Dívida dos EUA excede US $ 22 trilhões: Bitcoin pode ser o sistema monetário alternativo que o mundo precisa

Tic Tac Tic Tac

Siga no
Imagem: Youtube

Pela primeira vez na história, os Estados Unidos ultrapassaram 22 trilhões de dólares em dívidas nacionais. Um recorde.

Como a dívida nacional sobe muito a cada ano, somos lembrados de como a economia mundial é baseada em uma moeda fiduciária extremamente volátil.

Uma experiência triste, mas interessante, é ver a dívida nacional dos EUA aumentar em tempo real. É uma visão impressionante da falta de controle do governo.

Divida nacional EUA
Divida nacional EUA

O Bitcoin, com uma quantidade fixa e uma política de prevenção de inflação, está apenas esperando que todos nós voltemos a nossos sentidos para confiarmos nosso dinheiro em algo mais estável.

Crescimento da dívida nacional dos EUA

A dívida nacional dos EUA foi catapultada em mais de US $ 1 trilhão no ano passado e US $ 30 bilhões somente no mês passado. Desde que Donald Trump introduziu um plano de corte de impostos de US $ 1,5 bilhão em 2017, a dívida saiu de controle. Para a sorte de Trump, Obama foi pior. Ele viu a dívida nacional dobrar sob sua presidência.

Podemos culpar os presidentes, mas não é culpa deles. Nosso sistema econômico fracassado é o culpado. A economia pode parecer que está crescendo, mas é uma bomba esperando para explodir na hora certa, ou melhor, na pior hora possível, para causar o maior estrago.

Quando experimentamos uma desaceleração na economia, um governo com tanta dívida quanto os EUA agora não tomará nenhuma medida significativa para intervir ou ajudar. É por isso que o Bitcoin é importante.

O futuro da dívida nacional dos EUA

Quando os EUA atingirem outra recessão – em apenas uma questão de tempo – será muito difícil pagar essa dívida. O governo não poderá e não estará disposto a apoiar instituições que lutam como fizeram depois do fiasco de 2008.

Em vez disso, o banco central do EUA, o Federal Reserve (FED) imprimirá mais dólares, aumentando a inflação e diminuindo seu valor. O dólar americano terá muito pouco poder de compra e poderá levar à hiperinflação, como na Venezuela.

O Bitcoin pode ser o sistema monetário alternativo que o mundo precisa.

A oferta fixa da criptomoeda significa que as instituições bancárias centralizadas não podem imprimir mais por capricho. Como as políticas do Bitcoin não são controladas por uma única entidade e, em vez disso, dependem de uma série de aprovações em um livro-razão descentralizado, ninguém tem a autoridade final para transmitir impostos ou quaisquer outras taxas sobre transações.

Com o Bitcoin, as pessoas agora têm uma moeda alternativa à qual podem recorrer quando surge a bolha da dívida. O aumento da dívida nacional poderia muito bem levar a um boom das criptomoedas, embora ainda não tenhamos visto isso.

Até que isso aconteça, continuamos a observar a dívida nacional subir a taxas exorbitantes, deixando um monte de obrigações para a próxima geração cumprir. Quando todos finalmente chegarmos a nossos sentidos, o Bitcoin poderia estar lá para amortecer a queda.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Livecoins
Livecoins
Livecoins é um portal de blockchain e criptoeconomia focado em notícias, artigos, análises, dicas e tutoriais.
Ethereum no pano

Ethereum ultrapassa Netflix, Coca-Cola e L’Oreal em valor de mercado

Na manhã deste sábado (10), o Ethereum, segunda maior criptomoeda do mundo em termos de capitalização de mercado, estabeleceu um novo recorde de preço,...
Bandeira da Rússia amassada

Banco central russo deve lançar moeda digital em 2023

Funcionários do Banco Central da Rússia revelaram que estão trabalhando no desenvolvimento do Rublo digital, a moeda digital do país que deve ser lançada...

As falácias do consumo de energia do Bitcoin

O tópico mais recente na indústria de criptomoedas é o consumo de energia de prova de trabalho (Proof-of-work ou PoW) do Bitcoin e se...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias