Brasil é segundo país mais interessado em Bitcoin. Riscos em alta

O país do 171?

Siga no
Brasileiros interessados em Bitcoin ou em ciladas?

Citando dados do Google Trends, que mede o interesse por uma determinada pesquisa, o Brasil é o segundo país mais interessado em Bitcoin nos últimos dias, mas com enormes riscos. O primeiro país que mais possui interesse no assunto é a Nigéria.

De fato o continente africano está dominando as buscas por Bitcoin no Google. Isso porque, dentre os cinco países com maior interesse, três seriam deste continente.

Brasil interessado em Bitcoin
Fonte: Google Trends

Dentre as principais pesquisas conduzidas pelos nigerianos, que ocuparam a primeira posição do ranking estão dúvidas como: quanto custa um bitcoin em relação à naira, “como conseguir bitcoins de graça”, “significado do bitcoin”. Isso mostra que a população deste país estaria em busca de conhecimento sobre a criptomoeda.

Além disso, os demais países do continente também tiveram um perfil de buscas similar ao dos nigerianos. Cabe o destaque que a população desses países tem sido assolada pela alta inflação. Outro ponto tem sido os governantes da região, que teriam começado a desenvolver moedas digitais locais.

Perfil de buscas por Bitcoin no Brasil é preocupante

O mundo todo tem buscado conhecer os princípios e história do Bitcoin. Além disso, iniciantes do criptomercado querem informações de cotação, carteiras de Bitcoin e corretoras.

Já os brasileiros estariam mais interessados em cair em possíveis golpes com criptomoedas. A justificativa seria devido à procura por empresas desconhecidas, como Unick, investimentosbitcoin.com, Indeal, entre outras opções duvidosas. Sem julgar o caráter das empresas mencionadas, o Bitcoin é uma moeda descentralizada criada para não haver intermediários. Logo associar sua imagem a empresas não é o caminho ideal para adoção deste moeda.

Interesse dos brasileiros pelo Google
Fonte: Google Trends

O Bitcoin é uma moeda digital que foi criada para ser utilizada sem empresas e governos por trás. O perfil de buscas conduzidas por brasileiros, entretanto, tem sido perigoso, mostrando que podem cair em golpes relacionados com Bitcoin e não conhecer a verdadeira criptomoeda.

Logo, apesar de ser o segundo país que mais conduz buscas pelo assunto no mundo, de acordo com dados do Google, os brasileiros estão certamente correndo riscos.

O cuidado com golpes envolvendo criptomoedas é um assunto frequentemente divulgado pela mídia. Entretanto, um golpe só ocorre quando há duas partes: um golpista e uma possível vítima. Pesquisar sobre Bitcoin pela web é um assunto que envolve golpes, não por culpa da moeda, mas muito pela ganância das pessoas.

Finalmente, rendimentos fixos mensais, porcentagens exorbitantes, facilidades e indicações, tem sido alguns dos riscos que se corre no Brasil ao realizar uma busca por Bitcoin na web. Portanto, segue aqui o alerta do Livecoins para quando for conduzir sua próxima pesquisa pela web.

Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
IRS. Imagem: Youtube

Receita Federal dos EUA fecha cerco contra investidores em criptomoedas

A Receita Federal dos Estados Unidos (IRS) está intensificando esforços para detectar fraudes e evasão fiscal com criptomoedas. A agência tributária lançou um programa...

Banco Central da França considera XRP como base para o euro digital

De acordo com um relatório da CPA Australia, o Banco Central da França está considerando a XRP como uma possível plataforma para o euro...

Magnata norueguês do petróleo investe R$ 331 milhões em Bitcoin

Kjell Inge Rokke, um bilionário norueguês e magnata do petróleo publicou um comunicado fortemente a favor do Bitcoin, apostando na criptomoeda como a melhor...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias

Banco Central da França considera XRP como base para o euro digital

De acordo com um relatório da CPA Australia, o Banco Central da França está considerando a XRP como uma possível plataforma para o euro...

Magnata norueguês do petróleo investe R$ 331 milhões em Bitcoin

Kjell Inge Rokke, um bilionário norueguês e magnata do petróleo publicou um comunicado fortemente a favor do Bitcoin, apostando na criptomoeda como a melhor...

Bitcoin volta a subir após EUA aprovar pacote de estimulo de US $ 1,9 trilhão

Depois de vários dias em queda, o Bitcoin voltou a ser negociado acima de US $ 50 mil neste domingo (7). A moeda digital...

Cardano e proteção de animais silvestres

Como holder da Cardano, você provavelmente está interessado em delegar suas ADAs a uma pool pra receber uma renda passiva. Resumindo, você está interessado em...

Empresa chinesa de capital aberto compra Bitcoin e Ethereum

A Meitu, uma empresa chinesa de capital aberto com valor de mercado de US $ 12 bilhões, comprou US $ 40 milhões em Bitcoin...