Criador de suposta pirâmide financeira atira em vítima que cobrava dinheiro investido

Homem queria receber de volta o dinheiro investido no esquema. O líder da Orion Partner não aceitou a cobrança e, após várias discussões, ele atirou contra a vítima do golpe. O momento do tiro foi filmado pelo filho de 8 anos. Negócio se dizia a "única comunidade de ajuda mútua do mundo com a tecnologia blockchain."

-

Siga no
Vítima sendo socorrida após ser baleada. imagem: Whatsapp
Anúncio

O criador da suposta pirâmide financeira Orion Partner atirou em uma das vítimas do esquema financeiro, nesta quarta-feira (16), em Itamonte, no Sul de Minas Gerais. Fabrício Ramos deu um tiro no ombro do homem, após uma discussão entre os dois por causa dos danos financeiros causados à vítima. Ramos já era investigado pela Polícia Civil de Minas Gerais por causa dos golpes. 

De acordo com a Polícia Militar, a vítima é de São Paulo, um homem que tem 42 anos que se afundou em dívidas por causa da pirâmide.

Ele perdeu a casa em que morava. Revoltado com a situação e sem ter onde morar, a vítima foi com o filho de 8 anos para Itamonte, abriu uma barraca e acampou em frente a casa do criador da Orion Partner, Fabrício Ramos. Ele ficou no local por cerca de 15 dias.

Anúncio

Vítima do esquema acampado em frente a casa do criador da Onion Partner. Imagem: Whatsapp
Vítima do esquema acampado em frente a casa do criador da Onion Partner. Imagem: Whatsapp

Filho da vítima filmou o momento do disparo

O paulista queria receber de volta o dinheiro investido no esquema. Fabrício não aceitou a cobrança e, após várias discussões, ele atirou contra a vítima do golpe. O homem foi socorrido para o hospital da cidade e não corre risco de morrer, mas ficará internado para passar por uma bateria de exames.

O momento do tiro foi filmado pela criança de 8 anos. Nas imagens a mãe do criador da Orion aparece com um pedaço de pau querendo agredir o paulista e também o menino. Já no fim do vídeo é possível ouvir o barulho do tiro e a vítima gritando por socorro.

Fabrício fugiu logo após o crime, mas depois se apresentou à polícia junto com um advogado e entregou a arma do crime. Ele foi ouvido e não ficou preso. Segundo a polícia, as investigações sobre a suposta pirâmide ainda estão no início e não há detalhes sobre a empresa ainda.

A pirâmide financeira é considerada como crime desde 1951. O esquema consiste no enriquecimento de um pequeno número de pessoas que recrutam, com argumentos enganosos de sucesso financeiro. Para participarem os novos membros precisam desembolsar um dinheiro para investir.

A Orion Partner

Desde o fim do ano passado a “empresa” já era suspeita de ser um esquema ponzi, no site Reclame Aqui, a Orion possui dezenas de reclamações, todas relacionadas a problemas com saques.

O modelo de negócio apresentado no site consiste basicamente em doar dinheiro para a rede, e receber de volta. De acordo com um artigo publicado no jornal O Tempo em agosto de 2019, a Orion Partner era insustentável.

Um blog da Orion Partner também mostra que a empresa tentava usar o Bitcoin para se promover. De acordo com a postagem, a Orion é a “única comunidade financeira do mundo com a tecnologia blockchain.”

Nesta quarta-feira, após o crime, o site da Orion, que tinha um domínio na Rússia e outro no Brasil, foi retirado do ar. Pelo site, a empresa oferecia rendimentos fixos e mensais, alguns deles até 240% do valor investido, no prazo de 4 a 5 meses.

Fabrício tem um sócio que também foi criador da pirâmide.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Natália Oliveira
Natália Oliveira
Jornalista desde 2011. Já atuou em grandes mídias de Minas Gerais. Tem interesse por tecnologia e economia.
Bitcoin e gráfico em queda de preços

Bitcoin cai 5% e pode não romper marca de 2017

O Bitcoin se aproxima do fechamento do mês de setembro e cai pelo menos 5% nesta segunda. Com a queda no preço do Bitcoin,...
FinCEN Files

Documentos vazados revelam que bancos lavaram R$ 10 trilhões em dinheiro ligado a crimes

Mais de 2.100 documentos secretos da FinCEN, Rede de Combate a Crimes Financeiros dos EUA, foram vazados e os detalhes desses arquivos trazem informações...
Europa (União Europeia e Bitcoin)

Europa vai regulamentar Bitcoin até 2024, apontam documentos

Segundo documentos vazados para a imprensa, a Europa vai regulamentar o Bitcoin até 2024 em todos os países membros do bloco. O tema ganhou...

Últimas notícias

Documentos vazados revelam que bancos lavaram R$ 10 trilhões em dinheiro ligado a crimes

Mais de 2.100 documentos secretos da FinCEN, Rede de Combate a Crimes Financeiros dos EUA, foram vazados e os detalhes desses arquivos trazem informações...

Europa vai regulamentar Bitcoin até 2024, apontam documentos

Segundo documentos vazados para a imprensa, a Europa vai regulamentar o Bitcoin até 2024 em todos os países membros do bloco. O tema ganhou...

Brasil desenvolve com blockchain uma identidade descentralizada

O Brasil caminha rumo às novas tecnologias e já desenvolve com uso da blockchain um novo projeto. Chamada de identidade descentralizada, a solução promete...