CEO da Binance, maior corretora cripto do mundo, revela patrimônio

Patrimônio do empresário foi avaliado em mais de US $ 8 bilhões em janeiro de 2021.

Siga no

Changpeng Zhao, conhecido como “CZ“, é um nome muito importante dentro do criptomercado. O CEO da Binance, maior corretora em volume de negociação do mundo, recentemente revelou um pouco mais sobre os seus investimentos, principalmente sobre o seu patrimônio, que é quase 100% constituído por criptomoedas. 

Em uma entrevista para o Bloomberg CZ falou um pouco sobre sua vida, sobre a influência dos pais no seu estilo de vida e muitos outros detalhes interessantes. Mas um fato que chamou bastante a atenção foi justamente quando foi perguntado sobre seus investimentos e sobre a alocação de seu patrimônio.

Muitos milionários possuem uma certa quantidade de Bitcoin, com alguns recomendando 1% do portfólio na moeda digital, alguns mais ousados possuem 10%. Mas CZ afirmou que praticamente todo o seu patrimônio está em criptomoedas.

Muito além disso, CZ afirmou que não possui nenhuma reserva em moeda fiduciária e que não pretende converter o seu dinheiro digital em nenhuma moeda física no futuro.

Quando perguntado sobre quanto ele possui em criptomoedas, o CEO da Binance respondeu que “praticamente” não possui ativos físicos e que sua forma de pensar vai muito além de simplesmente usar criptomoedas para comprar coisas.

“Eu diria que provavelmente perto de 100%. Eu não tenho nenhuma moeda fiduciária, os ativos físicos que eu possuo são provavelmente insignificantes em relação ao meu patrimônio líquido. Essa é uma mudança de conceito. Eu não estou usando criptomoedas para comprar fiat, eu não estou usando cripto para comprar casas. Eu só quero manter minhas moedas. E eu não planejo converter minhas criptomoedas em dinheiro no futuro.”

CZ não revelou quais criptomoedas ele investe, mas é bem possível que ele tenha uma boa quantidade de Bitcoin, considerando que ele investe no maior criptomoeda do mundo desde 2013.

Changpeng disse durante a entrevista que após descobrir o Bitcoin e estudar mais sobre a moeda, ele decidiu começar ai investir no ativo, vendendo até mesmo o seu apartamento (seu único bem físico na época) para comprar Bitcoin.

“Eu vendi meu apartamento para comprar Bitcoin e também larguei meu emprego.”

“Eu não gosto de ser dono de algo”

A filosofia de CZ em relação ao criptomercado também reflete no seu dia a dia e na sua vida pessoal. Durante a entrevista ele revelou que o único luxo que ele comprou até agora foram notebooks, já que ele usa bastante e eles costumam quebrar.

Além disso, ele afirmou que não possui nenhum carro ou investimentos imobiliários. Changpeng não gosta de ser dono de nada e prefere a liquidez das coisas.

 “Eu não tenho um carro. Eu não tenho uma casa. O problema com carros e casas é que eu não acho eles líquidos. Assim que você compra eles não dá para vende-los facilmente. Você pode alugar um apartamento, ou ficar em um hotel, o que te dá muito mais liquidez. Eu sou uma dessas pessoas que valoriza a liquidez mais do que a propriedade de algo. Eu não gosto de ser dono de algo”

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.
Bitcoins

45% das famílias mais ricas do mundo querem investir em Bitcoin, diz Goldman Sachs

Uma recente pesquisa realizada por uma das principais instituições financeiras do mundo, a Goldman Sachs, revelou que os family offices de algumas das famílias...

Bitcoin ganha novo impulso de alta e supera US$ 34 mil, entenda

O Bitcoin continua a se recuperar de sua queda no início da semana após várias empresas darem sinais que estão correndo para apostar no...
dolar rasgado e Bitcoin. Imagem: ShutterStock

Valor total de transações com bitcoin em 2021 deve superar PIB dos EUA

Pela primeira vez em menos de sete meses, o volume total de transferências com bitcoin ultrapassou US $ 15,8 trilhões. Como resultado, o volume...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias