Inicio Analises Parabéns Crise Econômica de 2008

Parabéns Crise Econômica de 2008

-

Compartilhe
Parabéns Crise Econômica de 2008

É triste dizer parabéns a uma crise econômica que completa nesta data 15/09/2018 os seus primeiros 10 anos de existência, o marco foi nessa data, mas a realidade é que já faz UMA DÉCADA desde esse episódio!

Essa crise econômica foi dura para várias famílias, não só nos EUA que foi onde ocorreu o problema que originou a mesma inicialmente, mas no mundo todo.

A crise se iniciou com os Bancos Norte-americanos comercializando derivativos de mercado imobiliário, que inclusive apelidou essa como Bolha Imobiliária, ou “crise dos subprime”.

Os grandes bancos dos EUA tremeram quando a mesma chegou, e milhares de pessoas foram ao desemprego e a miséria.

É triste quando vemos uma bolha econômica, mais ainda quando se trata do maior país em termos de economia e poderio militar do mundo, o que acaba abalando a economia a nível mundial afinal o Lastro é o Dólar.

No Brasil, o BNDES correu para salvar as instituições com dinheiros, e nos EUA e vários outros países também os governos injetaram dinheiro para tentar conter os efeitos da crise, por vezes sem sucesso no curto prazo.

Mas a realidade por mais dura que seja, não significa que é totalmente ruim, afinal o mal e o bem andam de mãos dadas, e graças a isso surgiu um personagem no meio dos tumultos dessa crise para salvar a humanidade: Satoshi Nakamoto!

A invenção de Satoshi, também conhecida por Bitcoin, pode não ter sido percebida pela grande massa populacional naquele momento, e talvez não ainda nos dias de hoje, mas com certeza é a solução para que a população mundial não fique a mercê de situações como a Crise de 2008.

O Bitcoin teve em seu berço uma grande ajuda da comunidade cypherpunk para que o mesmo fosse aprimorado dia após dia, e é com certeza uma das maiores invenções que o mundo já presenciou, de forma descentralizada e sem patentes!

Um dos motivos que as criptomoedas ajudam a população mundial, é que as mesmas são descentralizadas, e com isso não há forma da mesma ser censurada ou banida, isso já diminui o poder dos Estados Governamentais.

Outra questão é a criptografia P2P, da qual possibilitou que as transações com Bitcoin pudessem ser realizadas de uma forma totalmente segura e sem depender de bancos como terceiros, além de ser consideravelmente mais baratas. A lembrar que os Bancos são instituições centralizadas e com sistemas caros de transações, principalmente quando se trata de remessas financeiras.

As criptomoedas vieram com a missão libertária e cypherpunk de resolver problemas na era da informação, e garantir as liberdades individuais das pessoas.

Obviamente, os bancos e os governos com a crise instalada se mexeram rapidamente, aprimorando a governança dos bancos para que situações assim fossem evitadas no futuro.

E nesse sentido já há projetos de criptomoedas, que pretendem criar verdadeiras DAO (Organizações Autônomas Descentralizadas), aprimorarem mais ainda o que o Bitcoin começou.

Como exemplo de DAOs, a Decred com a Politeia, Aragon, Bitnation e mais alguns projetos criptos pelo mundo a fora.

Para isso, damos os Parabéns pra Crise Econômica de 2008 por possibilitar a criação do maior sistema financeiro internacional, chamado Bitcoin!

Após essa criação, a saga do Bitcoin começou com a mineração de seu primeiro bloco em 03/01/2009 (chamado Bloco Genesis). Ainda em 2009, Satoshi criou uma das maiores comunidades sobre o tema, chamada de Bitcoin Talk.

Se quiser assistir uma boa comédia que explica esta situação da crise de 2008 com detalhes hilários, assista ao filme “A Grande Aposta”, que é sensacional!

Se gostou da sugestão de filme, acompanhe mais opções em Filmes, Séries e Documentários sobre Criptomoedas.

Sabe o preço do Bitcoin hoje? Clique aqui!

Curta nossa página no Facebook e também no Twitter para começar e terminar o dia bem informado. Cadastra-se também na Newsletter para receber em seu e-mail.
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertolucci
Entusiasta de criptomoedas, formado em Análise de Dados e BI. Busquei conhecimento em Análise Técnica e Mercado Financeiro, quando me deparei com o Bitcoin e daí em diante venho escrevendo sobre a criptoeconomia e Blockchain.

MAIS LIDOS

FMI: Criptomoedas estão “abalando” o sistema bancário

De acordo com Christine Legarde, diretora do Fundo Monetário Internacional (FMI), as criptomoedas estão "abalando o sistema" afirmando que as moedas digitais "devem ser monitoradas e reguladas para...

Fundador do Wikileaks foi preso na Embaixada do Equador

O mundo acompanha há sete anos a prisão do fundador da Wikileaks, Julian Assange. Este que sempre atuou em prol de um jornalismo livre,...

PewDiePie: um dos maiores Youtubers do mundo troca YouTube por plataforma Blockchain

PewDiePie, o polêmico astro mais bem pago do YouTube (R$ 51,3 milhões entre 2015 e 2016) - que havia sido alvo de uma petição para...
 
Compartilhe
close-link