Início Bitcoin Plataforma oferece cashback em Bitcoin nas compras feitas em grandes lojas virtuais

Plataforma oferece cashback em Bitcoin nas compras feitas em grandes lojas virtuais

Conheça o Bitback e veja como é fácil se cadastrar e começar a ganhar cashback em criptomoeda.

-

Talvez uma das maiores barreiras das criptomoedas sejam questões como usabilidade e adoção. Nessa área, diversas iniciativas estão se formando para disseminar os ativos digitais para a população ainda leiga.

Uma destas iniciativas é o Bitback. Unindo a tendência que atualmente está em alta no comércio, que é o cashback.

Cashback em Bitcoins

Cashback consiste na prática por meio da qual parte do valor gasto é retornado ao comprador. Desta forma, comprando em uma das lojas parceiras do Bitback, é possível receber uma porcentagem do valor gasto – que varia de acordo com as lojas – em Bitcoins (BTC).

O Bitback é focado na facilidade para o usuário leigo sobre criptomoedas, optando por um cadastro simples e gratuito. É possível criar uma nova conta por meio de um perfil existente no Facebook ou por meio de uma conta Google.

Após o cadastro, basta confirmar o email, selecionar uma loja na aba “Lojas Parceiras” e efetuar a compra nas lojas virtuais parceiras. O saldo em cashback é exibido em uma barra lateral, junto com as opções de link de indicação e detalhes sobre a conta.

Sobre as indicações, a primeira compra realizada por um amigo indicado que for confirmada dentro de um ano após a indicação, garante ao usuário R$ 10,00 em Bitcoins.

Na aba “Minha Conta” há um espaço dedicado para alterar seus dados cadastrais na plataforma, o email de cadastro e incluir uma carteira (wallet) para sacar seus Bitcoins adquiridos por meio de cashback – ação possível após completar o saldo mínimo de R$ 30,00.

Diversas opções de compra para o público

Atualmente, o Bitback oferece opções de compra em quase 400 lojas virtuais, contando com uma base de 1.600 usuários – números que tendem a crescer conforme a plataforma é disseminada no público mainstream.

Otávio Lima, idealizador do projeto, fala sobre o compromisso do Bitback ser a porta de entrada para aqueles não iniciados no mundo das moedas digitais:

“Muitas pessoas não entram no mercado de criptomoedas por medo ou mesmo desconhecimento. Desta forma, pensei que se a entrada deles no mundo das criptomoedas fosse através de cashback, seria ótimo. Você naturalmente já compra em sites de e-commerce e, se puder ter o dinheiro de volta em Bitcoins, e ele ainda valorizar, será uma maravilha.”

De fato, a opção de cashback em Bitcoin representa uma forma segura de conhecer criptomoedas sem precisar necessariamente investir no criptoativo. E no Bitback é ainda melhor, pois o valor é devolvido em um ativo, que esse ano já valorizou mais do que famosos índices de diversas Bolsas de Valores – só este ano foram 295% de janeiro a julho.

A plataforma conta ainda com um blog, atualizado semanalmente com conteúdos educativos com o intuito de elucidar o público que ainda não entende sobre essa classe nascente de ativos.

Anúncio

Nexo

Empréstimos na hora por transferência bancária usando sua criptomoeda como garantia sem vendê-la. Ganhe juros de até 8% ao ano em suas Stablecoins.

Comece agora
Curta nossa página no Facebook e também no Twitterpara começar e terminar o dia bem informado. Cadastra-se também na Newsletter para receber em seu e-mail.
Mateus Nunes
Mateus Nuneshttps://livecoins.com.br
Analista de Sistemas, aprendiz e entusiasta de criptomoedas e blockchain. Sugestão de pauta: [email protected]

Veja também

Diretor jurídico da Unick se entrega e cumpre prisão em casa com tornozeleira eletrônica

Fernando Marques Lusvarghi, diretor jurídico da Unick e dono da SA Capital se entregou para a polícia no último dia 22 (sexta). Ele era...

Mãe e ex-cunhada do “rei do bitcoin” são sequestradas, amarradas e ameaçadas de morte

A mãe e a ex-cunhada do empresário Claudio Oliveira, dono do Grupo Bitcoin Banco – empresa de criptomoedas que deve R$ 616 milhões a...

Prosegur foi atacada por ransomware que pede Bitcoin como resgate

A empresa de segurança Prosegur foi atacada por um ransomware, que pede resgate em Bitcoin. Os softwares da empresa na área de telecomunicações foram...

Justiça de SP determina bloqueio de mais R$ 532,7 mil da Genbit

A Justiça de São Paulo determinou o bloqueio de mais R$ 532,7 mil da Genbit, exchange que promete rendimentos de 5% a 15% mensais,...

Preço do Bitcoin pode ter segundo melhor natal de todos os tempos

O Bitcoin tem visto o natal de 2019 cada vez mais próximo, com seu preço flutuando entre U$ 7,300. Contudo, o que pouca gente...

Receita Federal foi informada de R$ 14 bilhões de operações com criptomoedas no Brasil

De acordo com a Receita Federal do Brasil, segundo informações do G1, mais que R$ 14 bilhões de operações com criptomoedas foram informadas em...

Escreva seu comentário:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Diretor jurídico da Unick se entrega e cumpre prisão em casa com tornozeleira eletrônica

Fernando Marques Lusvarghi, diretor jurídico da Unick e dono da SA Capital se entregou para a polícia no último dia 22 (sexta). Ele era...

Mãe e ex-cunhada do “rei do bitcoin” são sequestradas, amarradas e ameaçadas de morte

A mãe e a ex-cunhada do empresário Claudio Oliveira, dono do Grupo Bitcoin Banco – empresa de criptomoedas que deve R$ 616 milhões a...

Prosegur foi atacada por ransomware que pede Bitcoin como resgate

A empresa de segurança Prosegur foi atacada por um ransomware, que pede resgate em Bitcoin. Os softwares da empresa na área de telecomunicações foram...

Justiça de SP determina bloqueio de mais R$ 532,7 mil da Genbit

A Justiça de São Paulo determinou o bloqueio de mais R$ 532,7 mil da Genbit, exchange que promete rendimentos de 5% a 15% mensais,...