CEO da Binance revela grandes planos para o Brasil

Em entrevista para a Folha, CZ revelou que pretende ter até 500 funcionários no Brasil.

Nos últimos dias Changpeng “CZ” Zhao, o CEO da Binance e um dos nomes mais importantes do mercado de criptomoedas, visitou o Brasil em uma viagem onde conheceu duas das principais cidades do país, São Paulo e Rio de Janeiro. CZ revelou querer expandir a atuação da Binance no país, escolhendo São Paulo como o seu ponto de partida.

Os planos de expansão da Binance para o Brasil podem representar uma ótima oportunidade para quem quer trabalhar no setor, com a possibilidade da Binance abrir quase 500 novas vagas de emprego.

Zhao comentou durante a sua participação em um evento focado em Ethereum sobre os seus planos de ampliar as ações da Binance no Brasil, consequentemente ajudando a ampliar o ecossistema de criptomoedas por aqui.

O bilionário comentou que atualmente existem cerca de 100 funcionários atuando na Binance Brasil, com metade sendo do Rio de Janeiro. No entanto, para ele isso é só o começo e que os planos são de expandir esse número para 500 funcionários. Zhao disse ainda que haverá processos seletivos que serão anunciados no futuro nas redes sociais da corretora e outros meios de comunicação.

Além do aumento na sua atuação no Brasil, Zhao também comentou outros planos para que o ecossistema do criptomercado se torne mais relevante no Brasil, como um possível investimento da Binance em programas de bolsas de estudos sobre programação com aulas sobre blockchain.

CEO da Binance quer uma “expansão global, mas local”

Em entrevista para a Folha, CZ falou de números de contratações, com a pretensão de chegar em até 500 funcionários, caso não sejam atrapalhados pela regulamentação brasileira.

Além disso, o plano de expansão da Binance envolve a compra de outras corretoras para facilitar a operação e a licença em relação às regras brasileiras. Quando perguntando se esse tipo de expansão é a mais fácil que existe, Zhao disse que a ideia é tornar a Binance global.

“Não sei se será mais rápida porque a aquisição depende da aprovação do Banco Central. Mas pretendemos adquirir outras empresas. Queremos ser globais sendo locais. Nosso time no Brasil conta com 70 pessoas e podemos chegar a 500 pessoas. Mas se a regulação brasileira banir as criptos, teremos de sair daqui.”, disse zhao à folha.

CZ também falou sobre o seu interesse pelo Brasil, mais especificamente sobre o número de pessoas com acesso a celular e internet. O CEO da Binance disse que a empresa não vê possibilidades apenas em termos de PIB, mas na população geral.

“Não vemos em termos de PIB. Estamos mais interessados em lugares com mais usuários de celulares [com acesso a internet]. Uma população dessa pode ser um hub [centro] de futuras fintechs no planeta.”, concluiu.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.

Últimas notícias