BlackRock compra contratos futuros de Bitcoin na CME

Considerada uma das maiores gestoras de ativos do mundo já registrou lucro com moeda digital em seu portfólio.

BlackRock e Bitcoin
Gestora BlackRock - Reprodução

Com sede em Nova Iorque, a BlackRock é considerada uma das maiores companhias de gestão de ativos do mundo. De acordo com um documento publicado na SEC, a empresa agora está apostando no Bitcoin, com uma compra de futuros na CME em janeiro de 2021.

A entrada da BlackRock no mercado de criptomoedas já havia sido noticiada pelo Livecoins em fevereiro. No entanto, não havia ficado claro como a empresa começou a participar dos ativos.

Com a novidade, fica claro que a empresa realmente começou a trilhar seus passos em um setor que recentemente ultrapassou US$ 1 trilhão em valor de mercado. O preço do Bitcoin, inclusive, voltou a subir com a notícia.

Mistério resolvido: BlackRock comprou contratos futuros de Bitcoin, em primeiro movimento no setor

De acordo com um documento da Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos, a SEC, a BlackRock teve revelado seu movimento nas criptomoedas. O documento veio a público na última quarta-feira (31), mostrando o que a gigante empresa fez.

Segundo informações da SEC, a BlackRock teria comprado contratos futuros de Bitcoin, todos na CME. O valor do investimento foi de US $ 6,5 milhões.

A bolsa Chicago Mercantile Exchange (CME) negocia contratos futuros de Bitcoin desde 2017. Na época, quando o Bitcoin atingiu sua máxima cotação próxima de US$ 20 mil, a empresa começou a negociar os futuros.

Ainda que uma grande bolsa dos Estados Unidos, a CME não é a maior negociante de futuros hoje. Em dados apresentados pela Skew, por exemplo, a Binance é a maior em volume neste mercado, com a CME sendo apenas a sétima em volume no setor.

Assim, o mistério sobre o investimento feito pela BlackRock em Bitcoin foi finalmente revelado.

Lucro satisfatório com operação pequena em futuros de Bitcoin

A operação no mercado de futuros feita pela BlackRock resultou na compra de 37 contratos futuros de Bitcoin. Dessa forma, a empresa comprou contratos com vencimentos para o dia 26 de março de 2021.

Na época do vencimento, como o Bitcoin registrou uma forte alta de mercado, a BlackRock acabou lucrando US $ 360 mil, ou cerca de R$ 2 milhões.

O lucro registrado pela grande gestora, contudo, não é representativo para suas operações. Isso porque o investimento em contratos futuros de Bitcoin foi apenas de 0,03% do total de investimentos da BlackRock.

Após passado como inimiga do Bitcoin, BlackRock registra lucro que pode ser importante

Até o ano de 2017, a empresa se posicionava contra o Bitcoin, chamando a moeda de um instrumento de lavagem de dinheiro. Em 2018, contudo, a BlackRock inaugurou uma equipe para pesquisar a tecnologia.

Já em 2020, o CEO da BlackRock acabou dizendo que o Bitcoin irá substituir o ouro. Na ocasião, a empresa começou a publicamente apoiar essa tecnologia, que valorizou 300% em relação ao dólar naquele ano.

Por fim, a gestora já sai de sua primeira experiência prática com um saldo positivo. Não está claro ainda quais serão os próximos passos da BlackRock no mercado de Bitcoin.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias