Dono de corretora é preso por roubar R$ 749 milhões de clientes

Ao todo, as ações de Firano causaram prejuízo de 120 milhões de euros (quase R$ 750 milhões) aos seus mais de 230 mil clientes. Corretora de criptomoedas foi hackeada em 2018.

Siga no

Em 2018, um dos maiores hacks do mundo das criptomoedas e um dos maiores roubos da história da Itália atingiu a corretora BitGrail, que fez seus clientes perderem cerca de 17 milhões da criptomoeda Nano. Agora, em um caso considerado único pela polícia italiana, o próprio CEO da corretora foi acusado de ter roubado seus clientes, além de ter facilitado o ataque hacker. As informações são do site local Il Messaggero.

Franscesco Firano, CEO da BitGrail, que chegou a ser condenado a devolver todas as criptomoedas que foram roubadas da corretora, foi acusado de fraude eletrônica, lavagem de dinheiro e declaração de falência fraudulenta. Firano, identificado como FF pela polícia, sabia dos ataques hackers desde 2017, mas não declarou nada aos seus clientes e até mesmo aproveitou a oportunidade para roubar descaradamente.

Francesco Firano quando anunciou o hack da BitGrail apenas em 2018, na época ainda pagando de bom moço e culpando os desenvolvedores da Nano.

Ainda não se sabe quem foi o responsável pelos ataques hackers, mas com as recentes evidências, a polícia acredita que Firano possa ter sido o “hacker” que roubou sua própria corretora, declarando falência após o fato e, ainda assim, roubando mais uma vez os seus clientes. Com isso ele se tornou o principal suspeito, com seis mandados de prisão emitidos contra Firano e seus colaboradores.

CEO da BitGrail, Franscesco Firano

Ao todo, as ações de Firano causaram prejuízo de 120 milhões de euros (quase R$ 750 milhões) aos seus mais de 230 mil clientes. 

“Esse é o maior ataque cibernético financeiro na Itália e um dos maiores do mundo”, declarou a polícia local.

CEO sabia dos ataques hackers desde 2017

Um dos principais fatos contra Firano é que, como CEO da BitGrail, ele levou mais de um ano para relevar um ataque hacker realizado na plataforma. De acordo com as investigações, a exchange vinha sendo hackeada desde junho de 2017. FF pode até não ser responsável direto por esses ataques, mas a investigação deixou claro que ele não fez nada para impedir essas invasões e os roubos, dando a entender que ele estava se beneficiando das ações do suposto hacker.

Sobre o caso, em uma entrevista para a Reuters, o diretor nacional do Centro de Ciber-Crimes da Itália, Ivano Gabrielli disse que após o começo da investigação, ficou claro que o CEO da BitGrail estava envolvido.

“Ainda não está claro se ele participou ativamente no roubo ou se ele simplesmente decidiu não aumentar o nível de segurança após descobrir os ataques.”

Apenas em 2018 que FF comunicou à polícia o roubo de criptomoedas em sua plataforma, no agora infame hack das 17 milhões de Nano. Mas mesmo após a comunicação do crime, Firano ainda estava atuando de má fé.

CEO da BitGrail roubou dinheiro antes de declarar falência

Depois de finalmente revelar os ataques hackers sofridos, a BitGrail acabou encerrando suas atividades. Firano chegou a declarar falência depois e uma investigação teve início em fevereiro de 2018.

Mas, apenas três dias antes de declarar falência, ele transferiu o valor de clientes, que estavam em criptomoedas, para a sua conta pessoal em uma corretora de Bitcoin em Malta. No total, ele conseguiu transferir US$ 2 milhões para a sua conta pessoal.

Ele também tentou esvaziar suas contas pessoais, mas os investigadores impediram que ele conseguisse movimentar os valores.

Matheus Henrique
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.
Agenda de Davos em 2021, o Fórum Econômico Mundial, conta com duas palestras sobre criptomoedas

Fórum Econômico Mundial terá duas palestras sobre criptomoedas

Com duas palestras sobre criptomoedas de bancos centrais nos próximos dias, o Fórum Econômico Mundial começa neste domingo (24). Em 2021, o Fórum de...
Filme sobre Bitcoin na Prime Video Cryptopia Bitcoin, Blockchains

Filme sobre Bitcoin na Amazon Prime ganha legenda em português

Mais uma opção de aprendizado sobre Bitcoin está disponível na Amazon Prime Video. Com legendas em português, o filme documentário lançado em 2020 é...

Apresentador aconselha ganhador de loteria a investir 5% em Bitcoin, $ 731 milhões

O apresentador do Mad Money, da CNBC, Jim Kramer, ofereceu sua estratégia de investimento ao vencedor da loteria dos Estados Unidos. O sortudo ganhou...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias

Filme sobre Bitcoin na Amazon Prime ganha legenda em português

Mais uma opção de aprendizado sobre Bitcoin está disponível na Amazon Prime Video. Com legendas em português, o filme documentário lançado em 2020 é...

Apresentador aconselha ganhador de loteria a investir 5% em Bitcoin, $ 731 milhões

O apresentador do Mad Money, da CNBC, Jim Kramer, ofereceu sua estratégia de investimento ao vencedor da loteria dos Estados Unidos. O sortudo ganhou...

Chainlink bate recorde histórico de preço e supera Litecoin

A criptomoeda Chainlink (LINK) bateu um novo recorde de preço e passou a ser negociada acima dos 25 dólares (R$ 130), isso fez a...

Bancos fecham contas de Trump com milhões de dólares

Quatro bancos cortaram relações com o ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e fecharam suas contas. O Bank United, onde Trump tinha entre US...

Desligamento de mineradoras no Irã não afeta hashrate do Bitcoin

O hashrate do Bitcoin parece não ter sido perturbado, mesmo com notícias do Irã apreendendo 47 mil equipamentos de mineração e fechando fazendas por...