“Bitcoin é igual o Kenny do South Park, morre, mas sempre volta”, diz diretor do Morgan Stanley

Como Lynch afirmou, o Bitcoin se beneficia da incerteza, abrindo possibilidade para investidores trabalharem com momentos de queda e de alta.

Siga no

South Park é um dos desenhos mais famosos dos últimos anos, com um humor adulto e ácido e personagens simples, mas memoráveis. De acordo com Dennis Lynch, chefe Counterpoint Global, o Bitcoin tem muita semelhança com um dos personagens da série animada, “morrendo”, mas sempre voltando depois.

A principal piada envolvendo Kenny na série animada é que ele morreu (e ainda morre) constantemente, mas sempre volta depois como se nada tivesse acontecido. A piada recorrente se tornou um dos fatos mais conhecidos sobre South Park.

O chefe da Counterpoint Global, braço de investimentos do banco Morgan Stanley, falou durante a conferência Morningstar sobre como o Bitcoin se parece com o personagem da série animada.

Ele comparou a situação de como o Bitcoin sempre parece morrer por causa da volatilidade do preço, mas acaba voltando ileso para níveis anteriores.

“O Bitcoin é como o Kenny do South Park, que morre, mas sempre volta. O mesmo acontece com o preço do Bitcoin.

O Bitcoin é estável em sua volatilidade e ele se beneficia dessa incerteza.”, afirmou Lynch durante a sua apresentação.

Lynch não está errado sobre a sua afirmação, apesar da comparação inusitada. O Bitcoin já “morreu tanto” que existem diferentes obituários na internet mostrando todas as vezes que a moeda digital foi declarada morta.

Como é de se imaginar, nenhuma dessas vezes o Bitcoin morreu de verdade com a moeda sempre voltando cada vez mais forte, alcançando até mesmo recentes recordes acima dos US$ 50 mil.

Como Lynch afirmou, o Bitcoin se beneficia da incerteza, abrindo possibilidade para investidores trabalharem com momentos de queda e de alta.

Esses momentos também ajudam o Bitcoin a ganhar mais espaço dentro do Mainstream, quando muitos veem que a “moeda que morreu” voltou com força, provando que o BTC é muito mais resiliente do que a maioria imagina.

Vale ressaltar que ao contrário de muitas entidades, o Morgan Stanley tem uma posição mais favorável ao Bitcoin, tendo até mesmo dois fundos de Bitcoin, além de uma unidade própria para o estudo de blockchain e criptomoedas.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.
Celular com aplicativo do PayPal, dinheiro digital

PayPal diz que brasileiros estão prontos para abrir mão do dinheiro físico

Uma pesquisa liberada pelo PayPal nesta segunda-feira (18) indica que os brasileiros estão prontos para abrir mão do dinheiro físico, também chamado de "em...
Encontro marcado pelo Tinder Bitcoin

Apaixonado do Tinder perde R$ 10 milhões em Bitcoin após cair em golpe

Um caso relatado pela Sophos mostra um esquema que começa em aplicativos de encontro, como Tinder, e acaba com corações partidos e carteiras vazias....
Ethereum RIP

Usuários de Ethereum pagaram R$ 5,5 bilhões em taxas nos últimos 30 dias

Segundo estatísticas apresentadas pelo Token Terminal, os usuários de Ethereum pagaram cerca de 1 bilhão de dólares em taxas nos últimos trinta dias. O...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias