DeFi envia por engano R$ 500 milhões para usuários e fundador ameaça quem não devolver fundos

Talvez o uso de ameaças não tenha sido a melhor estratégia e isso pode fazer com que além de não devolver os fundos, os usuários parem de usar este protocolo.

Após um bug acidental em seu código, que distribuiu quase 500 milhões de reais na criptomoeda COMP para os seus usuários, o protocolo de finanças descentralizadas Compound ameaçou as pessoas que não devolverem o dinheiro recebido.

O erro milionário foi causado pela falta de dois caracteres no código de seu contrato inteligente que distribuía COMP aos seus usuários.

Como sempre, a comunidade não deixou barato e resolveu tirar sarro do CEO da Compound, afinal estamos falando de Finanças Descentralizadas (DeFi) e as ameaças vindas de uma entidade central não combinam com isso.

Bug no Compound distribui 500 milhões de reais em Compound

O Compound é um dos maiores protocolos de DeFi atualmente, sendo utilizado por usuários que desejam obter lucros ao emprestar ativos. A empresa responsável pelo protocolo afirmou que os fundos dos usuários estão seguros.

Após a integração de um sistema para distribuir COMP para os usuários que usaram o protocolo, descobriu-se da pior forma possível que havia um erro no código. Isso fez com que alguns usuários conseguissem resgatar montantes gigantescos de COMP, chegando a soma total de cerca de 500 milhões de reais.

Segundo o site rekt.news, o erro foi provocado pelo uso de “>” em vez de “>=” em duas partes do contrato inteligente. Ou seja, dois caracteres resultaram em uma perda milionária para o Compound.

Compound ameaça usuários

Sem muito o que fazer a respeito, o CEO da Compound Labs, Robert Leshner, ameaçou investigar os usuários que resgataram esse token de forma “ilícita”. Além de afirmar que estas pessoas precisarão pagar seus impostos caso não devolvam o dinheiro.

“Se você recebeu uma quantidade grande e incorreta de COMP por conta do erro do protocolo Compound:

Retorne o dinheiro para o Compound Timelock (EndereçoDoContrato). Fique com 10% por ser white-hat (hacker do bem).

Caso contrário, este montante será declarado para a Receita Federal, e a maioria de vocês será investigado e exposto.”

Por forma “ilícita”, vale lembrar que muitas pessoas entendem que em termos de blockchain, a única lei é o código. Dito isso, por erro ou não dos desenvolvedores, este dinheiro é deles por direito.

Reação da comunidade

Quem recebeu os tokens está muito feliz, ao contrário da empresa. A posição do CEO da Compound Labs, empresa responsável por manter o Compound funcionando, fez com que a comunidade respondesse a altura. Resultando em várias críticas bem humoradas.

Um usuário postou a foto de um cachimbo com a legenda “momentos antes desse tweet”, querendo dizer que Robert Leshner só poderia estar drogado para postar aquilo.

Outro ridicularizou o setor de DeFi, já que a Compound tem um CEO que está tentando resgatar os fundos ao atacar seus usuários.

“E então nós o chamamos de ‘Finanças Descentralizadas'”

Devido ao tweet mencionar que os usuários poderiam ficar com 10%, um usuário postou um meme sobre tomar uma decisão: Ficar com 10% do dinheiro ou com 60%, após pagar seus impostos.

Talvez o uso de ameaças não tenha sido a melhor estratégia e isso pode fazer com que além de não devolver os fundos, os usuários parem de usar este protocolo.

Nesta mesma semana, a Bitfinex pagou 125 milhões por uma transação de Ethereum e o minerador devolveu o montante, muito provavelmente ele não foi ameaçado como os usuários da Compound.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias