Criador do bitcoin cash é acusado de calote de R$ 221 milhões por corretora que bloqueou saques

Parte do plano da CoinFlex é esperar que seja reembolsado pelo investidor, o que, claro, pode não acontecer. Lamb disse à Bloomberg na segunda-feira que acredita que o investidor pagará a empresa “em algum momento no futuro”.

A corretora de criptomoedas CoinFLEX vem passando por uma situação que não só está ameaçando a sua reputação, como a de nomes conhecidos no mercado. O recente colapso da CoinFLEX envolve um empréstimo irresponsável feito para uma única pessoa.

A situação da CoinFLEX está ligada com a recente queda das criptomoedas, mas a história vai muito além disso, com muitos até mesmo envolvendo Roger Ver, conhecido como “Jesus do Bitcoin” e criador do “Bitcoin Cash” (a.k.a shitcoin).

O problema com a ConFLEX é relativamente simples, e particularmente estarrecedor, a companhia que pratica yeld decentralizado realizou um empréstimo sem colateral para um indivíduo, identificado como um “cliente antigo”, de US$ 47 milhões. No entanto, após perdas no criptomercado esse indivíduo não é mais capaz de pagar o empréstimo.

De acordo com um anúncio da própria corretora, o cliente em particular acabou ficando com a conta negativa. A corretora explicou que em circunstâncias normais esse cliente teria sido liquidado automaticamente.

Explicação da CoinFLEX para o lançamento de uma nova criptomoeda.

Mas nesse caso específico, o cliente tinha um contrato de não-liquidação, com a garantia de que ele iria manter a liquidez da sua conta e pagar o que deve, o que não aconteceu e agora deixou a plataforma com um débito milionário.

Com muitos se perguntando quem pode ser esse cliente misterioso, muitos tinham apontando diferentes suspeitos, e alguns confirmaram que é possível que Roger Ver seja o responsável por ter praticamente quebrado a CoinFLEX;

“Um insider verificado confirmou que o individuo de alto valor que deve dinheiro à CoinFLEX é o defensor do Bitcoin Cash e acionista da CoinFlex, Roger Ver.

Ver estava apostando em posições longas no BCH e a plataforma permitiu que ele continuasse em déficit porque ele pessoalmente garantiu que iria pagar.”

Roger Ver nega

Inicialmente Roger Ver chegou a negar que era a pessoa que estava devendo à CoinFlex, afirmando que tudo não passava de rumores. Indo além, ele também afirmou que não só não estava devendo para a companhia, como ela é a corretora que estava devendo “uma grande quantidade de dinheiro” para ele e que estava em processo para tentar recuperar o valor.

A situação que já era complicada ficou ainda mais quando o CEO da CoinFLEX foi abertamente ao Twitter garantir que sim, Roger Ver, o apoiador do Bitcoin Cash, é o devedor.

“Ele está negando que o débito pertence a ele, então nós achamos necessário clarificar para o público que sim – o débito é 100% relacionado a conta dele.

Roger Ver um cidadão da União Europeia que nós acreditamos ter uma grande quantidade de ativos nos EUA, Reino Unido e outras jurisdições relevantes.”

A situação chegou a ser repercutida entre os investidores brasileiros, até mesmo com um tom de comemoração, já que Roger Ver não é muito querido entre os bitcoiners por causa da criação do bitcoin cash e suas afirmações de que o BCH é “o verdadeiro bitcoin”.

Plano de recuperação da CoinFLEX envolve a criação de uma nova criptomoeda

Entre as acusações que vão de um lado para outro, a CoinFLEX também está sendo criticada pela forma que decidiu lidar com a situação: Criando uma criptomoeda lastreada no débito de Roger Ver.

Conforme informou o site CNBC, a CoinFlex afirmou que emitirá US$ 47 milhões em uma moeda digital, oferecendo 20% de juros ao ano, e recebeu o nome de Recovery Value USD, ou rvUSD, moeda que alguns estão chamando de “(R)oger (V)er USD”

Parte do plano da CoinFlex é esperar que seja reembolsado pelo investidor, o que, claro, pode não acontecer. Lamb disse à Bloomberg na segunda-feira que acredita que o investidor pagará a empresa “em algum momento no futuro”.

Caso esse pagamento seja feito, com juros, quem comprou a rvUSD receberá parte dos juros como forma de incentivo, com promessas de até 20% APY.

Segundo a CNBC a companhia acrescentou que conta com “mecanismos alternativos” se não puder levantar dinheiro com a emissão de rvUSD, mas não detalhou quais seriam.

A CoinFlex também afirmou que acredita poder retomar os saques no dia 30 de junho. Se a emissão do token rvUSD for totalmente comprada, a CoinFlex reativará os saques e restaurará a plataforma para funcionalidade total, disse a empresa.

No entanto, até o momento tudo é muito suspeito e os planos da CoinFLEX podem cair por terra. Infelizmente para quem tem dinheiro na corretora agora é tarde, já que os saques foram bloqueados, o melhor é torcer para o plano de recuperação funcionar.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.

Últimas notícias