Várias empresas estão adotando blockchain em seus serviços. JD.com, Walmart e agora, o Carrefour. A empresa está testando a tecnologia para ajudar seus clientes a saber mais sobre os produtos que estão comprando.

Carrefour é um dos mais importantes hypermercados na europa, eles operam em vários países inclusive no Brasil. A empresa informou que seus clientes agora poderão acompanhar as origens dos alimentos oferecidos nas lojas. O primeiro produto a ser rastreado será frango.

Antes, se você quisesse saber como o frango foi criado, qual era a dieta, ou como ele chegou à loja, você só poderia perguntar ao vendedor. Era um pouco complicado rastrear as origens dos produtos. Agora, com a tecnologia blockchain , a tarefa fica mais fácil.

Com apenas um smartphone, você poderá verificar o código QR do produto e saber tudo sobre ele.

No momento, o frango é o único produto consultável, mas outros produtos poderão ser rastreados, como ovos, queijos, leite e outros vegetais.

A empresa explicou em um comunicado de imprensa:

A tecnologia blockchain é um marco importante na implementação do plano de transformação Carrefour 2022. Além do frango, será lançado mais oito linhas de produtos, animais e vegetais, como ovos, queijos, leite, laranjas, tomates, salmão e bife de carne moída. Um sistema inovador que garante aos consumidores a rastreabilidade completa do produto.

Carrefour não é a única empresa que está trabalhando com a tecnologia blockchain. A JD.com, a gigante plataforma chinesa de comércio eletrônico, está trabalhando para implementar um sistema de blockchain que permitirá a seus clientes rastrear a cadeia de suprimentos de suas vendas de carne.

A empresa explica que essa implementação irá reduzir as carnes tóxicas que chegam às lojas. Desta forma, a segurança e confiança dos consumidores serão impulsionadas.

Walmart também está trabalhando em seu próprio sistema de rastreamento com blockchain.

A Vechain também possui uma criptomoeda focada em rastreabilidade de produtos.

Fonte: UsetheBitcoin