Bruno Perini acredita que Bitcoin é reserva “inconfiscável”

Grande youtuber e empresário no Brasil acredita que as pessoas devem diversificar em investimentos estrangeiros.

Siga no
Bitcoin em cofre como reserva de valor acredita
Bitcoin em cofre como reserva de valor

O investidor e empresário brasileiro Bruno Perini acredita que o Bitcoin é uma reserva de valor importante para investidores da bolsa. Isso porque, na sua visão, não basta realizar aportes apenas em um país, por mais seguro que uma aplicação possa parecer.

Para chegar a essa conclusão, Bruno contou uma história para seus seguidores em suas redes sociais. Chamado João, o personagem principal da trama fictícia era um servidor público de uma das maiores estatais do país.

Na narração de Perini, o homem ganhava e vivia bem para os padrões da sociedade, mas não deixava de colocar 30% dos ganhos em investimentos. A prática seria uma maneira que João encontrou para uma futura aposentadoria ser boa.

Ao realizar seus aportes mensais por mais de 20 anos, João costumava investir em títulos públicos, fundos locais, ações de boas empresas do Brasil e até em fundos imobiliários de grandes metrópoles.

Com essa mentalidade colocada, muitos já podem imaginar que a simulação teria dado bons frutos a João, visto que o investidor era disciplinado e tinha uma mentalidade correta.

Não basta investir bem, tem que diversificar

Para explicar que João poderia ser uma história que tem tudo para dar errado, Bruno Perini citou que o homem na verdade poderia se chamar Juan e ser um eventual morador da Venezuela. Como a economia local entrou em colapso com uma das maiores inflações da história, um investidor daquele país que tenha feito “tudo certo” ainda estaria em apuros.

No caso de um Juan, mesmo que ele ficasse milionário com seus investimentos, o valor captado ainda seria muito pouco. O youtuber de finanças lembrou que Juan poderia ter até 100 milhões de bolívares, mas que isso vale apenas 31 dólares americanos na cotação desta sexta (25).

Apresentando a hipótese simulada de um investimento em apenas um país, Perini ainda questionou seus seguidores se situação semelhante não poderia ser vista no Brasil em breve.

Como ele não quer pagar para ver, com a inflação brasileira já em 8,06% nos últimos 12 meses, segundo site do Banco Central do Brasil, Bruno recomenda que investidores não deixem sua exposição a apenas um país.

Uma das opções poderia seria manter uma parte do dinheiro fora ou o Bitcoin, que é uma reserva de valor inconfiscável, acredita Perini.

Bruno Perini sobre Bitcoin ser inconfiscável
Bruno Perini sobre Bitcoin ser inconfiscável/Twitter

No final de sua história, Bruno Perini afirmou que caso o Brasil não tenha problema, situação que ele torce, pelo menos os investidores diversificaram e diminuíram seus riscos. O empresário ainda lembrou uma passagem de Maquiavel, que lembra as pessoas que não devem contar com a sorte e ficar expostas ao risco de mudanças no ambiente.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Olho com Bitcoin

130 mil pessoas tiveram os olhos escaneados para ganhar criptomoedas de graça

A Worldcoin é um projeto que pretende distribuir criptomoedas de forma justa. Para evitar falsificações de identidade, o plano da empresa é escanear a...
Bitcoin dentro de cofre como poupança

Fundo de pensão dos bombeiros nos EUA compra US$ 25 milhões em Bitcoins

O Fundo de Pensão serve para garantir a tranquilidade de funcionários de diferentes setores no futuro. Em Houston, no Texas, Estados Unidos, o Fundo...
Bitcoin e criptomoedas em ETF

Segundo ETF de Bitcoin pode ser lançado amanhã na Nasdaq

Muitos pensavam que o ETF de Bitcoin da Valkyrie seria o primeiro a ser aprovado, todavia o mercado foi surpreendido pelo lançamento do ETF...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias