Brasil é o quarto país que mais cria NFTs com inteligência artificial da Binance

Grande corretora avança no uso de IA e também desenvolveu chatbot para conteúdos educacionais da Binance Academy.

A Binance já lançou duas ferramentas impulsionadas por inteligência artificial (IA) para facilitar e potencializar a interação com a Web3, que incluí o mercado de criptomoedas e NFTs.

Uma delas é a plataforma Bicasso, que já permitiu a geração de milhares de NFTs, e o Brasil se destacou como um dos países mais ativos.

Após o lançamento, a exchange avançou no uso da tecnologia e lançou ferramenta voltada para educação cripto.

Ferramenta para gerar NFTs com IA da Binance encontra adoção no Brasil

A Bicasso foi lançada em março, depois de uma fase de testes, com o objetivo de permitir a geração gratuita de até 100 mil NFTs em até 12 horas.

O interesse pelo produto, no entanto, fez com que o volume fosse atingido em menos de seis horas. Além disso, 3,9 milhões de imagens foram criadas por usuários da exchange.

Durante as 24 horas de seu lançamento global, a plataforma Binance NFT recebeu 4,8 milhões de visitantes, um aumento de cinco vezes em comparação aos números habituais.

O Brasil foi o quarto país em número de tokens gerados com a plataforma, com um total de 8,6 mil NFTs, ficando atrás apenas da França, Vietnã e Bangladesh, mas a frente da Turquia.

Países que mais geraram NFTs com IA da Binance no mundo
Países que mais geraram NFTs com IA da Binance no mundo/Reprodução.

Qual o maior uso de criar NFTs com IA?

A maioria dos usuários aproveitou os recursos de IA do Bicasso para criar avatares representando a si mesmos ou seus animais de estimação. Além disso, houve usos desde a criação de fotos personalizadas até o design de sua própria arte digital.

NFTs criados por usuários brasileiros da Binance com a ferramenta de IA Bicasso
NFTs criados por usuários brasileiros da Binance com a ferramenta de IA Bicasso/Divulgação.

A Binance introduziu a Bicasso por um tempo limitado para que todos os usuários criassem imagens digitais exclusivas com a ajuda da IA.

Os usuários tiveram total controle sobre suas criações, permitindo-lhes refinar suas imagens até ficarem totalmente satisfeitas.

Após finalizadas as artes, os usuários puderam cunhar suas criações como NTFs no blockchain BNB. Esses tokens podem ser usados com diferentes propósitos, desde defini-los como fotos de perfil, compartilhá-los nas mídias sociais ou até transferi-los para suas carteiras de ativos digitais.

Binance Sensei usa inteligência artificial para facilitar educação cripto

A Binance lançou em abril a Binance Sensei, ferramenta de aprendizado impulsionada por IA e integrada à Binance Academy, seu braço de educação. Com a ferramenta, usuários e não usuários da exchange podem obter respostas confiáveis e atualizadas sobre o espaço Web3 e a indústria de blockchain.

Ao longo do ano passado, sistemas de aprendizado profundo, como ChatGPT e Dall-E, tiveram crescimento significativo e se tornaram extremamente populares, tornando 2023 um ano importante para a integração da IA. Essa tecnologia tem um enorme potencial para mudar a forma como realizamos tarefas rotineiras e tornar muitos tipos de trabalho mais eficientes.

Com o lançamento da Binance Sensei, a Binance pretende facilitar a adoção mundial da Web3, criando um ecossistema acessível a todos, enquanto adota continuamente tecnologias inovadoras. Como parte dessa visão, a exchange vem dando ênfase especial à educação e ao compartilhamento de conhecimento e estabelecendo várias iniciativas e recursos educacionais para ajudar as pessoas a aprender sobre o mundo dos ativos digitais.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias