não são nem um serviço no qual contratos futuros são negociados ou um bem tangível e, portanto, não era o lugar da comissão agir.

No entanto, a juíza norte-americana Rya Zobel afirmou que a My Big Coin se enquadra na definição de commodity oferecida pela Commodity Exchange Act, uma vez que a lei não usa categorias estreitas como tipos ou marcas para fazer classificações.

Zobel afirmou que a My Big Coin e o Bitcoin eram ativos digitais e o Bitcoin já tinha contratos futuros, isso dava à CFTC o direito de julgar casos envolvendo outras criptomoedas. De acordo com a Reuters, ela afirmou na decisão:

“Isso é suficiente para que a My Big Coin seja considerada um ‘commodity’ sob a Lei.”

O preço do bitcoin é sensível às notícias regulatórias e essa notícia gerou um pouco de confusão. Os preços praticamente não foram afetados e, de fato, ficaram estáveis. Os traders estão esperando um maior significado.

Enquanto o dinheiro do investidor estiver envolvido, a regulamentação é inevitável. Todos os olhos estão na SEC dos EUA. Se eles aprovarem os ETFs do Bitcoin, os preços provavelmente aumentarão.

O “próximo giro da roleta” na saga do ETF bitcoin vem no final deste mês, em 30 de setembro, quando se espera que a SEC decida sobre o proposto ETF VanEck SolidX Bitcoin Trust .

Com fontes de: Nasdaq, Bitcoin.com.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Mateus Nuneshttps://livecoins.com.br
Fundador do Livecoins. Analista de Sistemas, entusiasta de criptomoedas e blockchain. Tradutor do site Bitcoin.org
Empresário com uma mala entrando em uma abertura em forma de bitcoin na parede

Bilionários participarão de evento que ensina empresas comprar bitcoin

Dois bilionários do mercado de Bitcoin participarão de um evento para que mais empresas conheçam sobre a tecnologia. No ano de 2021, a MicroStrategy...
Moeda Bitcoin e gráficos com câmera de segurança e vigilância

E se o prêmio do Big Brother Brasil fosse em Bitcoin?

Uma página fez um levantamento sobre quanto os vencedores do Big Brother Brasil teriam se tivessem comprado Bitcoin com o prêmio recebido. A página...
Top Influencer LinkedIn Gustavo Caetano

CEO da Sambatech vende carro e investe em criptomoedas

Um brasileiro TOP influencer no LinkedIn revelou que vendeu seu carro e investiu todo o valor em criptomoedas e fundo imobiliário. Fundador e CEO...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias