Início Bitcoin Bolsonaro barrou a criptomoeda da FUNAI, o que isso quer dizer?

Bolsonaro barrou a criptomoeda da FUNAI, o que isso quer dizer?

Só o Bitcoin é descentralizado!

-

Bolsonaro barrou a criptomoeda da FUNAI

O presidente Bolsonaro sentou na cadeira no dia 01 de janeiro de 2019, e já barrou um projeto de criptomoeda que estaria sendo proposta pela FUNAI.

A FUNAI é um órgão governamental que reconhece e luta pelo direito dos povos indígenas, e que está em funcionamento desde 1967 no país.

Era a FUNAI que desempenhava o papel de demarcar terras indígenas (não mais), e proteger e promover os direitos desses povoados. É claro que os índios de 2019 não são mais como os de 1500 (Descobrimento do Brasil), mas é uma população que está dentro do território brasileiro e que não costumam fazer parte do estado diretamente, sendo a FUNAI uma das ligações entre as “duas sociedades”.

Sem entrar no mérito de certo ou errado o trabalho desenvolvido pela FUNAI até o atual momento, um fato chamou a atenção da mídia de criptomoedas, pois, no dia 28 de dezembro a Fundação assinou um contrato de quase R$ 45 milhões com a Universidade Federal Fluminense (UFF) para criar, entre outras ferramentas, uma criptomoeda indígena.

É claro que o caso, em um final de mandato de um presidente com recorde de impopularidade não seria fácil de seguir adiante, e assim que a nova ministra assumiu a pasta responsável pela FUNAI correu para cancelar o contrato.

O caso chama a atenção para alguns pontos sobre as criptomoedas que ainda são obscuros para grande parte da população, pois, as criptomoedas públicas foram feitas originalmente para não pertencer a uma empresa ou governo.

Além disso, criptomoedas feitas e pesquisadas por Estados, ou braços dos mesmos, possuem pouca relevância para o desenvolvimento tecnológico do setor, visto que projetos como o Bitcoin são totalmente descentralizados e é necessário que assim o seja.

Por fim, uma canetada resolveu o caso, o que mostra que criptomoedas centralizadas não possuem a confiança necessária, pois, o dinheiro estatal já é um exemplo de uso de moeda central atualmente, não sendo preciso a criação de uma “criptomoeda centralizada” para provar algo diferente do cenário que já se tem consolidado.

Para quem busca um exemplo de insucesso das criptomoedas centralizadas, basta um olhar para a Venezuela com a Petro, que não possui adoção necessária pela sua população.

O fato alivia os bolsos dos contribuintes, que iriam bancar mais um projeto irrelevante, pensado às pressas e de maneira duvidosa por um governo impopular, mas cabe a reflexão de que qualquer criptomoeda que se apresente como solução e venha de entidades governamentais, deve ser cercada primeiramente de muita cautela em sua adoção para o cotidiano.

Anúncio

Nexo

Empréstimos na hora por transferência bancária usando sua criptomoeda como garantia sem vendê-la. Ganhe juros de até 8% ao ano em suas Stablecoins.

Comece agora
Curta nossa página no Facebook e também no Twitterpara começar e terminar o dia bem informado. Cadastra-se também na Newsletter para receber em seu e-mail.
Avatar
Gustavo Bertolucci
Entusiasta de criptomoedas, formado em Análise de Dados e BI. Busquei conhecimento em Análise Técnica e Mercado Financeiro, quando me deparei com o Bitcoin e daí em diante venho escrevendo sobre a criptoeconomia e Blockchain.

Veja também

Diretor jurídico da Unick se entrega e cumpre prisão em casa com tornozeleira eletrônica

Fernando Marques Lusvarghi, diretor jurídico da Unick e dono da SA Capital se entregou para a polícia no último dia 22 (sexta). Ele era...

Mãe e ex-cunhada do “rei do bitcoin” são sequestradas, amarradas e ameaçadas de morte

A mãe e a ex-cunhada do empresário Claudio Oliveira, dono do Grupo Bitcoin Banco – empresa de criptomoedas que deve R$ 616 milhões a...

Prosegur foi atacada por ransomware que pede Bitcoin como resgate

A empresa de segurança Prosegur foi atacada por um ransomware, que pede resgate em Bitcoin. Os softwares da empresa na área de telecomunicações foram...

Criptomoedas podem substituir o dinheiro até 2030, diz uma das maiores instituições financeiras do mundo

Até 2030, a demanda por moedas alternativas vai aumentar, e as moedas digitais, como o Bitcoin, vão substituir o dinheiro comum. Essa é a...

Preço do Bitcoin pode ter segundo melhor natal de todos os tempos

O Bitcoin tem visto o natal de 2019 cada vez mais próximo, com seu preço flutuando entre U$ 7,300. Contudo, o que pouca gente...

Bitcoin foi vendido 90% mais barato na maior corretora do mundo

O Bitcoin foi vendido por um preço incrivelmente baixo na maior corretora de criptomoedas do mundo, a Binance. O preço da moeda digital caiu...

Escreva seu comentário:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Diretor jurídico da Unick se entrega e cumpre prisão em casa com tornozeleira eletrônica

Fernando Marques Lusvarghi, diretor jurídico da Unick e dono da SA Capital se entregou para a polícia no último dia 22 (sexta). Ele era...

Mãe e ex-cunhada do “rei do bitcoin” são sequestradas, amarradas e ameaçadas de morte

A mãe e a ex-cunhada do empresário Claudio Oliveira, dono do Grupo Bitcoin Banco – empresa de criptomoedas que deve R$ 616 milhões a...

Prosegur foi atacada por ransomware que pede Bitcoin como resgate

A empresa de segurança Prosegur foi atacada por um ransomware, que pede resgate em Bitcoin. Os softwares da empresa na área de telecomunicações foram...

Criptomoedas podem substituir o dinheiro até 2030, diz uma das maiores instituições financeiras do mundo

Até 2030, a demanda por moedas alternativas vai aumentar, e as moedas digitais, como o Bitcoin, vão substituir o dinheiro comum. Essa é a...