Corretora proíbe funcionários de comprar criptomoedas

Medida tem a intenção de evitar fraudes em negociações de criptomoedas com informações privilegiadas.

Siga no
Bitcoin banido
Bitcoin banido

Uma grande corretora de Bitcoin proibiu seus funcionários de fazer trade em sua plataforma. De acordo com comunicado, a medida visa impedir a negociação com informações privilegiadas.

Uma das maiores da Coreia do Sul, a Bithumb busca há algum tempo coibir atividades irregulares de seus colaboradores. Através de regulamentos, por exemplo, os funcionários não podiam comprar criptomoedas no horário de serviço.

Além disso, quando uma nova criptomoeda é listada na corretora, os funcionários tinham que esperar três dias para poder fazer a compra. A Bithumb informou que até negociações usando nomes de terceiros eram investigadas.

Corretora de Bitcoin proíbe definitivamente seus funcionários de fazer trade pela plataforma que ajudam a construir

Os sul-coreanos hoje são uns dos principais negociantes de criptomoeda do mundo. Segundo site Coinhills, o par de negociação Bitcoin e Won coreano é o quarto maior volume mundial, perdendo apenas para o Dólar, Euro e Yen.

Segundo comunicado da Bithumb, sendo a maior corretora em volume da Coreia, a nova medida visa fortalecer os regulamentos internos e melhorar a transparência de transações.

“Bithumb (CEO Baek-young Heo), principal bolsa de ativos virtuais da Coréia, anunciou que fortalecerá os regulamentos internos para aumentar a transparência das transações e proibir investimentos usando a conta Bithumb de seus funcionários e empresas a partir deste mês.”

Antes dessa nova regra, a bolsa de criptomoedas já havia implementado outras medidas de contenção. Dentre outras, além das já citadas, está a proibição da divulgação de informações privilegiadas.

É proibido aos funcionários também a instituição de práticas comerciais desleais, além de ser proibido a manipulação de mercado com recursos da Bithumb.

As regras já foram apresentadas aos funcionários, e entram em vigor a partir de hoje.

Corretora espera conseguir certificado internacional de compliance

A Bithumb esclareceu em sua nota à imprensa que as novas regras, apesar de duras para seus colaboradores, visa atender a um cenário de regulamentação internacional. Assim, a exchange espera conseguir um certificado internacional, ligado ao ISO 37301.

“Vamos proibir todos os operadores de negócios de ativos virtuais e funcionários de negociar ativos virtuais por meio do operador de negócios de ativos virtuais. Enquanto isso, a Bithumb está continuamente fortalecendo sua gestão de conformidade e controle interno, fornecendo treinamento para adquirir a certificação ‘International Standard Compliance Management System (ISO 37301)'”

Através de auditorias, a bolsa afirmou que irá manter seus funcionários afastados da negociação de criptomoedas. Todos eles tiveram que assinar um termo de compromisso para se manterem afastados do broker de negociações.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

TradingView: Mercado cripto ainda tímido, analistas otimistas

Após forte alta, mercado sofre breve retração, que não foi o suficiente para tirar as esperanças dos analistas. Confira os estudos do TradingView. Lorena Almada O...
Ethereum enfrentando o Bitcoin

Ethereum vai deixar Bitcoin “no chinelo” após atualização?

A rivalidade entre as comunidades do Ethereum e do Bitcoin voltaram a ganhar força nos últimos dias, com uma atualização do Ethereum sustentando rumores...

Estudo revela que 40% dos investidores em bitcoin esquecem suas senhas

Uma das partes mais importantes na hora de manter criptomoedas com segurança é guardar as senhas em um lugar seguro, no entanto, é ainda...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias