Venda de criptomoeda do Barcelona arrecada R$ 6.69 milhões em 2 horas

Siga no
Bandeira do Barcelona
Bandeira do Barcelona

Durante a atual pandemia, uma indústria que foi consideravelmente afetada foi a o futebol, principalmente os clubes com os jogos sem torcida. A aposta do Barcelona FC em ter lançado uma criptomoeda para seus fãs parece ter ajudado a amenizar essa situação.

A Chiliz, uma FinTech que oferece tecnologia de criptomoedas e blockchain para a indústria do esporte e entretenimento, foi responsável pelo token de fã $BAR, projeto do Barcelona anunciado ainda esse ano.

Chiliz e Socios.com possuem atuação em diferentes esportes.

O lançamento do ativo para os fãs foi muito mais agitado do que todos esperavam. De acordo com um tuíte de Alexandre Dreyfus, sócio da Socios.com e Chiliz Exchange, a venda nessa última segunda-feira, 22, gerou uma receita de US$ 1.3 milhões (R$ 6.69 milhões) em apenas duas horas de vendas.

Ao todo, 600 mil tokens $BAR foram vendidos por um preço fixo de €2 (R$11,65) em ambas a plataformas Socios.com e Chiliz.Net. De acordo com o tuíte, a criptomoeda do Barcelona teve uma demanda de 5x mais do que o esperado, com compras sendo feitas em mais de 100 países.

A previsão das partes envolvidas é que a venda relâmpago durasse pelo menos 48 horas.

“Esgotado. Na Socio a venda relâmpago da BAR do Barcebola Futebol Clube vendou mais de US$ 1.3 milhões em menos de 2 horas, com US$ 777 mil em apenas 2 minutos na exchange Chiliz. Fãs do clube e entusiastas das criptomoedas compraram em 106 países!!! Foram 5x mais demanda (US$6M ou mais) nas nossas plataformas.” afirmou a publicação no Twitter.

Criptomoeda do Barcelona será vendida a partir desta quarta-feira

Essa recente venda marcava apenas o lançamento oficial da venda das moedas na exchange Chilliz, que vai acontecer a partir desta quarta-feira, 24.

Enquanto essa primeira venda tinha um preço fixo por cada token, a próxima o preço será determinado por oferta e demanda, assim como é em outros pares de negociação. A token também estará disponível apenas no par de negociação com a criptomoeda Chiliz (CHZ).

Criptomoedas para fãs podem ser uma solução para a crise

Apesar do sucesso diferenciado, essa não é a única moeda feita para fã de um time de futebol que a Chiliz e Socio.com administram. Durante esse momento de crise, com estádios vazios e diminuição de receita, uma venda de US$ 1.3 milhões é um ótimo negócio, independente do quando esse dinheiro retorna diretamente para o clube.

Históricas de sucesso como essa podem motivar outros clubes a se prepararem para novas crises apostando nas criptomoedas. Assim como pode permitir que muitos dos fãs de futebol (e vários outros esportes) se tornem investidores dentro do criptomercado.

É uma ótima forma de exposição à tecnologia.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.
Leão. Imagem: Shutter Stock

Banco Central Europeu: “Bitcoin é um animal muito perigoso!”

O Bitcoin já foi chamado de várias coisas diferentes por autoridades do mundo todo, mas agora ele acaba de ganhar uma definição um tanto...
China bane Bitcoin. Imagem: Adobe Stock

Vídeo mostra mineradores chineses de Bitcoin desligando equipamentos

A China continua reprimindo a mineração de criptomoedas e não dá sinal que vai recuar. A última ofensiva tem como alvo a província de...
Gates e Buffet. (Imagem: Flickr)

Por que é inútil seguir os bilionários quando o assunto é criptomoedas?

Sem dúvidas, Warren Buffett, Ray Dalio, e Carl Icahn são grandes investidores, e sabem como ninguém comprar ativos tradicionais. No entanto, quando o assunto é...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias