Corretoras de Bitcoin de olho em circuit breaker após semana de pânico nos preços

Mecanismo é utilizado em bolsas de valores!

-

Siga no
Anúncio

O mercado de criptomoedas viu um enorme pânico na venda de ativos digitais nas últimas semanas. As corretoras de Bitcoin, assim como as bolsas tradicionais, poderiam começar a utilizar o circuit breaker para evitar quedas tão bruscas nos preços.

O circuit breaker é um mecanismo de defesa de preços, ativado quando a volatilidade é muito alta, ou anormal. Os traders de Bitcoin certamente terão benefícios de uma possível implementação dessa ferramenta.

Na B3, por exemplo, uma queda de 10% no índice Ibovespa aciona o primeiro nível, fazendo a bolsa ficar interrompida por 30 minutos. Caso as negociações voltem e a queda continue, atingindo 15% de perda do índice, o segundo nível de circuit breaker começa, pausando trades por uma hora. Contudo, caso a bolsa volte a funcionar e caia 20%, o mercado é encerrado.

Corretoras de Bitcoin podem olhar para circuit breaker para proteger investidores de criptomoedas?

Anúncio

A ferramenta circuit breaker é conhecida dentre os traders de mercados tradicionais. Quando é ativado, o cenário provavelmente é ruim, com uma queda generalizada nas bolsas de valores.

O mercado de Bitcoin, entretanto, não possui um mecanismo que o protege de volatilidades extremas. Quando o preço vai muito para baixo, não há barreiras para a queda.

Além disso, as corretoras de Bitcoin funcionam 24 horas, de forma ininterrupta. Com isso, um eventual circuit breaker não travaria os negócios, como é visto nos mercados tradicionais.

Mesmo assim, a CEO da Binance America, Catherine Coley comentou nos últimos dias sobre o assunto. Em seu Twitter, Coley afirmou que o conceito de circuit breaker ser levado ao mercado de Bitcoin seria algo impressionante. A CEO da Binance deixou no ar se algo semelhante poderia começar a existir em breve, gerando especulações nos comentários de seus seguidores.

Quando preço do Bitcoin desvaloriza, quem segura é o próprio mercado: Lei da oferta e demanda

Quando o preço do Bitcoin entra em um período de enormes quedas, a única barreira é o próprio mercado. Isso porque, os traders que estão vendendo suas moedas eventualmente encontram uma ordem de compra nas corretoras, que segura o preço.

O maior período de queda do Bitcoin, visto em 2018, levou o preço de U$ 20 para U$ 3 mil em menos de 12 meses. Com uma queda tão brusca nos preços, o que segurou o preço em torno de U$ 3 mil foi o interesse em comprar a moeda digital nesse valor.

O Livecoins conversou com às duas maiores corretoras de Bitcoin do Brasil para saber sua opinião sobre o circuit breaker. Como este mecanismo seria implementado em um mercado global e que nunca dorme?

Bitcoin Trade acredita que é complicado implementar ferramenta apenas em uma corretora

Em conversa com o Livecoins, o COO da Bitcoin Trade, Daniel Coquieri relatou que um circuit breaker isolado não muda o cenário da moeda, apenas causa desespero nas pessoas. Ou seja, não adiantaria a Bitcoin Trade implementar uma ferramenta como essa sozinha, uma vez que o Bitcoin continuaria a ser negociado em outras bolsas.

Estamos falando de um ativo global e sem fronteiras, diferente do mercado de ações tradicional

Daniel citou como exemplo as ações da Petrobras que tiveram enorme queda nos últimos dias. De acordo com o COO da Bitcoin Trade, “Quando a B3 para, ninguém consegue vender PETR4, por exemplo, no caso do BTC se pararmos, não significa que o preço do ativo iria paralisar por um tempo, continuaria caindo em outras corretoras e só agravaria a situação“.

Mercado Bitcoin já considerou, mas preferiu deixar dinâmica de mercado mais livre

A corretora Mercado Bitcoin já considerou ativar o circuit breaker em sua plataforma. Contudo, após analisar o mercado de criptomoedas, optou por deixar o preço fluir livremente.

Em conversa com Fabrício Tota, diretor do Mercado Bitcoin, foi nos relatado que a corretora já avaliou vários mecanismos existentes no mercado tradicional. O Bitcoin, e outras criptomoedas, entretanto, seguem uma dinâmica diferente, o que dificulta a implementação.

já avaliamos implementar o circuit breaker e outros mecanismos dos mercado tradicionais. Contudo nossa decisão foi de deixar o preço flutuar livremente, respondendo unicamente às ordens de compra e venda dos clientes. Entendemos que o Bitcoin e outras criptomoedas tem sua dinâmica própria de preços e que a melhor decisão enquanto exchange é interferir o mínimo possível nessa dinâmica.

Nesta quarta-feira (11) o mercado de bolsas de valores sangrou novamente, com o segundo dia de circuit breaker na B3 em menos de uma semana. Já o preço do Bitcoin também operou em queda, de apenas 1,35% em 24 horas.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Leia mais

Investimento em prejuízo no Brasil

Investimento mais conservador do Brasil dando prejuízo

Muitos que procuram investir nas criptomoedas, como Bitcoin, por exemplo, acreditam que a moeda oferece grandes riscos como reserva de valor. Mas na pandemia...
Bitcoin é a maior moeda digital do mundo

Como a crise ajudou na popularização do Bitcoin?

Com a notícia da pandemia do coronavírus todo o mercado de investimentos tradicional e digital foi impactado com a notícia. Sendo assim, as criptomoedas...

Influenciadores do TikTok receberam R$ 2.7 milhões promovendo golpes

Alguns criadores de conteúdo do TikTok estavam promovendo aplicativos com Adwares e Cavalos de Tróia embutidos. O dinheiro arrecadado pelos influenciadores com a promoção...

Últimas notícias

Binance Webinar em Português fala sobre game baseado em Bitcoin

A Binance organizou um evento para a próxima quinta-feira no Brasil. O webinar da Binance, em português, falará sobre games e cripto, fazendo a...

Como a crise ajudou na popularização do Bitcoin?

Com a notícia da pandemia do coronavírus todo o mercado de investimentos tradicional e digital foi impactado com a notícia. Sendo assim, as criptomoedas...

Influenciadores do TikTok receberam R$ 2.7 milhões promovendo golpes

Alguns criadores de conteúdo do TikTok estavam promovendo aplicativos com Adwares e Cavalos de Tróia embutidos. O dinheiro arrecadado pelos influenciadores com a promoção...