Criptomoeda tem pane na rede e deixa de produzir novos blocos

Apesar de estar há mais de 13 horas sem produzir novos blocos, preço da Dash não caiu muito no mercado.

A rede da criptomoeda Dash começou a semana com uma pane total, que a levou a ter problemas na geração de novos blocos e preocupa mineradores e a corretora Binance.

Antigamente uma das maiores do mercado, a Dash perdeu grande prestígio desde 2017, quando a moda das criptomoedas de masternodes chegou ao fim. O investimento para ser um masternode Dash já custou mais de 2 milhões de reais, mas quem investiu no ativo acumula perdas nos últimos anos.

Nos últimos dias a rede aguardava uma nova atualização para buscar melhorar sua estrutura, e agora convive com uma luta desesperada contra o tempo para que o projeto não morra de vez.

CTO da Dash confirma pane total e diz que luta para restaurar blockchain

No início da madrugada desta segunda-feira (22), o CTO da Dash Core Group, Samuel Westrich, se dirigiu ao Twitter com uma notícia nada agradável para a comunidade.

De acordo com ele, a pane na produção de blocos da Dash surgiu enquanto uma nova versão do Core da altcoin era habilitada. Em nota, ele declarou que toda a equipe está empenhada em resolver o problema.

“Ocorreu um problema durante a ativação v19 do Dash Core. A cadeia está paralisada e atualmente não está produzindo blocos. Estamos todos investigando o problema. Continuarei com atualizações no Twitter conforme tivermos mais informações.”

Apesar da nota do CTO, conforme apurou o Livecoins, a produção de blocos na blockchain da Dash já acumula 13 horas de paralisação, segundo dados do Blockchair.

Dash acumula 13 horas sem produzir novos blocos com pane na rede
Dash acumula 13 horas sem produzir novos blocos com pane na rede/Blockchair.

Apesar da pausa de novos blocos em sua rede, o preço da criptomoeda DASH desvalorizou apenas 0,22% nas últimas 24 horas, cotada em 43 dólares por unidade.

Binance suspende recompensas em Dash

Os piores impactos da rede suspensa da Dash envolve os próprios mineradores que ainda acreditam na moeda e ainda mantém suas máquinas ligadas para validar transações do ecossistema.

Em nota, a Binance Pool afirmou que suspendeu as recompensas em Dash temporariamente, enquanto a rede não normalizar.

“Devido à situação após a ativação v19 do Dash Core, a rede Dash (DASH) pausou temporariamente a produção de novos blocos. Dessa forma, o Binance Pool suspenderá temporariamente a distribuição de recompensas de mineração DASH até que a rede retome a produção de blocos. Nenhum outro anúncio será postado.”

Comunidade Dash liberou correções, mas diz que situação ainda envolve riscos

Na tarde desta segunda, a comunidade Dash percebeu a chegada de uma correção ao problema. Agora, todos aguardam que os maternodes e mineradores atualizem para a nova versão.

Apesar da atualização de contenção dos problemas, a própria Dash reconhece que a atualização nova carrega erros, que todos devem se atentar. Ao que tudo indica, a rede pode voltar a funcionar nas próximas horas, mas ainda sem a total segurança esperada.

“Esta versão deve resolver a parada da rede assim que um número suficiente de masternodes e mineradores for atualizado. Esteja ciente dos problemas conhecidos listados no anúncio de lançamento. Uma reindexação pode ser necessária.”

Com um passado outrora promissor, a Dash acumula uma desvalorização de 97% em seu preço em Dólar desde o final de 2017. Assim, muitos que investiram no projeto abandonaram com os acúmulos de queda e o recente problema em nada ajuda a moeda, que arrisca sair do TOP 100 market cap após seguida perda de confiança da comunidade.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias