Diretor da Unick Forex continua foragido, diz Polícia Federal

A empresa está sendo investigada pela Polícia Federal com apoio da Receita Federal.

Siga no
Operação Lamanai

Um dos diretores da Unick Forex, organização criminosa estruturada no formato de “pirâmide financeira”, continua foragido. A informação foi repassada pela Polícia Federal à reportagem do Livecoins na tarde de quarta-feira (23).

Fernando Marques Lusvarghi, diretor jurídico da empresa, foi o único que conseguiu escapar na última quinta-feira (17), dia em que a PF deflagrou a operação Lamanai, que cumpriu 65 mandados de busca e apreensão e dez de prisão temporária em oito cidades.

Dos nove presos na operação, oito estão na Penitenciária Estadual de Canoas e um na sede da Polícia Federal. No início desta semana, a pedido da PF, a Justiça Federal prorrogou a prisão temporária de todos. Eles ficarão detidos até sábado (26).

A prorrogação foi solicitada, de acordo com a PF, com o objetivo de se obter mais tempo para os depoimentos. Na quarta-feira, por exemplo, foram realizadas três oitivas com as testemunhas. Parte da documentação apreendida também foi analisada pelos agentes.

Entenda o caso

A Unick Forex, com sede em São Leopoldo (RS), atua no mercado de Forex (Foreign Exchange) sem autorização da CVM (Comissão de Valores Mobiliários). A autarquia já emitiu três alertas de irregularidades sobre a Unick desde agosto deste ano.

A empresa está sendo investigada pela Polícia Federal com apoio da Receita Federal. O inquérito, instaurado em janeiro deste ano, apurou que a Unick estava estruturada em formato “pirâmide financeira”. Os novos membros, portanto, subsidiavam a remuneração dos antigos.

Segundo a PF, os clientes eram atraídos por promessas de retorno de 100% sobre o valor investido em um prazo de seis meses. Estima-se que a empresa tenha movimentado cerca de R$ 9 bilhões.

Ao longo da investigação, ainda de acordo com a PF, foram constatadas outras práticas criminosas, a exemplo de aquisição de moedas virtuais para remeter ao exterior, em supostos atos de evasão de divisas, e lavagem de dinheiro.

Lucas Gabriel Marins
Lucas Gabriel Marins
Jornalista desde 2010. Escreve para Livecoins e UOL. Já foi repórter da Gazeta do Povo e da Agência Estadual de Notícias (AEN).

Comércio de Bitcoin na China aumenta, apesar de ser banido

Em 2017, a China fechou corretoras locais de criptomoedas, sufocando um mercado especulativo que era responsável por grande parte do comércio global de criptomoedas....
Divulgação/Goldman Sachs

Goldman Sachs reabre mesa de negociação de Bitcoin

A recente alta do Bitcoin reacendeu o interesse de diferentes players no criptomercado, com fontes afirmando que a Goldman Sachs, um dos nomes mais...
Bitcoin em fevereiro de 2021

Bitcoin foi o ativo com melhor desempenho em fevereiro, ouro e B3 em queda

O preço do Bitcoin teve alta de 42% em fevereiro, sendo o melhor ativo do mês. Ao contrário do desempenho da moeda digital, ativos...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias

Goldman Sachs reabre mesa de negociação de Bitcoin

A recente alta do Bitcoin reacendeu o interesse de diferentes players no criptomercado, com fontes afirmando que a Goldman Sachs, um dos nomes mais...

Bitcoin foi o ativo com melhor desempenho em fevereiro, ouro e B3 em queda

O preço do Bitcoin teve alta de 42% em fevereiro, sendo o melhor ativo do mês. Ao contrário do desempenho da moeda digital, ativos...

Província da China vai banir mineração de Bitcoin por causa do impacto ambiental

A emissão de gases de carbono é uma grande preocupação atualmente, sendo classificado como o principal causador do efeito estufa e um dos motivos...

Desenvolvedores voltam a atualizar Dogecoin

No meio da alta recorde das criptomoedas no ano passado, a Dogecoin (DOGE) se destacou como uma ovelha negra. Ela valorizou 2100% no intervalo...

Citibank: Bitcoin pode se tornar uma moeda de comércio global

O Bitcoin está em um "ponto de inflexão" e pode se tornar a moeda preferida para o comércio internacional, disseram analistas do gigante bancário...