Criptomoedas operam em forte queda após Mt. Gox iniciar pagamentos de Bitcoin a antigos clientes

Enquanto antigos investidores lesados pela Mt. Gox estão comemorando nesta sexta-feira (5), outros estão preocupados. Isso porque o Bitcoin chegou a US$ 53.500 nesta madrugada, seu menor preço desde fevereiro.

A Mt. Gox começou a pagar seus antigos clientes, 10 anos após sua falência. Embora isso seja uma boa notícia para alguns, o mercado de criptomoedas opera em forte queda com a notícia nesta sexta-feira (5).

Isso porque a Mt. Gox era a maior corretora de Bitcoin do mundo até seu colapso. Em seu auge, ela era responsável por 80% do volume total de negociações do mercado.

Sua falência aconteceu após um hack estimado em 850 mil bitcoins, hoje avaliados em R$ 261 bilhões. Como comparação, o número é bem próximo dos 867 mil bitcoins detidos pelos ETFs americanos.

No entanto, a Mt. Gox conseguiu salvar cerca de 142 mil bitcoins e, devido a forte valorização da criptomoeda nos anos seguintes, bolou um plano para distribuir essa quantia entre os usuários afetados. Atualmente a quantia está avaliada em 43,7 bilhões.

Mt. Gox finalmente irá pagar seus antigos clientes

O mercado percebeu as movimentações da Mt. Gox já nesta quinta-feira (4). No total, três transações de 0,0001 BTC saíram da carteira, indicando que a falida corretora estava iniciando testes para dar início aos pagamentos.

Somado à pressão vendedora de outras partes, especialmente dos governos americanos e alemão, o Bitcoin perdeu seu suporte da região dos US$ 60.000.

De qualquer forma, o anúncio oficial da corretora nesta sexta-feira (5) aumentou o pessimismo do mercado. Isso porque o ‘fantasma da Mt. Gox’ já estava rondando o mercado há anos, mas o pagamento nunca saia. Ou seja, desta vez é real.

Dados on-chain também confirmam essas movimentações.

Após 10 anos, corretora Mt. Gox começa pagamento de clientes. Fonte: Arkham Intelligence.
Após 10 anos, corretora Mt. Gox começa pagamento de clientes. Fonte: Arkham Intelligence.

Mark Karpelès, CEO da Mt. Gox na data da falência, comemorou o início dos pagamentos nas redes sociais. O executivo chegou a ser preso em 2015 no Japão, país sede de sua corretora, mas foi liberado após 11 meses.

“Os clientes da MtGox finalmente começaram a receber seus Bitcoins! Depois de mais de 10 anos, eu já não tinha mais certeza se isso realmente aconteceria, mas aqui estamos nós, finalmente!! Foi uma longa jornada e estou feliz em ver que estamos finalmente chegando lá, só falta mais um pouco.”

Após a falência da FTX, em 2022, Karpelès retornou aos holofotes, mas agora buscando redenção. Na data, o executivo tentou auxiliar os afetados pelo ocorrido, além de dar conselhos para o mercado como um todo.

Bitcoin e outras criptomoedas em forte queda com notícia da Mt. Gox

Enquanto antigos investidores lesados pela Mt. Gox estão comemorando nesta sexta-feira (5), outros estão preocupados. Isso porque o Bitcoin chegou a US$ 53.500 nesta madrugada, seu menor preço desde fevereiro.

Outras criptomoedas também seguiram essa tendência de baixa, mas, como sempre, estão caindo mais que o próprio Bitcoin. Ethereum e BNB, por exemplo, acumulam 14% de perdas na semana.

Dentre as 100 maiores, apenas 4 estão no positivo. Os piores desempenhos ficam para Pendle (PENDLE) e Lido DAO (LDO), ambas caindo 33% nos últimos 7 dias.

Bitcoin e outras criptomoedas operam em forte queda após Mt. Gox iniciar pagamento a seus antigos clientes. Fonte: Coin360.
Bitcoin e outras criptomoedas operam em forte queda após Mt. Gox iniciar pagamento a seus antigos clientes. Fonte: Coin360.

Alguns nomes como Robert Kiyosaki e Peter Schiff acreditam que a queda do Bitcoin será grande desta vez. Tanto o amante quanto o crítico do Bitcoin usaram análise técnica para emitir suas opiniões.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Siga o Livecoins no Google News.

Curta no Facebook, TwitterInstagram.

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Henrique HK
Henrique HKhttps://github.com/sabotag3x
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias

Bitcoin 2024

Últimas notícias