Criador do Ethereum chama concorrentes de “pilhas centralizadas de lixo”

-

Siga no
Vitalik Buterin
Vitalik Buterin
Anúncio

Em uma recente conferência sobre blockchain que aconteceu em San Franciso, Vitalik Buterin, criador do Ethereum, respondeu a uma pergunta sobre se a atualização do Ethereum teria “qualquer meta de melhoria na taxa de transferência de transações”.

Buterin então respondeu:

“Eu notei muitos equívocos aqui. Porque, tipo, existem muitos projetos ruins que tentam se auto promover dizendo que ‘Oh, […] podemos fazer 5.000 transações por segundo e a prova de trabalho (PoW) só pode fazer 15.’”

Anúncio

Buterin defendeu que o foco principal dos algoritmos de consenso é a segurança do protocolo e não a escalabilidade.

“Há muitos equívocos horríveis dentro disso. Porque o propósito de um algoritmo de consenso não é fazer uma blockchain rápida. O objetivo de um algoritmo de consenso é manter a blockchain segura.”

Vitalik Buterin critica os concorrentes que afirmam ter resolvido os desafios de escalabilidade

“Quando um projeto blockchain afirma: ‘Podemos fazer 3.500 TPS porque temos um algoritmo diferente’, o que realmente queremos dizer é ‘Somos uma pilha centralizada de lixo porque só temos 7 nós executando a coisa toda’”.

Com essa afirmação, o co-fundador da Ethereum indiretamente lança sombra sobre projetos como Tron , EOS e NEO, que são bem conhecidos por terem uma quantidade limitada de nós executando a rede.

Buterin enfatiza que os projetos que declaram ter encontrado a solução para resolver problemas de escalabilidade são centralizados, e isso anula todo o propósito das blockchains e da descentralização.

Muitos poderiam concordar com o fato de que o principal mérito desta tecnologia revolucionária é a descentralização.

Muitos investidores em criptomoedas não estão preocupados com a tecnologia por trás dos tokens em que estão investindo; isso pode ser porque esse espaço ainda está em sua infância. A maioria das pessoas se preocupa mais com o dinheiro que podem ganhar com seus investimentos do que com os problemas que esses projetos podem resolver.

Mas certamente há algumas pessoas cativadas pelas capacidades desta nova tecnologia emergente, que pode transformar a sociedade a partir do zero para melhor.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Leia mais sobre:
Mateus Nunes
Mateus Nuneshttps://livecoins.com.br
Analista de Sistemas, aprendiz e entusiasta de criptomoedas e blockchain. Sugestão de pauta: [email protected]

Leia mais

Hacker. Imagem: Cortesia Pixabay

Corretora de criptomoedas perde R$ 1 bilhão após ser hackeada

A KuCoin, uma das maiores corretoras de criptomoedas do mundo perdeu US $ 200 milhões (R$ 1.1 bi) após ser hackeada. O ataque aconteceu...

Grande banco dos EUA é acusado de participação em golpe com criptomoedas

O esquema de pirâmide OneCoin foi o maior esquema ponzi recente, sumindo com bilhões de clientes, levando a prisões e até mesmo a uma...
hathor

Primeira exchange a listar a brasileira Hathor HTR

A tecnologia brasileira da blockchain Hathor vem chamando cada vez mais atenção da comunidade global e já entrou nos Estados Unidos e na Ásia,...

Últimas notícias

Grande banco dos EUA é acusado de participação em golpe com criptomoedas

O esquema de pirâmide OneCoin foi o maior esquema ponzi recente, sumindo com bilhões de clientes, levando a prisões e até mesmo a uma...

Primeira exchange a listar a brasileira Hathor HTR

A tecnologia brasileira da blockchain Hathor vem chamando cada vez mais atenção da comunidade global e já entrou nos Estados Unidos e na Ásia,...

Blockchain é o futuro do Twitter, afirma Jack Dorsey

O CEO do Twitter, Jack Dorsey, participou nessa sexta-feira (25) do Oslo Freedom Forum 2020. Durante a conversa, Jack deixou claro que a tecnologia...