Brasileiro que virou milionário com Dogecoin larga emprego e agora vive de cripto

A aposta do Milionário da Dogecoin tem dado certo até então. Até mesmo a recente queda do preço dessa criptomoeda tem servido para ele fazer propaganda da criptomoeda meme.

Siga no
Glauber Contessoto
Glauber Contessoto

“Sentado na cama nesse apartamento me tornei milionário”. É desta forma que o YouTuber brasileiro Glauber Contessoto, conhecido como “O milionário da Dogecoin”, explica em vídeo veiculado no canal da CNBC como mudou sua vida com 33 anos, por conta da criptomoeda meme.

Contessoto aplicou mais US$ 250 mil em Dogecoin ainda em fevereiro, quando a criptomoeda valia ainda 4,5 centavos de dólar (R$ 0,37). Em 15 de abril, quando a Dogecoin lhe rendeu US$ 2 milhões, conforme informações do site UToday.

No canal dele no Youtube ele afirma que foram exatamente 69 dias que ele passou de uma pessoa comum a milionário. Nesse mesmo vídeo, ele afirma que 2021 será o ano das criptomoedas.

Ele aposta na Dogecoin como o futuro dólar, enquanto que o Bitcoin na visão dele seria uma espécie de ouro.

Mesmo com a queda dessa criptomoeda, Contessoto ainda acredita que a Dogecoin subirá. Tanto que postou ontem (06) no Twitter que vai aplicar mais US$ 25 mil:

“Dogecoin caiu novamente hoje e eles pensam que estou em apuros agora … eu dobro a aposta. Eu comprarei US$ 25.000 em #Dogecoin em breve – fique ligado”.

De pessoa comum à milionário da Dogecoin

Contessoto tem motivos para continuar acreditando. Afinal de contas foi essa criptomoeda que mudou a vida dele.

“O Milionário da Dogecoin” do mundo virtual se transformou em milionário na realidade, após a alta em abril desse ano. Depois disso, em junho, o jovem, fã de hip hop e que trabalhava numa empresa de música em Los Angeles, largou tudo para porque queria se dedicar a sua vida como influencer nas redes sociais.

A crença dele na criptomoeda era tanta que ele chegou a aceitar Dogecoin como parte do pagamento de seus anúncios e venda de mercadorias. Em um mês, Contessoto ganhou US$28 mil com anúncios e promoções nas redes sociais. A maior parte foi paga em Dogecoin.

De acordo com o youtuber, esse valor equivaleria a cerca de seis meses de salário do antigo emprego dele. Contessoto afirmou, entretanto, que apostou tudo na nova vida sem saber o que fazer.

“Eu não tinha ideia de como iria ganhar dinheiro daqui para frente”.

Nova aposta na Dogecoin

A aposta do Milionário da Dogecoin tem dado certo até então. Até mesmo a recente queda do preço dessa criptomoeda tem servido para ele fazer propaganda da criptomoeda meme.

O anúncio feito no Twitter de investimento de US$25 mil na criptomoeda não deverá trazer prejuízo para ele, caso esse valor seja fruto de uma parceria fechada recentemente entre o seu canal no YouTube e o Projeto blockchain Acria Network.

Contessoto disse à CNBC Make It que receberia esse mesmo valor nessa parceria. Metade já foi paga e a outra virá assim que ele entregar o vídeo. E ao ser perguntado pela empresa como gostaria de receber, ele revelou que “Claro que eu disse Dogecoin”.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Claudio Oliveira. "Rei do Bitcoin"

‘Rei do Bitcoin’ e mais oito pessoas são indiciadas por fraude bilionária

O "Rei do Bitcoin", Cláudio Oliveira, fundador do Bitcoin Banco, e mais oito pessoas foram indiciadas em seis crimes que causaram um prejuízo bilionário...

Ethereum vai ultrapassar o Bitcoin, diz CEO da Pantera Capital

O Ethereum está prestes a passar por uma de suas mais importantes atualizações, o hard fork London, em preparação para o Ethereum 2.0. Essa...

TradingView: Mercado cripto ainda tímido, analistas otimistas

Após forte alta, mercado sofre breve retração, que não foi o suficiente para tirar as esperanças dos analistas. Confira os estudos do TradingView. Lorena Almada O...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias