Bithumb: Maior corretora de criptomoedas da Coréia do Sul foi hackeda

A Bithumb disse que o “incidente envolveu pessoas internas” que tinham acesso às chaves privadas.

-

Siga no
Anúncio

Bithumb, a maior corretora de criptomoedas da Coréia do Sul foi hackeada na última sexta-feira (29). Mais de 3 milhões em EOS (~ US $ 12,7 milhões) e 20 milhões em XRP (~ US $ 6,2 milhões) parecem ter sido roubados. Em um comunicado oficial, a empresa disse que todas as criptomoedas roubadas não são dos clientes, mas sim da própria compania. A exchange afirmou que os fundos dos usuários estão seguros em carteiras frias.

A Bithumb afirmou que após fazer uma análise interna, “é provavél que o incidente contou com ajuda de ‘pessoas de dentro'”. A corretora já está conduzindo investigações com a Agência Coreana de Internet e Segurança, a Agência de Polícia Cibernética e empresas de segurança.

Este hack na Bithumb é o segundo em menos de um ano, quando a empresa perdeu mais de US $ 31 milhões em junho de 2018. A corretora conseguiu recuperar alguns fundos, mas os hackers ainda ficaram com US $ 17 milhões. Em março, a Bithumb anunciou que iria demitir 310 funcionários, metade de sua equipe.

Anúncio

De acordo com a empresa de segurança blockchain PeckShield, a moeda digital roubada (EOS) foi enviada rapidamente para várias outras corretoras. A maior quantidade foi enviada para a corretora EXMO, seguida pela Huobi e Changelly.

Uma das corretoras para os quais os fundos foram enviados, a ChangeNOW emitiu a seguinte declaração: “Estamos trabalhando em cooperação com a Bithumb e todos os participantes da investigação. Transações em EOS foram temporariamente desativados.”

A distribuição completa de onde os fundos roubados em EOS foram enviados pode ser vista abaixo.

Para onde os fundos roubados em EOS foram enviados. Fonte: THE BLOCK
Para onde os fundos roubados em EOS foram enviados. Fonte: THE BLOCK

Suspeita de trabalho interno

De acordo com a Dovey Wan da Primitive Ventures, que cita dados de equipes locais de análise de blockchain, empresas de segurança cibernética e outras fontes, a carteira EOS da Bithumb hackeada resultou na perda três milhões de tokens. Esta soma está avaliada em US $ 12,5, de acordo com o preço da EOS hoje.

Wan twittou o fluxo de fundos roubados em detalhes, ele revelou que a carteira XRP da Bithumb (rLaHMvsPnPbiNQSjAgY8Tf8953jxQo4vnu) também foi hackeada e viu 20 milhões de XRP sendo transferidos.

Parece também que já é tarde demais para a EOS.io congelar os fundos, já que o hacker vendeu muito EOS através da ChangeNow, uma plataforma de troca de criptomoedas que não possui procedimentos KYC.

Uma vez que o ataque foi descoberto, a Bithumb pausou seus processos de depósitos e saques. Em um comunicado explicando por que isso aconteceu, a Bithumb julgou o “incidente envolvido por pessoas internas” que tinham acesso às chaves privadas.

Se é um trabalho interno então não se trata de um hack, certo? na verdade pode ser classificado como um roubo. A razão pela qual os analistas estão sugerindo que isso é um hack é devido à distribuição dos três milhões de EOS, que foram enviados para corretoras como EXMO, Huobi, Changelly, KuCoin e CoinSwitch. Curiosamente, no entanto, restam 63% dos fundos hackeados na suposta carteira do ladrão, ou hacker.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Mateus Nunes
Mateus Nuneshttps://livecoins.com.br
Analista de Sistemas, aprendiz e entusiasta de criptomoedas e blockchain. Sugestão de pauta: [email protected]

Leia mais

Últimas notícias

EUA multa serviço de Mixer de Bitcoin em U$ 60 milhões

Em uma decisão única e que pode abrir uma série de precedentes para o futuro, a FinCEN, órgão dos EUA responsável por combater crimes...

Brasileiro é acusado de fraudar programa de recompensas de criptomoeda

Um brasileiro foi acusado de ter fraudado um programa de recompensas da criptomoeda Monero, na acusação, Everton Melo teria copiado a análise de outro...

Possível diretor da CVM destaca Bitcoin aquecido

Um possível novo diretor da CVM destaca que o Bitcoin atravessa um momento em 2020 bem aquecido e a autarquia está de olho. O...