Com 89% de queda, Metaverso é o maior perdedor de 2022

O Metaverso foi o grande perdedor do ano, com 89% de queda desde o seu pico. Enquanto é importante notar que quanto maior o hype, maior a queda, e o Metaverso com certeza alcançou um hype gigantesco.

Quem não se lembra de um certo tempo atrás onde o metaverso parecia ser não só o futuro das criptomoedas, mas também de toda a internet. Os jogos do metaverso dominaram as notícias e a esperança dos investidores, mas de acordo com dados recentes tudo parece ter sido fogo de palha, com o metaverso tendo uma queda de 89% durante 2022.

A Arcane Research, uma das mais famosas e importantes empresas de análise de dados do mercado de blockchain e criptomoedas lançou o seu último relatório sobre 2022, aproveitando para olhar para o que aconteceu durante o ano, sobre diferentes pontos do setor e as mudanças que vimos acontecendo em meio a muito caos.

Sobre o mercado do metaverso e suas muitas soluções, que foram uma febre até pouco tempo, a Arcane mostrou que ela foi a que mais perdeu espaço e interesse durante 2022, tendo um “drawndown” de 89%.

Drawndown é um termo financeiro usado para identificar a queda de um ativo ou produto a partir do seu valor mais alto.

Gráfico da Arcane Research mostrando o desempenho de diferente setores do criptomercado. Fonte: Arcane Research.

Como mostrado pelos dados, o Metaverso foi o grande perdedor do ano, com 89% de queda desde o seu pico. Enquanto é importante notar que quanto maior o hype, maior a queda, e o Metaverso com certeza alcançou um hype gigantesco.

É possível que mesmo com essa queda de 89% o Metaverso ainda seja um grande sucesso, com muito interesse do mercado. Mas é bem fácil notar que muitas das discussões sobre o criptomercado esfriaram recentemente.

As soluções de camada alternativa também estão entre as grandes perdedoras, com 85% de queda desde o seu pico de preço.

2023 terá grande pressão contra criptomoedas de corretoras

Além da grande queda no setor do metaverso, a Arcane Research também apontou tendências para 2023 e uma delas é bem problemática para as criptomoedas de corretoras. Segundo a empresa de análise de dados, ano que vem será provavelmente marcado por escrutínio às criptomoedas de exchanges.

“Tokens de corretoras de criptomoedas vão enfrentar um sério escrutínio regulatório por causa do colapso da FTX e algumas moedas serão classificadas como valores mobiliários.”, diz o relatório da Arcane Research.

A queda da FTX (e da LUNA pouco antes) com certeza teve um impacto grande em relação a isso e as autoridades vão acabar (algumas já estão) intensificando o olhar para diferentes tokens e isso com certeza afetará o mercado no futuro.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Matheus Henrique
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.

Últimas notícias