BNB HACK INU: Golpista cria moeda ‘meme’ e rouba R$ 411 mil

Ninguém sabe quem criou a moeda, mas muitos perderam dinheiro, enquanto alguém ficou rico, mostrando que o mercado descentralizado ainda é o "velho oeste financeiro".

O final desta semana está bem conturbado para a Binance, principalmente para a BNB com o caso do hack que abalou consideravelmente o ecossistema da criptomoeda. No entanto, esse foi o primeiro passo de uma sequência de eventos, no mínimo, bizarros, incluindo a criação de uma moeda chamada BNB HACK INU, que para a surpresa de ninguém, era um golpe que roubou ainda mais dinheiro.

Atualmente a Binance está no processo de se recuperar de todo o ataque hacker, tanto a parte financeira para os investidores quanto a reputação da sua segurança.

No meio tempo, alguém se aproveitou da situação para conseguir arrancar um pouquinho mais dos desavisados.

BNB HACK INU: A criptomoeda que roubou ainda mais dos investidores

Enquanto a Binance trabalhava para corrigir uma falha de segurança na rede BNB Chain, alguém criou uma criptomoeda chamada BNBHACKINU.

O token foi criado em uma clara referência ao recente hack da BNB Chain e às populares memecoins com tema de cachorro (SHIBA INU). Assim, a moeda que era referência a um hack e que muitos achavam ser uma memecoin, acabou sendo não só uma shitcoin, mas uma memecoin e ‘golpecoin’.

O caso foi detalhado primeiro no Twitter por um usuário identificado como lorem. A conta explicou que em menos de duas horas o criador conseguiu atrair atenção para o seu projeto e dar um puxão de tapete.

“Eu acabei de ver táticas de um supervilão super programador obscuro na mainnet do ETH depois do hack de US$ 600 milhões na BNB. Alguns minutos depois do ataque inicial, o hacker criou o BNBHACKINU e puxou o tapete dos investidores apenas duas horas depois.”

Devido à forma como o contrato inteligente foi codificado, quem criou a criptomoeda conseguiu criar um número arbitrário de tokens e adicioná-los ao saldo do proprietário.

Depois disso, o criminoso chamou outras três funções que permitem ao proprietário retirar os tokens BNBHACKINU da carteira de qualquer titular e transferi-las para qualquer outra carteira.

“O proprietário estava constantemente usando esses métodos, enviando os tokens dos compradores para uma nova carteira. Eu só passei por algumas das transações, mas das novas carteiras que olhei, haviam mais de 7 milhões de tokens BNBHACKINU em todas elas.”, disse lorem.

Criador da moeda conseguiu roubar 60 ETH

Durante todo o processo, o criador da criptomoeda então começou a criar um número colossal de 1 quatrilhão de tokens, o que imediatamente destruiu o preço da moeda recém-nascida.

Após todo o procedimento e o puxão de tapete, os criadores tinham tokens BNBHACKINU suficientes para vender com um lucro de cerca de 60 ETH, cerca de US$ 79 mil ou R$ 411 mil.

O pior de tudo? lorem, que analisou o processo de rug pull, acredita que quem criou a BNB HACK INU foi o hacker que roubou a BNB Chain. Enquanto ninguém sabe quem fez o golpe, alguns dizem que não foi o hacker original.

“O exploiter original não criou a moeda. É literalmente algo se passando por ele para parecer que ele fez. Acontece depois de todo grande exploit.”

Ninguém sabe quem criou a moeda, mas muitos perderam dinheiro, enquanto alguém ficou rico, mostrando que o mercado descentralizado ainda é o “velho oeste financeiro”.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Siga o Livecoins no Google News.

Curta no Facebook, TwitterInstagram.

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Matheus Henrique
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.

Últimas notícias

Bitcoin 2024

Últimas notícias