Corretora brasileira de criptomoedas fecha e dá 24 horas para clientes sacarem fundos

Corretora afirmava ter autorização para funcionar nos EUA e operava desde 2017.

Bandeira do Brasil com notas de real e moedas de Bitcoin e criptomoedas
Bandeira do Brasil com notas de real e moedas de Bitcoin.

Uma corretora de criptomoedas que operava com escritórios até no Brasil fecha as suas portas, dando um prazo apertado de apenas 24 horas para que clientes efetuem seus saques. O anúncio foi divulgado na última segunda-feira (18), indicando que até esta terça-feira (19) os saques serão normalmente processados.

Várias corretoras de criptomoedas tem apresentado problemas em todo o mundo, mas no Brasil a realidade ainda não havia começado. Dessa forma, o caso chama atenção para que os investidores tenham atenção com a custódia de suas criptomoedas, de preferência colocando em carteiras digitais seguras.

A crise no mercado de criptomoedas segue chamando atenção e causando problemas inesperados, principalmente nas empresas que operam no setor.

Corretora de criptomoedas que tinha escritório no Brasil fecha as portas e dá 24 horas para saques

Criada em 2017, com escritórios em Cingapura, Japão, Estados Unidos e Brasil, a desconhecida Bexplus afirmava em sua página estar em constante busca por expansão de seus serviços pelo mundo.

Contudo, inusitadamente a corretora divulgou na última segunda um “Aviso sobre Suspensão Indefinida do Projeto Bexplus“.

Citando que o caso é de motivo de força maior, sem entrar em detalhes, a corretora de criptomoedas interrompeu seus serviços imediatamente e cancelou todas as ordens de clientes. A empresa afirmou que garantirá os saques de 100% das criptomoedas.

Mas chamou atenção que os serviço de saques foi disponibilizado por apenas 24 horas, ou seja, clientes teriam que correr para pegar suas moedas digitais na plataforma.

“Caros usuários do Bexplus, Lamentamos informar que, por motivo de força maior, a Bexplus interromperá o atendimento a partir de agora. Tenha certeza de que seus ativos no Bexplus podem ser 100% retirados. Os procedimentos pertinentes são divulgados da seguinte forma: (1) Serviço de negociação: às 14:00:00 do dia 18 de julho de 2022 (UTC), o sistema fechará automaticamente todas as posições abertas. Recomenda-se fechar suas posições abertas em tempo hábil. (2) Serviço de saque: Por favor, complete o saque dentro de 24 horas após as 14:00:00 (UTC) de 18 de julho de 2022, após o qual o site fechará a função de saque.”

Considerando o prazo dado aos clientes, os saques já não estão mais disponíveis para os clientes nesta terça.

E quem não sacou no prazo apertado dado pela corretora?

A corretora de criptomoedas era desconhecida no Brasil, embora alegue ter operações no país antes de fechar as portas.

Com os saques totalmente travados, os clientes agora terão de enviar um e-mail para o “support@bexplus.com” e solicitar o resgate de suas moedas o mais rápido possível. No entanto, a corretora afirma que tem até 7 dias para processar os saques, após uma análise.

“Se você não puder concluir a retirada dentro de 24H devido aos seus próprios motivos, envie um e-mail de solicitação de retirada para support@bexplus.com através do seu e-mail registrado e indique sua moeda de retirada, endereço de retirada e tipo de endereço no e-mail. O atendimento ao cliente analisará e processará sua solicitação em até 7 dias úteis após o recebimento da solicitação. Obrigado por seu apoio e companheirismo contínuos!”

Não está claro o que aconteceu com a corretora e se há clientes brasileiros afetados pela situação, mas esse pode ser o primeiro colapso de uma plataforma que operava no país neste inverno cripto. Em sua página, a Bexplus afirmava ter licenças MSB nos Estados Unidos.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias