Mercado Bitcoin anuncia parceria com Vasco

A corretora Mercado Bitcoin estampará a camisa oficial do Vasco da Gama por alguns jogos. Essa presença no campo certamente dará mais visibilidade para a moeda digital no país, por uma tradicional corretora de criptomoedas.

Siga no
Vasco da Gama se une com Mercado Bitcoin futebol
Reprodução/VascoTV

Dois clubes de futebol se uniram com empresas de Bitcoin na última quinta-feira (5). As ações acabaram aproximando a moeda digital do futebol mundial, em um importante movimento.

Uma das ações aconteceu no Brasil, em um anúncio inédito envolvendo a corretora Mercado Bitcoin e o clube Vasco da Gama. Outra aconteceu na Alemanha, envolvendo o Borussia Dortmund e a Bybit.

Em ambos os casos, os clubes de futebol se aproximam da nova economia digital, promovida principalmente pelo Bitcoin e seu ecossistema. Além disso, dá aos investidores de criptomoedas mais opções e ajuda na adoção do mercado.

Em 2020, vale o destaque, que o Bitcoin ganha as manchetes com valorizações expressivas. Com as parcerias, novos investidores deverão conhecer mais sobre esse mercado.

Clubes de Futebol no Brasil e Alemanha se unem a empresas de criptomoedas

O futebol tem se aproximado das criptomoedas nos últimos anos no mundo todo. Grandes clubes já lançaram seus próprios tokens, como o Barcelona, Juventus, entre outros, mostrando que a inovação está presente no esporte.

A última quinta-feira (5) foi recheada de novidades, apresentadas por grandes clubes. No Brasil, por exemplo, o Vasco da Gama, clube com sede no Rio de Janeiro e tradicional no país, fechou uma parceria com a corretora Mercado Bitcoin.

Já na Alemanha, o clube Borussia Dortmund, segundo colocado da Bundesliga hoje, fechou uma parceria com a Bybit. Com sede na Ásia, a Bybit negocia contratos futuros de criptomoedas como Bitcoin, Ethereum, entre outros.

Em nota, o Borussia Dortmund afirmou que a novidade deve lançar a marca no continente asiático. Além disso, o importante clube alemão, que hoje disputa até a Champions League, pegue que mais clubes se conectem com essas tecnologias inovadoras.

“O BVB está ansioso para trabalhar com o jogador em ascensão no mercado de criptomoedas nos próximos anos. Esta nova parceria é um sinal igualmente claro para o futebol abraçar tecnologias inovadoras e para tecnologias inovadoras se conectarem com o esporte”, afirmou o Borussia.

Vasco da Gama recebeu R$ 10 milhões em parceria com Mercado Bitcoin, parceria inédita no futebol

Já no Brasil, o país do futebol, o Vasco da Gama foi um dos clubes de futebol que se aproximou de uma importante empresa de Bitcoin. Em nota, o Vasco deixou claro que irá tokenizar o seu direito de receber, pelo mecanismo de solidariedade da FIFA, por eventuais jogadores formados na base do clube.

Ou seja, a iniciativa inédita no futebol mundial permite que pessoas que comprarem este token recebam valores em vendas de jogadores. Serão negociados os direitos de 12 jogadores importantes no esporte atual.

“É crescente o número de clubes de futebol que já emitiram criptoativos com o objetivo de propiciar a seus torcedores mais participação nas suas atividades. Mas esta operação vai além: oferece aos torcedores e ao público em geral, a possibilidade de contribuir com o Clube e também obter retornos financeiros decorrentes da performance e transações de compra e venda destes 12 jogadores”, declarou o Vasco da Gama

Entre os jogadores formados pelo Vasco que serão tokenizados, o destaque é para Philippe Coutinho, atualmente no Barcelona. Coutinho é atual campeão da Champions League pelo Bayern de Munique e um dos principais jogadores da seleção brasileira de futebol.

O Vasco da Gama já recebeu, na última quinta, R$ 10 milhões do Mercado Bitcoin. Esse valor seria referente a criação de 20% dos tokens que serão emitidos e negociados em plataformas em breve.

Oportunidades para o Vasco e para o Bitcoin no Brasil

A corretora Mercado Bitcoin estampará a camisa oficial do Vasco da Gama por alguns jogos. Essa presença no campo certamente dará mais visibilidade para a moeda digital no país, por uma tradicional corretora de criptomoedas.

De fato, o presidente do Vasco, Alexandre Campello, afirmou que desde 2018 observava as criptomoedas. Campello afirmou em uma live que estava de olho nas oportunidades deste mercado e, enfim, o Vasco da Gama entrou nas criptomoedas agora em 2020.

A KPMG, uma das Big Four de auditoria no mundo, assessorou o Vasco da Gama no processo. O presidente do clube utilizou então o canal do YouTube Vasco TV para explicar mais detalhes do projeto. Confira abaixo a live sobre a inédita parceria:

Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Rússia pode reconhecer criptomoedas como propriedade

A Rússia tem uma história bem conturbada com relação as criptomoedas, desde projetos de lei que pretendiam criminalizar os ativos até a proposta de...

Justiça manda bitcoin.org revelar quantos bitcoins brasileiro tem

A justiça do Estado de São Paulo expediu um ofício ao Bitcoin.org, considerado o site oficial do Bitcoin no mundo todo. O caso aconteceu...
BlackFriday-Bitcoin

Bitcoin com 20% de desconto na Black Friday

O bitcoin estará à venda com desconto nesta Black Friday, quando se espera que bilhões sejam gastos em todos os tipos de produtos e...

Últimas notícias

Justiça manda bitcoin.org revelar quantos bitcoins brasileiro tem

A justiça do Estado de São Paulo expediu um ofício ao Bitcoin.org, considerado o site oficial do Bitcoin no mundo todo. O caso aconteceu...

Bitcoin com 20% de desconto na Black Friday

O bitcoin estará à venda com desconto nesta Black Friday, quando se espera que bilhões sejam gastos em todos os tipos de produtos e...

Por que o Bitcoin caiu $ 3.000 em poucas horas?

O Bitcoin não conseguiu superar seu preço histórico e caiu rapidamente de $ 19.500 para menos de $ 17.000. A moeda digital chegou enfrentar...