Dono de pirâmide some com 22 mil bitcoins, culpa maçonaria e se esconde no Brasil

A justificativa para o líder do esquema ter sumido foi que sua empresa representa uma ameaça ao sistema financeiro atual que é controlado pela maçonaria.

Siga no

Mirror Trading International é uma plataforma que prometia juntar o dinheiro de seus clientes para investir no mercado Forex e “socializar” os lucros, mas o CEO da MTI, Johann Steynberg decidiu fugir da África do Sul no começo de dezembro após as autoridades voltarem seus olhos para a plataforma. Membros da empresa acreditam que ele está escondido no Brasil.

A MTI possui um discurso muito similar com algumas outras empresas que vimos até mesmo no Brasil. Lançada em 2019 a promessa era de que a plataforma utilizaria robôs de trade automático para aumentar o valor investido em bitcoins para o cliente, caso similar ao da Atlas Quantum.

Nos planos de negócios encontrados pela internet e nas apresentações da empresa fica claro a intenção clássica do golpe, prometendo lucro mensal de 10%, algo que com certeza é impossível em um investimento do tipo. A possível pirâmide pode ter capitado até US$ 2 bilhões de mais de 170 mil clientes, a empresa conseguiu captar 22 mil bitcoins, de acordo com o site local MoneyWeb.

Apesar do foco na África do Sul, era possível que clientes de outros lugares do mundo ingressassem, bastando apenas realizar um investimento inicial de US$ 100.

Clientes sem saques, CEO desparece culpa hackers e maçonaria

Johann Steynberg, fundador e operador da suposta pirâmide Mirror Trading International.

Nos últimos meses a plataforma começou a ter problemas com os saques de seus clientes, bloqueando tanto os ganhos quanto os bitcoins inicialmente investimentos.

Como era de se esperar, a plataforma começou a culpar ataques hackers e outros imprevistos para a falta de pagamento dos investidores na plataforma. Mas o CEO foi além e culpou até a maçonaria pelo fim do negócio.

Isso levou a autoridade financeira da África do Sul, a Autoridade Condutora do Setor Financeiro (FSCA), a lançar um alerta para que o público não se envolvesse com a MTI, além de iniciar um processo criminal contra a plataforma.

Isso fez com que o Johann Steynberg desparecesse no começo de dezembro, sem dar sinais para onde teria ido.

Apenas agora a MTI divulgou um comunicado à imprensa local afirmando que Johann está foragido e que provavelmente está no Brasil. No e-mail divulgado, os administradores da suposta pirâmide afirmam que:

“Johann está vivo. Johan está no Brasil, até onde sabemos. Johan não foi honesto com os gerentes, líderes ou membros da MTI. Como gerência, nós não sabemos se o nosso Bitcoin está a salvo.”

De acordo com o jornal, o CEO da suposta pirâmide recebeu um e-mail de uma fonte anônima sugerindo que ele deveria deixar a Africa do Sul porque a MTI ameaçava o sistema financeiro atual, que segundo a carta, é controlado pela maçonaria.

“A Maçonaria não é apenas um boato. É um fato bem conhecido que os principais donos do sistema financeiro atual são maçons de grau 17, 18 e 33, eles farão tudo para ver a queda da MTI.

O senhor representam uma grande ameaça para o sistema deles. E por este e-mail o nosso humilde apelo para que se retire temporariamente das fronteiras da África do Sul.”

A justificativa para o líder do esquema ter sumido, então, seria porque sua empresa com promessas milagrosas representa uma ameaça ao sistema financeiro atual.

De acordo com as informações, a mulher do CEO, Nerina Steynberg, foi a última pessoa a ter contato com Johann quando ele tinha feito uma viagem para São Paulo no dia 15 de dezembro.

Os líderes da companhia não informaram porque Johann possa ter escolhido o Brasil para a recente viagem e possível fuga. A investigação da autoridade financeira da África do Sul continua, com apoio dos membros da plataforma que foram encontrados.

Mas a situação parece que vai se desenvolver como a maioria das pirâmides: Muito prejuízo para acreditou nas promessas exorbitantes.

Matheus Henrique
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.
Agenda de Davos em 2021, o Fórum Econômico Mundial, conta com duas palestras sobre criptomoedas

Fórum Econômico Mundial terá duas palestras sobre criptomoedas

Com duas palestras sobre criptomoedas de bancos centrais nos próximos dias, o Fórum Econômico Mundial começa neste domingo (24). Em 2021, o Fórum de...
Filme sobre Bitcoin na Prime Video Cryptopia Bitcoin, Blockchains

Filme sobre Bitcoin na Amazon Prime ganha legenda em português

Mais uma opção de aprendizado sobre Bitcoin está disponível na Amazon Prime Video. Com legendas em português, o filme documentário lançado em 2020 é...

Apresentador aconselha ganhador de loteria a investir 5% em Bitcoin, $ 731 milhões

O apresentador do Mad Money, da CNBC, Jim Kramer, ofereceu sua estratégia de investimento ao vencedor da loteria dos Estados Unidos. O sortudo ganhou...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias

Filme sobre Bitcoin na Amazon Prime ganha legenda em português

Mais uma opção de aprendizado sobre Bitcoin está disponível na Amazon Prime Video. Com legendas em português, o filme documentário lançado em 2020 é...

Apresentador aconselha ganhador de loteria a investir 5% em Bitcoin, $ 731 milhões

O apresentador do Mad Money, da CNBC, Jim Kramer, ofereceu sua estratégia de investimento ao vencedor da loteria dos Estados Unidos. O sortudo ganhou...

Chainlink bate recorde histórico de preço e supera Litecoin

A criptomoeda Chainlink (LINK) bateu um novo recorde de preço e passou a ser negociada acima dos 25 dólares (R$ 130), isso fez a...

Bancos fecham contas de Trump com milhões de dólares

Quatro bancos cortaram relações com o ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e fecharam suas contas. O Bank United, onde Trump tinha entre US...

Desligamento de mineradoras no Irã não afeta hashrate do Bitcoin

O hashrate do Bitcoin parece não ter sido perturbado, mesmo com notícias do Irã apreendendo 47 mil equipamentos de mineração e fechando fazendas por...