Bitcoin pode copiar trajetória do ouro durante a crise econômica de 2008

Criptomoeda deverá cair drasticamente antes de enfrentar uma enorme onda de valorização.

Bitcoin imita ouro no mercado

O desempenho do Bitcoin no mercado poderá seguir os passos do ouro. Durante a crise de 2008, o ouro foi a reserva de valor mais procurada em todo o mundo. Como consequência disso, o metal precioso viu seu preço disparar no mercado. Mas, antes de uma onda de valorização se concretizar, a cotação do ouro despencou em 2008.

Onze anos atrás o mercado financeiro mundial enfrentou uma crise econômica jamais vista. Bolsas de valores em queda, empresas em desespero e moedas com seu valor despencando. Naquele momento, o ouro viu seu preço disparar no mercado.

O metal precioso foi uma alternativa diante do mercado financeiro em colapso. Assim como aconteceu em 2008 com o ouro, o bitcoin poderá repetir o mesmo caminho.

Bitcoin imita desempenho do ouro no mercado?

Entre 1998 e 2008 o preço do ouro praticamente triplicou no mercado. Embora o bitcoin tenha surgido pouco depois da grande crise financeira mundial, a criptomoeda poderá ser adotada como uma reserva de valor. Assim como o ouro, o preço do bitcoin deverá enfrentar uma grande procura em tempos de instabilidade financeira no cenário internacional.

Entre 2008 e 2012 o preço do ouro voltou a subir, acumulando uma alta de quase 100%. Essa valorização aconteceu após a crise financeira mundial assolar a economia de vários países. 

Assim como o ouro é o refúgio para uma eventual crise econômica, o bitcoin deverá desempenhar essa função cada vez mais no mercado. Dan McArdle acredita que o bitcoin deverá repetir o papel do ouro entre os anos de 2008 a 2011. Para o co-fundador da Messari Analysis, o bitcoin vai copiar as movimentações do ouro. Esse movimento acontecerá em um momento de instabilidade no mercado financeiro internacional.

China e Estados Unidos ajudam bitcoin

Uma guerra financeira entre duas potências econômicas mundiais está abalando bolsas e comércios por todo o mundo. China e Estados Unidos se enfrentam comercialmente em uma disputa por taxações de mercadorias e controle de moeda fiduciárias. Esse confronto entre os dois países beneficia o bitcoin indiretamente.

Essa movimentação atípica entre os dois países poderá resultar na desvalorização do dólar norte-americano. Em cenários de crise econômica mundial, o ouro tende a encontrar uma onda de valorização. Enquanto China e Estados Unidos se enfrentam, o preço do ouro atingiu sua melhor cotação dos últimos seis anos.

Paralelamente, no mesmo período em que o ouro aumentava sua cotação, o preço do bitcoin também voltou a subir no mercado. A criptomoeda chegou a ultrapassar US$ 12 mil em sua cotação recentemente. O movimento do preço do bitcoin foi atribuído à guerra comercial entre a China e os EUA.

Em um cenário de enfrentamento econômico mais aprofundado, o ouro será procurado cada vez mais como reserva financeira. Por outro lado, o bitcoin não deverá ser deixado de lado.

Na última crise financeira, que afetou toda a economia mundial, a criptomoeda não existia. Portanto, o ouro e o bitcoin devem ser utilizados como reserva financeira em um momento de crise financeira internacional. Sendo assim, a adoção do bitcoin como reserva financeira poderá fazer a criptomoeda repetir o desempenho do ouro, em um momento de enorme valorização para o metal precioso.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Paulo Carvalho
Jornalista em trânsito, escritor por acidente e apaixonado por criptomoedas. Entusiasta do mercado, ouviu falar em Bitcoin em 2013, mas era que nem caviar, "nunca vi, nem comi, só ouço falar".

Últimas notícias