BTG Pactual divulga vaga de emprego para sua corretora de criptomoedas

O primeiro movimento do banco após anúncio da criação de corretora.

Siga no
Corretora de criptomoedas do BTG Pactual
Corretora de criptomoedas do BTG Pactual, Mynt / Divulgação

O BTG Pactual publicou a primeira vaga de emprego para sua corretora de criptomoedas que será lançada em breve no Brasil.

Chamada Mynt, o anúncio da plataforma aconteceu no início desta semana, sendo o primeiro banco a vender criptomoedas diretamente. Antes disso, os bancos brasileiros estavam negociando criptomoedas apenas via produtos financeiros, como fundos e ETFs.

Na ocasião, André Portilho, head de Digital Assets e sócio do BTG Pactual, informou via nota à imprensa que a corretora negociará apenas Bitcoin e Ethereum. Contudo, há uma intenção de listar mais moedas com o futuro.

De qualquer forma, para ser possível começar as negociações, a estrutura segue sendo preparada.

BTG Pactual divulga vaga de emprego em corretora de criptomoedas Mynt

A primeira vaga de emprego do BTG Pactual para a plataforma Mynt foi publicada, após o anúncio da criação dessa nova corretora de Bitcoin e Ethereum no Brasil.

A vaga em questão é para trabalhar como Engenheiro(a) de Software (FullStack) na Mynt. Na publicação, o banco destaca que essa “posição tem como objetivo atuar no desenvolvimento de sistemas relacionados ao mercado de ativos digitais e criptomoedas“.

Além disso, a vaga do BTG Pactual para trabalhar no mercado de criptomoedas deixa claro que a área de tecnologia do banco tem passado por avanços, precisando de profissionais para ajudar a avançar ainda mais o setor.

A vaga está aberta para São Paulo (SP) e espera contar com profissionais com formação na área de ciência da computação ou afins. Conhecimentos em tecnologias blockchain e criptomoedas, assim como mercado financeiro, será um diferencial para o candidato.

Além de saber inglês avançado e saber trabalhar sob pressão, o interessado deve ter capacidade de aprender novas linguagens rapidamente, visto ser importante utilizar ferramentas adequadas na resolução de problemas.

De conhecimentos técnicos, o programador deverá ter “amplo domínio para desenvolvimento em C# (.NET Core), Python, PostgreSQL, Javascript/Typescript (Angular) e Git, orientação a objetos, design patterns, injeção de dependência”. Como diferencial os conhecimentos em Docker, AWS, Flutter podem ajudar o candidato.

Dessa forma, fica claro que o banco se prepara para começar sua nova plataforma, reforçando o time de desenvolvimento.

Vale lembrar que a relação dos bancos e corretoras de criptomoedas não é amistosa no Brasil, com um processo no Cade movido pelas plataformas digitais que acusa as instituições financeiras tradicionais de praticar concorrência desleal. De fato com os profissionais do mercado agora sendo disputados por essas empresas, pelo menos neste setor haverá uma concorrência.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Celular com aplicativo do PayPal, dinheiro digital

PayPal diz que brasileiros estão prontos para abrir mão do dinheiro físico

Uma pesquisa liberada pelo PayPal nesta segunda-feira (18) indica que os brasileiros estão prontos para abrir mão do dinheiro físico, também chamado de "em...
Encontro marcado pelo Tinder Bitcoin

Apaixonado do Tinder perde R$ 10 milhões em Bitcoin após cair em golpe

Um caso relatado pela Sophos mostra um esquema que começa em aplicativos de encontro, como Tinder, e acaba com corações partidos e carteiras vazias....
Ethereum RIP

Usuários de Ethereum pagaram R$ 5,5 bilhões em taxas nos últimos 30 dias

Segundo estatísticas apresentadas pelo Token Terminal, os usuários de Ethereum pagaram cerca de 1 bilhão de dólares em taxas nos últimos trinta dias. O...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias