Cidade de Santa Catarina não pode minerar criptomoedas em sistema de empresa

Contrato entre empresa e município proíbe a prática.

Biometria como mineração de criptomoedas
Biometria

Uma cidade de Santa Catarina não pode minerar criptomoedas em um sistema contratado de uma empresa de biometria. A cláusula é prevista no acordo feito entre a Prefeitura de Fraiburgo e a empresa Griaule.

Essa companhia internacional provê ao mercado serviços ligados a autenticação por meio de biometrias em sistemas.

Como clientes, por exemplo, estão grandes empresas nacionais, como a Caixa Econômica Federal, Santander, Polícia Civil do Distrito Federal e até o programa de carteiras de identidade de Israel, que reconhece mais de 9 milhões de pessoas.

Cidade de Santa Catarina não pode minerar criptomoedas com sistema de empresa

A mineração de criptomoedas é uma atividade essencial para o funcionamento das redes de moedas digitais públicas, atividade feita normalmente por empresas que têm interesse no futuro desse mercado.

Dessa forma, é preciso o uso de equipamentos específicos de criptomoedas, que costumam ser feitas por Asics, no caso do Bitcoin, ou placas de vídeo para moedas como Ethereum.

Contudo, mesmo se quisesse, o município de Fraiburgo, no Estado de Santa Catarina, assinou um contrato recente com a empresa Griaule, em que se compromete a não utilizar a solução contratada para mineração de criptomoedas.

[…] (d) usar os Serviços para executar mineração de moedas digitais ou criptomoedas ((a) a (d) é definido como “Política de Uso Aceitável”). Além dos direitos que Nós temos neste Contrato e no Seu Pedido, Nós temos o direito de efetuar ações corretivas se a Política de Uso Aceitável for violada, incluindo, mas não limitado a, remover ou desativar o acesso ao material que viole a política supramencionada.

Ou seja, caso o sistema de biometria seja utilizado para ligações com criptomoedas, o contrato pode ser rescindido. Anualmente, o valor do contrato tem o custo de R$ 1.600,00, assinado para o período de 17 de maio de 2022 a 16 de maio de 2023.

Sistema de biometria pode ser utilizado pela Polícia Científica de Santa Catarina

O uso do sistema de biometria que impede a mineração de criptomoedas pode ser utilizado pela Polícia Científica de Santa Catarina, IGP/SC.

Essa solução criada pela empresa de Campinas é ainda parceria da Unicamp e possui mais de 20 certificações pelo FBI, com sua operação já sendo utilizada em mais de 70 países.

Vale lembrar que a prática de minerar criptomoedas no trabalho já causou demissões em todo o mundo. Em 2021, por exemplo, um funcionário público foi pego minerando criptomoedas no trabalho em Marília, no interior de São Paulo, e foi alvo de processo administrativo pela prefeitura local.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias