Correlação do Bitcoin e ouro cai e sobe aflição de investidores

Após alcançar máxima em um ano, ativos começam a se dissociar.

-

Siga no
Mão cheia de Bitcoin e Ouro
Mão cheia de Ouro e Bitcoin
Anúncio

Com os temores com recessão, vários investidores têm buscado se posicionar em ouro e Bitcoin. A correlação do Bitcoin e ouro chegou a atingir a máxima do ano recentemente, que cai nos últimos dias.

O ouro é de fato uma reserva de valor histórica ao longo dos anos. Com o mineral, investidores esperam garantir seu capital, principalmente em crises. Contudo, com as inovações tecnológicas, investidores jovens buscam novos ativos alternativos para proteção.

Devido aos temores com a pandemia do coronavírus e a crise econômica, ativos de reserva estão em alta. Nos últimos dias, o Banco Central dos EUA (FED) afirmou que teme pelo futuro. Isso porque, com medo de alta inflação e desemprego, a economia pode abalar.

Correlação do Bitcoin e ouro cai novamente após atingir pico de um ano

Anúncio

Quando o Bitcoin surgiu em 2009, seu propósito era ser um meio de pagamentos. Ao funcionar pela internet, a moeda digital logo foi reconhecida como algo mais. Alguns dentro da comunidade de criptomoedas então passaram a chamar o Bitcoin de ouro digital.

Isso porque, ao ter seu valor multiplicado, o Bitcoin passou a ser visto como reserva de valor. Ao longo dos anos, esse reconhecimento continua crescendo, mesmo com a crise do COVID-19.

Nas últimas semanas, por exemplo, uma alta correlação entre o Bitcoin e ouro chamou atenção. De acordo com a Skew, a narrativa do Bitcoin ser um novo ouro atingiu a máxima em meio a pandemia.

Dessa forma, a comunidade de criptomoedas comemorou a narrativa da moeda digital. Contudo, dias após a máxima, a correlação entre o Bitcoin e o ouro cai. Ao mesmo tempo, o preço de ambos os ativos sofreram desvalorizações, principalmente na última semana.

Enquanto o ouro perdeu 0,31% de valor, o preço do Bitcoin despencou 1,82% em sete dias. O desempenho de curto prazo, entretanto, não reflete o consolidado do ano.

Investidores preocupados com supervalorização do ouro

De acordo com o Crypto News, alguns investidores se mostraram preocupados com a recente alta do ouro. O preço do ouro tem aumentado constantemente em 2020. Dessa forma, a cotação do XAU/USD segue próxima de U$ 2 mil, com uma valorização de 33% em 2020.

Mesmo com a recente compra de Warren Buffett, analistas acreditam que o ouro está sobrevalorizado. Analistas do Bank of America seriam alguns do que acreditam na teoria. Segundo uma pesquisa recente, 31% dos gestores de fundos acreditam que o ouro está mais alto que deveria. Há um mês, contudo, nenhum especialista dizia o mesmo.

A aflição dos investidores com o preço do ouro acontece em meio a uma crise severa. Diretores do FED, por exemplo, acreditam que a economia estará arrasada no curto e médio prazo. Mesmo com essa desconfiança, o ouro segue sendo uma reserva de mercado.

Já o Bitcoin, que também seria uma das alternativas ao colapso do sistema financeiro em perspectiva, segue sob análise. No ano, o desempenho de ambos os ativos é destaque. Enquanto o ouro sobe 33%, o Bitcoin ganha 61%, mostrando boa reserva de valor.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Bitcoin em corretoras de criptomoedas

Indicador mostra oportunidade no Bitcoin pela primeira vez desde março

Desde que os impactos do novo coronavírus assolaram os mercados financeiros em março, investidores adotaram uma postura de cautela. Mas um indicador do Bitcoin que...

Fastcash diz que juiz se baseou em “estratégia criminosa” para reconhecer relação entre fintech...

No início desta semana, o juiz Claudio Teixeira Villar, da 2ª Vara Civil de Santos, informou em decisão judicial que a fintech Fastcash e...
Bitcoin e Bandeira do Brasil - Brasileiros e criptomoedas (criptomoeda pública)

Ex-presidente do Banco Central sobre bitcoin: “Acho que isso não vai a lugar nenhum”

Considerado um dos economistas mais influentes do Brasil, Armínio Fraga participou de um evento na tarde da última quarta-feira (16). Durante o evento, o...

Últimas notícias

Indicador mostra oportunidade no Bitcoin pela primeira vez desde março

Desde que os impactos do novo coronavírus assolaram os mercados financeiros em março, investidores adotaram uma postura de cautela. Mas um indicador do Bitcoin que...

Fastcash diz que juiz se baseou em “estratégia criminosa” para reconhecer relação entre fintech e Atlas

No início desta semana, o juiz Claudio Teixeira Villar, da 2ª Vara Civil de Santos, informou em decisão judicial que a fintech Fastcash e...

Ex-presidente do Banco Central sobre bitcoin: “Acho que isso não vai a lugar nenhum”

Considerado um dos economistas mais influentes do Brasil, Armínio Fraga participou de um evento na tarde da última quarta-feira (16). Durante o evento, o...