----- Publicidade ------ 
CriptoBlock
-----

A gestão de criptomoedas como Bitcoin, Ether e Ripple é um mercado em crescimento no Brasil. Neste modelo de negócio, clientes contratam os serviços de especialistas, que fazem a administração de carteiras de investimento para terceiros. Mas há uma novidade no horizonte das criptomoedas: o uso de robôs de investimento em criptomoeda combinando Inteligência Artificial (IA) com modelos estatísticos.

O uso de algoritmos para investir em cripto tem se tornado cada vez mais uma tendência na área. Isso porque em um mercado 24/7, que nunca “fecha”, como é o caso das criptomoedas, o trabalho de um trader humano é cada vez mais difícil. Além disso, o volume de transações de criptoativos podem aumentar ou diminuir de acordo com o horário comercial dos países – mas nunca pára completamente. Ou seja, para ter sucesso, é preciso um dispositivo que monitore o minuto-a-minuto das transações e encontre as melhores oportunidades. Por isso, nada melhor do que um robô.

Existem players no mercado mundial que já aplicam essa estratégia. Hoje, os bots AIcoin e Autonio são alguns dos exemplo que temos de robôs que usam IA para otimizar o trade de criptomoedas. No Brasil, a primeira gestora do mercado a usar essa tecnologia é a QR Capital, que lançou sua plataforma na segunda-feira, dia 10.

----- Publicidade ------ 
BitcoinTrade
-----

 

Em geral, para montar uma estratégia de investimento com robôs, o algoritmo é abastecido com o histórico do mercado. Isso permite que, uma vez munido de informações, a máquina tenha autonomia para usar dados prévios e combiná-los com as transações do mercado, formulando assim diferentes estratégias. Normalmente o robô ainda pode ser abastecido com notícias que têm potencial de alterar o humor dos investidores, o que pode provocar uma corrida para compra ou venda de um criptoativo específico.

Os desenvolvedores do mercado procuram tornar os sistemas cada vez mais autônomos. Por isso, muitos desses algoritmos são desenvolvidos para “aprenderem” com dados, identificando padrões para tomar decisões que, inicialmente, não seriam capazes. Na linguagem “tech”, isso é conhecido como Machine Learning.

– Os algoritmos são fundamentais porque dão respostas muito rápidas e têm ganhos que, com uma pessoa no comando, não seria possível, pelo volume de dados que é preciso analisar. Isso é uma tendência neste mercado que gera oportunidades a cada segundo – afirma Fernando Carvalho, CEO da QR Capital.

Segurança e Liquidez para operar suas moedas digitais.
Baixe agora nosso aplicativo para iOS e Android
Siga também o nosso Instagram com análises diárias

Mantenha-se atualizado, siga no: Google News, Facebook, Twitter, Feedly, Flipboard, Telegram, Whatsapp, Instagram, ou receba por e-mail.