Inicio Criptomoedas Bleutrade de malas prontas para Malta

Bleutrade de malas prontas para Malta

-

Compartilhe
Bleutrade de malas prontas para Malta

A Bleutrade é uma das exchanges brasileiras que opera várias criptomoedas em sua plataforma, a empresa anunciou que está de malas prontas para a Ilha de Malta.

A Binance e a OKex são duas exchanges que já se posicionaram na Ilha, a Blockchain e Criptomoedas estão causando uma verdadeira revolução no mediterrâneo.

A Ilha de Malta já é considerada por alguns como a “Ilha Blockchain” por conta da enorme procura que empresas desse setor estão realizando lá, a tendência é que isso aumente.

A primeira corretora Brasileira a contar com mais de 50 pares de negociação para altcoins e Bitcoin, avisou por meio de seu blog oficial que irá mudar para a Ilha de Malta em breve.

Ainda de acordo com a nota, “Marcos Vinicius, assessor da Bleutrade, afirma que o cenário busca um lugar de jurisdição amigável para o setor de criptomoeda, o ponto-chave que levou Bleutrade a se estender até a ilha. Como Malta apresentou-se um passo à frente da tendência do mercado, atraiu grandes trocas do mercado, como Binance, Okex e agora Bleutrade.“.

O CEO, Felipe Melo disse que a escolha foi realizada após análise e busca em várias legislações de vários países, e se mostra empolgado com a “liberdade ao iniciar novos serviços”.

Essa exchange possui pares de negociação com Bitcoin, Ethereum, Doge e USDT (Tether), porém ainda não havia utilizado pares de negociação com moedas comum como o REAL (R$).

Agora com a Nota Oficial, é esperado que a empresa olhe para as moedas Dólar e Euro, uma vez que estiverem instalados em seu novo escritório, o que mostra um novo potencial de mercado para essa plataforma que foi fundada em 2014 e é uma das primeiras do país e do mundo.

Para Reais, a única informação é que estaria a ser realizada uma parceria com a Exchange BitRecife para que fosse viabilizado a troca com o par R$.

As regulamentações de vários países, em geral, estão vigilantes quanto a operações com criptomoedas, a Ilha de Malta parece ser mais flexível no assunto.

Curta nossa página no Facebook e também no Twitter para começar e terminar o dia bem informado. Cadastra-se também na Newsletter para receber em seu e-mail.
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertolucci
Entusiasta de criptomoedas, formado em Análise de Dados e BI. Busquei conhecimento em Análise Técnica e Mercado Financeiro, quando me deparei com o Bitcoin e daí em diante venho escrevendo sobre a criptoeconomia e Blockchain.

MAIS LIDOS

FMI: Criptomoedas estão “abalando” o sistema bancário

De acordo com Christine Legarde, diretora do Fundo Monetário Internacional (FMI), as criptomoedas estão "abalando o sistema" afirmando que as moedas digitais "devem ser monitoradas e reguladas para...

Fundador do Wikileaks foi preso na Embaixada do Equador

O mundo acompanha há sete anos a prisão do fundador da Wikileaks, Julian Assange. Este que sempre atuou em prol de um jornalismo livre,...

PewDiePie: um dos maiores Youtubers do mundo troca YouTube por plataforma Blockchain

PewDiePie, o polêmico astro mais bem pago do YouTube (R$ 51,3 milhões entre 2015 e 2016) - que havia sido alvo de uma petição para...
 
Compartilhe
close-link