Bitcoin vai cair para US$ 1 mil? Pesquisa faz alerta sobre incerteza

Parte do mercado acredita que criptomoeda pode cair até 95%, como aconteceu com a Amazon em 2000.

Siga no

Muitos investidores temem pela alta variação no preço do Bitcoin (BTC). Embora seja a maior criptomoeda do mercado em volume de capitalização, nada impede que o Bitcoin (BTC) veja seu preço cair ou subir mais de 10% em apenas uma semana. Sendo assim, com essa enorme diferença, algumas previsões alegam que a criptomoeda poderá chegar a US$1 mil.

Segundo uma análise publicada recentemente, esse valor parece ser improvável de voltar a acontecer com o Bitcoin (BTC). Desse modo, essa certeza surge tudo graças a confiança do mercado sobre a criptomoeda.

Bitcoin (BTC) não seguirá o mesmo caminho das ações da Amazon

Segundo a empresa PlanB, a capitalização do mercado dá sinais de amadurecimento que podem refletir no preço da criptomoeda. Dessa forma, essas evidências sinalizam que o token jamais poderia voltar a ser cotado em US$ 1 mil. Em uma análise publicada nas redes sociais, a empresa especialista em criptomoedas explica que o Bitcoin (BTC) jamais terá o mesmo caminho terrível que as ações da Amazon (AMAZ), por exemplo.

No início dos anos 2000 o mercado de tecnologia viu uma enorme quebra acontecer. Em menos de doze meses várias empresas tiveram suas ações reduzidas em mais de 90%. Dentre elas estava as ações Amazon (AMAZ), que deixou de ser cotada em US$ 105 para valer cerca de US$ 5 após a queda.

Mercado dá sinais de amadurecimento que podem refletir no preço da criptomoeda

O Bitcoin (BTC) já viveu dias de glória em um mercado em completa valorização. Da mesma forma a criptomoeda também teve momentos ruins, de até falta de esperança de dias melhores.

De menos de US$ 1 para quase US$ 20 mil, essa criptomoeda já teve uma enorme volatilidade em seu preço nos seus recém-completos dez anos de mercado. Entre altas e quedas, esse ativo digital inaugurou um mercado que almejou chegar em quase um trilhão de dólares no final de 2017. Diante de toda essa expressividade, uma confiança no Bitcoin (BTC) existe e pode ser o impeditivo para a criptomoeda cair tanto.

Para a PlanB, o preço do Bitcoin (BTC) poderá chegar em US$ 10 mil em breve. A empresa aposta que isso poderá acontecer após uma nova emissão da criptomoeda. Sendo assim, esse deve ser o valor do ativo digital já no segundo trimestre de 2020, momento em que novos Bitcoins (BTC) serão disponibilizados no mercado.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Paulo Carvalho
Jornalista em trânsito, escritor por acidente e apaixonado por criptomoedas. Entusiasta do mercado, ouviu falar em Bitcoin em 2013, mas era que nem caviar, "nunca vi, nem comi, só ouço falar".
Gráfico de preço da Cardano em alta

Cardano líder em número de desenvolvedores? Não caia nessa!

Um estudo de atividades no GitHub, principal repositório do código-fonte das criptomoedas, mostrou a Cardano na liderança nos últimos 12 meses. Os dados foram...

DeFi: três setores de grande potencial

De acordo com dados da Messari, o volume trimestral das Corretoras Descentralizadas (DEXs) no final do segundo trimestre de 2021 foi de R$ 2...
Criptomoeda Tether com sinais vermelhos

Michael Burry faz alerta sobre criptomoeda Tether

O lendário trader Michael Burry compartilhou em seu Twitter que a criptomoeda Tether pode estar no meio da confusão da Evergrande na China. Vale notar...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias